Ocorreu um erro neste gadget

Olhai os Lírios do Campo



Uma das coisas que aprendi nesta vida é que não tem nada fácil, mas que também nada é impossível quando se tem fé. Nós reclamamos muito da vida, achamos tudo difícil, queremos sempre mais. Queremos uma casa, daquele jeito, daquela cor, daquele tamanho, aquele marido, assim, assim, com todas as qualidades, sem nenhum daqueles defeitos; queremos carro, faculdade, sucesso, saúde... e queremos tudo de uma vez. Quando não alcançamos, nos sentimos fracos e derrotados. Muitas vezes desistimos da luta, dos sonhos, achamos tudo impossível.


A partir daí, algumas pessoas passam a sentir inveja, ciúme, raiva. Querem o que o outro tem, querem ser o que a outra é. Vem a mágoa, o nervosismo, a intolerância, a ansiedade, o orgulho, o sentimento de vingança. Não adianta dizer que nunca sentiu isso. Todo mundo já sentiu tudo isso um dia ou ainda sente. Mas é preciso falar sobre o assunto, refletir, se perguntar : “o que estou sentindo?”, “ por que estou sentindo isso?”, “o que isso vai me trazer?”...


Eu tive a felicidade de ter um tanto de coisa que eu sonhei, do jeito que eu sonhei. Mas também enfrento dificuldades tamanhas e tenho procurado a Deus diariamente para me ajudar a resolver certos problemas, para me dar força, luz, paz. Entretanto, temos que compreender que o nosso tempo é diferente do tempo de Deus. Ele sabe a hora certa, o tempo certo. “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de colher(Ecle 3:1,2)


Não adianta eu pensar que vou ter tudo ao mesmo tempo. Cada dia é uma conquista. Mas não se consegue nada sem a fé, sem se desfazer do egoísmo, pensando somente em si mesmo. Tem que querer o que é bom pra mim e ao mesmo tempo, para o outro. Temos que querer o que é melhor aos olhos de Deus. É por isso que devemos aprender a dizer “Faça a tua vontade, Senhor”. E Ele fará aquilo que é melhor. O tempo passará, talvez devagar, para aprendermos a ter paciência, a ter força, a confiar. O tempo passará, como numa eternidade, se insistirmos em pensar que tudo tem que ser como a gente quer, passando por cima das necessidades dos outros, do bem estar dos outros, da felicidade dos outros.


Infelizmente, a gente perde tempo assim: querendo, pedindo a Deus, tudo e sempre mais. Esquecemos de agradecer. De agradecer pelo coração que ainda bate em nosso peito, pela chuva que molhou nosso jardim, que melhorou o ar que respiramos, pelo sol que brilha fazendo passarinhos cantar, crianças se banharem no mar... Pelo amor dos amigos, pelo trabalho de todo dia, pelos filhos, pela família, pela saúde, por um dia sem acidentes, sem assaltos, sem tropeços... Por nossa casa, seja ela de dois ou dez cômodos, pelo cobertor que nos esquenta, pelo chá que nos alivia, pela estrela que brilha, pela oportunidade de aprender, crescer, viver.


Agradecer é o melhor que podemos fazer antes de pedir qualquer coisa. Só assim temos a capacidade de averiguar se o que pedimos é tão importante assim. Agradecer faz a gente se despir do orgulho, da vaidade. Faz a gente descobrir a humildade, a felicidade nas pequenas coisas, o tempo certo de cada um. Agradecer nos faz descobrir o que é preciso fazer para merecermos o que tanto queremos. E será que merecemos?


Há uma passagem da Bíblia que resume bem o que quero dizer e todos os dias da minha vida eu procuro lê-la e cada dia eu aprendo um pouco mais com essas poucas palavras sobre esse mistério entre o querer, o precisar e o merecer:



"È por isso que eu vos digo: não andeis preocupados com o que hão de comer ou beber, nem com a roupa de que precisam para vestir. Não será que a vida vale mais do que a comida, e o corpo, mais do que a roupa: Olhem para as aves do céu, que não semeiam, nem colhem, nem amontoam grãos em celeiros. E, no entanto, o vosso Pai lhes dá de comer. Não valem vocês muito mais do que as aves? Qual, de vocês,por mais que se preocupe, poderá prolongar um pouco o tempo da sua vida? E porque hão de vocês andar preocupados por causa da roupa? Reparem como crescem os lírios do campo! E eles não trabalham nem fiam! Contudo digo-vos que nem o rei Salomão, com toda a sua riqueza, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada,quanto mais vos há de vestir a vocês, ó gente sem fé? Portanto, não andem preocupados a dizer: "Que havemos de comer? Que havemos de beber? Que havemos de vestir?" Os que não têm fé, esses é que se preocupam com todas essas coisas. O vosso Pai celestial sabe muito bem que vocês precisam de tudo isso. Procurem primeiro o Reino de Deus e a sua vontade e tudo isso vos será dado. Portanto, não devem andar preocupados com o dia de amanhã, porque o dia de amanhã já terá as suas preocupações. Basta a cada dia o seu mal."


(Mt, 6:25 – 34)



Paz e Luz!!


Alice Xavier

alicexavier@bol.com.br

www.alicexavier.blogger.com.br

0 Comentário(s). Clique aqui!:

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN