Ocorreu um erro neste gadget

O Poder de Nossa Fé

  
Muito bom dia, meus amigos!
  
O próprio Jesus já dizia que quem tem uma fé do tamanho de um grão de mostarda é capaz de fazer com que as montanhas saiam de seus lugares... lembram disso?
  
Essa passagem de hoje é um intrigante... Jesus já havia iniciado sua vida pública. Já havia percorrido inúmeros vilarejos daquela região, realizando milagres e prodígios como ninguém jamais havia feito. Já tinha levado cura e libertação de corpo e alma para centenas, milhares de pessoas que haviam ido ao encontro dEle. Porém, ao retornar para sua casa, seus conhecidos o ignoram por conhecerem detalhes da vida dEle, como profissão e parentes (vale ressaltar aqui que Jesus era filho único da virgem Maria... a palavra "irmão" naquela época servia também para designar "parente próximo"). E, infelizmente, Jesus não pôde realizar grandes maravilhas nas vidas daquelas pessoas.
  
Mas será que essa não realização de milagres por parte do Mestre foi apenas um capricho seu? É claro que não!
  
Qual foi a diferença básica entre as pessoas de sua terra e as pessoas das demais regiões? Pare e reflita um pouco sobre isso...
  
...
  
...
  
Se você respondeu fé, sua resposta está certíssima!
  
Meus amigos, as pessoas mais próximas de Jesus não acreditavam muito que Ele poderia realizar milagres. O Senhor bem que queria curar e libertar todos que vinham até Ele, porém, nada pode ser feito quando nosso coração não está aberto para acolher sua Boa Nova. Nosso Senhor não é um ladrão ou terrorista que entra na casa do nosso coração arrombando as portas. Ele chega, bate e espera que atendemos. Se nós abrimos e o convidamos a entrar em nossa vida, tudo é mudado! E para melhor, diga-se de passagem.
  
É nossa fé que dá o sinal verde para que Ele realize seus prodígios em nossas vidas. É nossa fé que faz com que descruzemos nossos braços, saiamos de nossa ociosidade e procuremos o caminho que nos leva a uma experiência concreta de amor com Jesus. Na realidade, é nossa fé que faz com que a "montanha" de nossos problemas seja movida para o mar da misericórdia de Jesus!
  
Sem fé, ficamos parados na vida, estacionados em nossos rancores, remorsos, ódios, raivas, apegos ao pecado, que só nos lambuza num mar de podridão, tristeza, solidão, depressão e tantas outras coisas semelhantes!
  
Como anda sua fé? O que você tem feito para descruzar os braços e deixar ser conduzido por Deus? Vale lembrar que o princípio base da fé é acreditar naquilo que não se vê, mas que bem sabemos existir. Não podemos ver Jesus em corpo físico humano, mas sabemos que Ele está presente no meio de nós e é na Santa Missa nosso encontro marcado com o pão da vida. Porém, é necessário realmente viver o encontro com o Senhor e não, simplesmente, ficar atento às roupas e às pessoas que lá vão.
  
Você participa de algum movimento religioso? Algum grupo de oração? Você dá oportunidades para que Jesus te toque? Se sua resposta é "não", acho que você já perdeu tempo demais em sua vida querendo que ela mude, que você seja feliz e não dando oportunidades para que Deus a conduza.
  
Te convido a refletir profundamente sobre isso. De uma vez por todas, abra as portas do seu coração para que Jesus tome as rédeas de sua vida. Só Ele pode te fazer feliz!
  
Grande abraço fraternal,
  
 
Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 6,44-51

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 44“Ninguém pode vir a mim, se o pai que me enviou não o atrai. E eu o ressuscitarei no último dia. 45Está escrito nos Profetas: ‘Todos serão discípulos de Deus’. Ora, todo aquele que escutou o Pai e por ele foi instruído, vem a mim. 46Não que alguém já tenha visto o Pai. Só aquele que vem de junto de Deus viu o Pai. 47Em verdade, em verdade vos digo, quem crê possui a vida eterna.
 
48Eu sou o pão da vida. 49Os vossos pais comeram o maná no deserto e, no entanto, morreram. 50Eis aqui o pão que desce do céu: quem dele comer, nunca morrerá. 51Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 6,35-40

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 35“Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede. 36Eu, porém, vos disse que vós me vistes, mas não acreditais. 37Todos os que o Pai me confia virão a mim, e quando vierem, não os afastarei.
38Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. 39E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum daqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. 40Pois esta é a vontade do meu Pai: que toda pessoa que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna. E eu o ressuscitarei no último dia”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Eu sou o pão vivo descido do céu

A Eucaristia é um mistério, uma realidade salvífica. As suas riquezas somente são acessíveis a quem acolher palavra reveladora de Jesus. Escutemos, então, o próprio Jesus, que quis revelar a verdade e a beleza deste mistério da fé. Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crêe em mim nunca mais tera sede.

A partir do que Jesus está falando a mim e a você precisamos acatar de uma voz por todas que a vida nos vem do Pão que desceu do céu. E esta vida é Jesus que se faz presente na história humana e nos dá o sentido pleno da vida, e sacia a fome e a sede de vida eterna.

Ele se define a si próprio como Pão da vida que é necessário comer mediante a fé: «Eu sou o pão da vida. Cristo reafirma com insistência a sua identidade como pão da vida oferecido para ser comido, não obstante a murmuração dos judeus perante as suas palavras.

A vontade do Pai, ao enviar o Filho, é que quem vê o Filho; suas palavras e ações e nele crê, seguindo seus passos, tenha a vida eterna e venha a ressuscitar no último dia. Por isso, para nós cristãos, comer o pão do céu significa assimilar o seu amor e seu exemplo de serviço, de partilha e dom da vida. Acolhamos e comamos, pois, deste pão do céu para que venhamos a ressuscitar no último dia para a vida eterna.

Prolongando na vida o que foi celebrado no mistério, somos constituídos em comunidade aprendem a tornar eucarística a própria existência.

De fato, assim como Jesus é Eucaristia para o Pai e para a Igreja, assim também a Igreja que vive de acordo com a fé professada e celebrada, fazendo da sua própria existência um culto espiritual agradável a Deus, pode tornar-se, em cada expressão do seu agir e do seu sofrer, eucaristia para o Pai e para o mundo. Deste modo, o povo de Deus, peregrino no mundo, encontra no pão eucarístico, “alimento dos viajantes”, o maná para o seu caminho, o pão para a sua peregrinação, com a certeza de chegar à meta. E faz da sua vida uma oblação agradável a Deus. É o que vemos na vida de Santa Catarina de Sena, cuja memória celebramos hoje. Ela fez da sua vida mensageira da paz no meio de uma sociedade violenta. Ofereceu sua vida em favor dos doentes e dos encarcerados. Foi a mulher que deu o pão da vida aos pobres e sofredores pela sua ação de caridade.

Portanto, faça da Eucaristia que comunga todos os dias o Pão dos fortes e da sua vida uma missão entre os homens, seus irmãos anunciando-lhes a salvação que Cristo o Pão da Vida nos trouxe. Seja instrumentos de alegria, da paz, da justiça, do amor, e da vitória de Deus na vida dos seus. É o próprio Jesus quem está falando isso para ti meu irmão e minha irmã:Pois a vontade do meu Pai é que todos os que vêem o Filho e crêem nele tenham a vida eterna; e no último dia eu os ressuscitarei. Portanto, acredite e tenha fé no Pão da vida. Você e os seus viverão eternamente.


Autor: Padre Bantu Mendonça K. Sayla

Fonte: Canção Nova

Leia Mais

Evangelho do Dia - João 6,30-35

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo +; segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
  
Naquele tempo, a multidão perguntou a Jesus: 30Que sinal realizas, para que possamos ver e crer em ti? Que obras fazes? 31Nossos pais comeram o maná no deserto, como está na Escritura: ‘Pão do céu deu-lhes a comer’”.
  
32Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, não foi Moisés quem vos deu o pão que veio do céu. É meu Pai que vos dá o verdadeiro pão do céu. 33Pois o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo”.
 
34Então pediram: “Senhor, dá-nos sempre desse pão”. 35Jesus lhes disse: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede”.
 
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

NOVIDADES!!!

   
Olá, pessoal!
  
A partir de hoje, temos novidades bem interessantes no nosso blog!
  
Já deu uma conferida no menu superior?? Se percebeu, temos dois novos itens:
  • AGENDA: Nesse link você encontrará todos os compromissos que de alguma maneira estão ligados ao Grupo de Oração Semeador, seja participando ou promovendo. Nosso aconselhamento é que você possa sempre estar conferindo para ficar sempre atualizado sobre os eventos;
  • ATA: Aqui você encontrará, de forma resumida, como foram as reuniões do grupo de oração. Serão apresentados os temas, os pregadores, as palavras utilizadas e quaisquer outros detalhes importantes das reuniões;
Essas foram algumas sugestões do nosso irmão de caminhada, o Rafael, durante nossa reunião de núcleo do grupo de oração.
   
Você também tem alguma sugestão? Não deixe de nos enviar. Sua ajuda será sempre muito bem vinda!
  
Esperamos que vocês gostem e aproveitem bem as novidades!
Leia Mais

Evangelho do dia: João 6, 22-29

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo; segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Depois que Jesus saciara os cinco mil homens, seus discípulos o viram andando sobre o mar. 22No dia seguinte, a multidão que tinha ficado do outro lado do mar constatou que havia só uma barca e que Jesus não tinha subido para ela com os discípulos, mas que eles tinham partido sozinhos.
23Entretanto, tinham chegado outras barcas de Tiberíades, perto do lugar onde tinham comido o pão depois de o Senhor ter dado graças. 24Quando a multidão viu que Jesus não estava ali, nem os seus discípulos, subiram às barcas e foram à procura de Jesus, em Cafarnaum.
25Quando o encontraram no outro lado do mar, perguntaram-lhe: “Rabi, quando chegaste aqui?” 26Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: estais me procurando não porque vistes sinais, mas porque comestes pão e ficastes satisfeitos. 27Esforçai-vos não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna, e que o Filho do homem vos dará. Pois este é quem o Pai marcou com seu selo”. 28Então perguntaram: “Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?” 29Jesus respondeu: “A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

O verdadeiro alimento


Muito bom dia meus amados irmãos!

Que alegria nos encontrarmos novamente para refletirmos sobre a Palavra do Senhor. Peçamos à Ele neste momento que nos dê a sabedoria para que compreendamos o que hoje Ele quer nos falar.

Esta palavra de hoje particularmente nos traz uma grande alegria, para nós em refleti-la, pois o Senhor depois de ter demonstrado tantos sinais e realizado verdadeiros milagres, quando encontrado pela multidão afirma que eles O procuravam, não porque tinham presenciado os milagres por Ele feitos, mas que a verdadeira razão pela qual O buscavam era porque ficaram satisfeitos quando saciados com o verdadeiro alimento oferecido: alimento espiritual e não apenas material.

E nós, amados, hoje podemos experimentar deste alimento espiritual que o Senhor nos antecipa desde já, o mesmo que buscamos até alcançarmos a vida eterna. Temos a graça de ter a Eucaristia, o Pão da vida eterna que nos sustenta e nos fortalece nesta caminhada terrena.

Jesus falava naquela época deste alimento que não se perde no tempo e da necessidade de O buscarmos, não para nos saciar temporariamente, mas para sermos verdadeiramente preenchidos, através de Sua graça e amor.

E ao questionarem aqueles homens a Jesus, sobre o que devem fazer para buscar o ‘alimento que permanece até a vida eterna’ o Senhor nos diz que é necessário acreditarmos Nele, no que foi enviado pelo Pai: o próprio Jesus que oferece sua vida por amor a todos nós e para nos salvar.

Através da Eucaristia podemos experimentar este alimento que nos preenche e nos fortalece, todos os dias. E como é maravilhoso saber que o Senhor também se preocupa com nossa fome e sede material, Ele tudo providencia para nós, não nos deixa nada faltar, mas nos adverte para que não nos esqueçamos do que é realmente essencial nesta vida.

Busquemos sempre amados o verdadeiro e único alimento capaz de nos preencher, sem jamais desanimar, é este o pedido de Nosso Senhor para todos nós hoje.

"Senhor fazei com que nós percebamos o verdadeiro significado do Teu Corpo e do Teu Sangue em nossa vida. Queremos ser comprometidos com o Pão dos Anjos. Queremos que o Teu sangue corra nas nossas veias. Precisamos te sentir Senhor e sermos uma só carne contigo. Agradecemos Senhor por este mistério do Vinho e do Pão, transformados em puro amor a nós. Obrigado Jesus porque o Senhor se deixa conhecer. Dai-nos a Graça ó Cristo, de que vigiemos nossas ações, a fim de não sujarmos a morada viva e verdadeira, que é o nosso coração, para que possamos estar puros, limpos e consagrados para receber-te ó Deus. Obrigado Senhor!"

Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do dia: MARCOS 16, 15-20

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo +; segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! 16Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”.
19Depois de falar com os discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. 20Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelizar no poder do Espírito Santo


Bom dia, amados!

Neste domingo a nossa Igreja celebra São Marcos, Evangelista!

São Marcos é conhecido principalmente por ter sido agraciado com o carisma da inspiração e vivência comunitária. Ele fez um lindo trabalho missionário, que não acabou diante da prisão e morte dos amigos São Pedro e São Paulo, por isso evangelizou no poder do Espírito Alexandria, Egito e Chipre, lugar onde fundou comunidades.

E no dia em que celebramos a vida de santidade de São Marcos, refletimos sobre uma passagem do Evangelho segundo ele próprio, que nos fala sobre o anúncio da Boa Nova, ou seja, da Palavra de Deus.

Jesus disse aos onze discípulos: "Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!". Esta foi uma ordem de Jesus para todos aqueles que se dispunham a servi-Lo, a propagar todos os Seus ensinamentos. E é também a ordem que Ele nos dá a cada dia... que possamos anunciar o Evangelho a todos, em todos os lugares (em casa, no trabalho, na escola, na rua, no trânsito etc), não só com palavras, mas principalmente com testemunho de vida!

Quem diria, heim? Aqueles que estavam escondidos por medo dos judeus, trancados em casa, após a morte de Jesus, passaram a ser anunciadores do Evangelho! Saíram em missões, evangelizaram destemidamente em diversos lugares de diferentes regiões. Por que tiveram tamanha coragem? Porque sobre eles Jesus soprou o Espírito Santo!

Talvez hoje você esteja trancado no comodismo, com medo, dizendo a si próprio que evangelizar não é para você. Engano! Evangelizar é para todos nós, com palavras e atitudes de amor! E para que saibamos como agir, devemos clamar o Espírito Santo; pois assim, seremos corajosos anunciadores, como os discípulos.

E Jesus ainda nos diz: "Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados". Esta é a nossa missão!

Hoje somos convidados a refletir sobre isso... De graça recebemos, de graça devemos dar! Ou seja, recebemos o Espírito Santo por amor e misericórdia de Deus, portanto, nossa missão é descruzar os braços e evangelizar com toda a nossa vida, ungidos pelo Espírito Santo!

Deus nos abençoe na nossa missão!

Anaíle Flores de Paula
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 16,15-20

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo +; segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.
  
Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! 16Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”.
    
19Depois de falar com os discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. 20Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Chamados a Testemunhar!

  
Graça e paz, da parte de Nosso Senhor Jesus Cristo!
  
Mais uma vez é chegado o sábado e com ele a alegria de outra vez poder viver a certeza de experimentar a alegria da experiência de viver em comunidade com os irmãos! Para mim é muito mais do que um dia especial, é o dia em que, geralmente, mais experimento do amor do Senhor por cada um de nós!
  
Hoje o Senhor vem nos fazer um convite muito especial: testemunharmos a sua ação no meio de nós!
  
E que graça é, para aquele que experimenta, poder testemunhar os milagres, as graças, as bênçãos que o Senhor continua fazendo em nosso meio! Verdadeiramente, muitos olhos desejaram ver, presenciar, testemunhar os prodígios de Jesus e, infelizmente, não puderam. Na maioria das vezes, são pessoas completamente envoltas de pensamento completamente racional, que buscam explicação para tudo, que não conseguem enxergar as manifestações de amor do Senhor em suas vidas...
  
É muito interessante poder experimentar o Senhor nas pequenas coisas. No exato momento em que estou escrevendo esse artigo, o Senhor está se manifestando em minha vida de forma muito bonita...
  
Fui convidado, no decorrer dessa semana, a fazer uma pregação em nosso grupo de oração, testemunhando que Jesus está vivo! Em minhas orações, o Senhor me fazia experimentar novamente os momentos em que Ele realizou seus milagres em minha vida... as curas... as diversas manifestações... e colocou em meu coração a certeza de pregar em torno da minha primeira experiência de cura interior. A certeza de que eu deveria tocar uma música em especial era muuuito grande, especialmente depois que um amigo, que não gostava do estilo musical, me enviou a música no orkut.
  
Moro sozinho em uma cidade do interior de Goiás e nos finais de semana vou para a casa da minha mãe, onde está localizado o grupo de oração que participo. Ainda no meio de semana, escutei a música no youtube, mas queria muito tê-la no meu computador para poder tirá-la da melhor maneira possível... Pedi a alguns amigos, que ficaram de arrumá-la, mas... acho que se esqueceram...
  
Hoje cedo, já na casa da minha mãe, acordei com a música em minha cabeça, confirmando o chamado do Senhor a usá-la no grupo. Mas já estava convencido de que não iria encontrá-la do jeito que eu queria. Peguei meu carro e trouxe para o lavajato. Um sentimento bem diferente me fez querer esperar o carro ser lavado. Sentei em uma cadeira e, para minha surpresa, o rádio do lavajato começou a tocar a música!
  
É CD?
  
Perguntei eu... e a resposta foi positiva...
  
  
Dá pra você imaginar a emoção que estou sentindo?
  
É maravilhoso sentir o Senhor nos tocando nas pequeninas coisas! Eu não acredido em coincidências. Tenho certeza de que tudo é propósito de Deus para nossas vidas! Tudo mesmo! É necessário, então, tirarmos as escamas de nossos olhos espirituais, as ceras de nossos ouvidos para escutarmos, diretamente do Senhor, tudo aquilo que Ele espera para nós!
  
É esse o chamado para cada um de nós: testemunhar suas graças! E elas estão presentes na vida de todos! Se você não as sente, não as enxerga é sinal de que você está doente, espiritualmente falando!
  
Que a luz do Espírito Santo possa sempre guiar nossos caminhos, ser nossa força, nossa autoridade, nossa sabedoria em todos os momentos, para sermos sempre testemunhas concretas do amor do Senhor!
  
Grande abraço fraternal,
  
Márcio Gomes Pacheco


    
ps1.: eu já tinha publicado esse artigo, quando fui ao orkut e lá estava, mais uma vez, um recado de uma amiga com um dos diversos clipes da música. 
  
ps2.: Pedi que o rapaz do lavajato me emprestasse o CD com a música para eu copiá-la em meu computador. Ao tirar o CD, o rádio sintonizou uma rádio religiosa e o locutor anunciou que dentro de alguns minutos anunciaria detalhes do show de gravação do DVD do cantor que canta a música que o Senhor me pediu  para tocar no grupo hoje... será que podemos chamar isso tudo de coincidência? Deus está, realmente, insistindo que a música seja tocada...
  
ps3.: Não consegui aguentar tanta manifestação do amor de Deus em minha vida e acabei não segurando a lágrima em meu olho... Grandes coisas o Senhor irá realizar em nosso meio no dia de hoje!
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 6,1-15

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo +; segundo João.
__ Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus foi para o outro lado do mar da Galiléia, também chamado de Tiberíades. 2Uma grande multidão o seguia, porque via os sinais que ele operava a favor dos doentes. 3Jesus subiu ao monte e sentou-se aí, com seus discípulos. 4Estava próxima a Páscoa, a festa dos judeus.
 
5Levantando os olhos, e vendo que uma grande multidão estava vindo ao seu encontro, Jesus disse a Filipe: “Onde vamos comprar pão para que eles possam comer?” 6Disse isso para pô-lo à prova, pois ele mesmo sabia muito bem o que ia fazer. 7Filipe respondeu: “Nem duzentas moedas de prata bastariam para dar um pedaço de pão a cada um”.
 
8Um dos discípulos, André, o irmão de Simão Pedro, disse: 9“Está aqui um menino com cinco pães de cevada e dois peixes. Mas o que é isso para tanta gente?” 10Jesus disse: “Fazei sentar as pessoas”. Havia muita relva naquele lugar, e lá se sentaram, aproximadamente, cinco mil homens.
 
11Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, tanto quanto queriam. E fez o mesmo com os peixes. 12Quando todos ficaram satisfeitos, Jesus disse aos discípulos: “Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca!”
  
13Recolheram os pedaços e encheram doze cestos com as sobras dos cinco pães, deixadas pelos que haviam comido. 14Vendo o sinal que Jesus tinha realizado, aqueles homens exclamavam: “Este é verdadeiramente o Profeta, aquele que deve vir ao mundo”. 15Mas, quando notou que estavam querendo levá-lo para proclamá-lo rei, Jesus retirou-se de novo, sozinho, para o monte.
 

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 3,31-36

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo +, segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

31“Aquele que vem do alto está acima de todos. O que é da terra, pertence à terra e fala das coisas da terra. Aquele que vem do céu está acima de todos. 32Dá testemunho daquilo que viu e ouviu, mas ninguém aceita o seu testemunho. 33Quem aceita o seu testemunho atesta que Deus é verdadeiro. 34De fato, aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, porque Deus lhe dá o espírito sem medida.
 
35O Pai ama o Filho e entregou tudo em sua mão. 36Aquele que acredita no Filho possui a vida eterna. Aquele, porém, que rejeita o Filho não verá a vida, pois a ira de Deus permanece sobre ele”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 3,16-21

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

16Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito.
 
19Ora, o julgamento é este: a luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas ações eram más. 20Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas. 21Mas quem age conforme a verdade aproxima-se da luz, para que se manifeste que suas ações são realizadas em Deus.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 3,7b-15

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: 7b“Vós deveis nascer do alto. 8O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito”.

9Nicodemos perguntou: “Co­mo é que isso pode acontecer?” 10Respondeu-lhe Jesus: “Tu és mestre em Israel, mas não sabes estas coisas? 11Em verdade, em verdade, te digo, nós falamos daquilo que sabemos e damos testemunho daquilo que temos visto, mas vós não aceitais o nosso testemunho. 12Se não acre­ditais, quando vos falo das coisas da terra, como acreditareis se vos falar das coisas do céu? 13E ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem. 14Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado, 15para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna”.




- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

XII Encontro Estadual de Servos da RCC GO

Leia Mais

Evangelho do Dia - João 3,1-8

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

1Havia um chefe judaico, membro do grupo dos fariseus, chamado Nicodemos, 2que foi ter com Jesus, de noite, e lhe disse: “Rabi, sabemos que vieste como mestre da parte de Deus. De fato, ninguém pode realizar os sinais que tu fazes, a não ser que Deus esteja com ele”.
  
3Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, te digo, se alguém não nasce do alto, não pode ver o Reino de Deus”. 4Nicodemos disse: “Como é que alguém pode nascer, se já é velho? Poderá entrar outra vez no ventre de sua mãe?”
  
5Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, te digo, se alguém não nasce da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus. 6Quem nasce da carne é carne; quem nasce do Espírito é espírito 7Não te admires por eu haver dito: Vós deveis nascer do alto. 8O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito”.
  
 
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Vinde Espírito Santo!


Bem, amados irmãos, é com a graça de Nosso Deus que estamos aqui novamente para juntos refletirmos sobre as palavras do Mestre Jesus.

Segundo o Evangelho, Nicodemos, apesar de Fariseu, reconhecia que Jesus era uma pessoa diferente, e ainda afirmava que isso se devia ao fato de que Deus andava com Cristo, devido aos prodígios que o Senhor realizava.

Jesus afirma que isso é verdade como também completa dizendo que somente os que se abrem às coisas do alto é que se deixam alcançar pela companhia de Deus.

Somos convidados, meus queridos, a romper com o homem velho que existe em nós, com os defeitos, pecados e a nascer, renascer do alto, através da Graça do Espírito Santo. Assim como Jesus Cristo, podemos invadir os locais por onde passamos com a presença viva e verdadeira de Deus. Se abrirmos às graças do Espírito Santo de Deus, deixaremos nosso semblante único e transparente para que todos que convivam conosco percebam a diferença que é viver com Deus o tempo todo na vida.

Que possamos viver assim, como Jesus na companhia do Pai e nos tornarmos faróis na escuridão do mundo, pois é maravilhoso irradiar a presença de Deus em nós! Tornemos isso possível e façamos de nossa vida um testemunho verídico de que com Deus somos mais, com Deus somos capazes, com Deus somos transformados e ainda conseguimos renascer da água e do Espírito.

Que nós, irmãos, não deixemos a graça do Espírito Santo passar por nós e simplesmente se esvair sem que a experimentemos: "O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai". Não deixemos as graças do alto simplesmente passarem por nós, mas experimentemos para que possamos ser renascidos em espírito e em verdade e aniquilarmos os palpites errantes de nossa carne.

Lembremos a todo momento que buscar as coisas do Alto é, sobretudo nos entregarmos ao Deus Pai amoroso, confiando na sua providência e misericórdia, certos de que Ele está pronto para nos acolher, se confiarmos nossas vidas à Ele a todo instante. Fazer a vontade do Pai é estar em comunhão plena com as coisas do Alto, com Deus. Peçamos ao Senhor a paz, a sabedoria e a coragem necessárias para estar no centro de Sua vontade em tudo que fizermos na nossa vida, pois o Senhor somente deseja o melhor para nós.

"Senhor Jesus, assim como o Senhor que experimentou Deus a todo momento, queremos seguir seu exemplo porque precisamos ficar em companhia santa e com o Espírito Santo por perto, para que não nos percamos. Fica conosco Senhor, Tu és nossa luz. Sem ti nada somos. Deus precisamos nos tornarmos pessoas melhores a cada dia, precisamos nos transformarmos em todos os instantes de nossa vivência. Vinde Espírito Santo e infundi em nós as graças necessárias para que consigamos nascer do alto todos os dias. Amém"


Klênia Pereira e Marcos Piter
Leia Mais

2º Domingo da Páscoa: JOÃO 20, 19-31

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós!
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

19Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja convosco”.
20Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por verem o Senhor.
21Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”.
22E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo.
23A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos”.
24Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio.
25Os outros discípulos contaram-lhe depois: “Vimos o Senhor!” Mas Tomé disse-lhes: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”.
26Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”.
27Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel”.
28Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!”
29Jesus lhe disse: “Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!”
30Jesus realizou muitos outros sinais diante dos discípulos, que não estão escritos neste livro.
31Mas estes foram escritos para que acrediteis que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e, para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Celebremos o Domingo da Divina Misericórdia!


Bom dia, queridos irmãos!

Hoje celebramos o 2º Domingo da Páscoa, o Domingo da Divina Misericórdia!

E que riqueza podemos ver na passagem do Evangelho de hoje... Jesus apareceu mais uma vez para os discípulos, mas desta vez foi uma aparição muito especial. Ele se colocou no meio deles e disse "A paz esteja convosco", em seguida, soprou sobre eles e lhes concedeu o Espírito Santo.

Esta é uma das mais importantes passagens bíblicas, porque nela se baseia um dos sacramentos da nossa amada Igreja, o Sacramento da Confissão. Após conceder aos discípulos o Espírito Santo, Jesus assim prometeu: "A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos".

Esse foi o momento do envio dos discípulos, como anunciadores da Boa Nova da ressurreição. Esse é um marco precursor dos nossos sacerdotes, que recebem o Espírito Santo, no momento da Ordenação Sacerdotal, e assim como os discípulos de Cristo, passam a ter a missão de absolver os pecados das pessoas que deles se arrependem. Que lindo isso! Um ato de profunda misericórdia de Jesus para conosco, que somos pecadores e precisamos ser perdoados a todo momento...

Portanto, não se acomode no pensamento de que pode se confessar com Jesus mesmo, contar os seus pecados a Ele, no aconchego do seu quarto, porque "é a mesma coisa"... Não é a mesma coisa! Foi o próprio Jesus que instituiu o Sacramento da Confissão e incumbiu os seus discípulos da missão da absolvição, que hoje é atribuída aos sacerdotes.

Mas hoje também recordamos da falta de fé de São Tomé, tão repetida por nós, não é verdade? Ele só acreditou na ressurreição de Jesus depois de tê-Lo visto, ou seja, não acreditou no Seu poder. E nós também, por diversas vezes, não confiamos que Jesus tudo pode, não temos fé suficiente e acabamos sendo INFIÉIS ao Senhor.

Bem-aventurados são aqueles que crêem ser precisar ver, sem precisar colocar Jesus à prova. E nós colocamos Jesus à prova muitas vezes, quando não acreditamos no Seu poder, quando só acreditamos nEle depois de ver algum milagre acontecer.

Felizmente, Jesus é tão misericordioso que, sabendo da nossa falta de fé, realizou e continua realizando muitos sinais diante de nós, para que creiamos que Ele é o Cristo, o Filho de Deus, e assim, tenhamos vida em abundância.

O que mais você quer que Ele faça para que você finalmente creia? O que mais Ele precisa realizar para conseguir tocar o seu coração? Os sinais estão à vista, basta prestarmos mais atenção no infinito amor de Deus! Ele nos permite viver a cada dia, está sempre disponível, esperando uma simples abertura para derramar a Sua graça. Vamos retirar o "guarda-chuva" da insensibilidade, do pecado, do desamor e deixar que a graça seja profundamente derramada sobre nós!

Que tenhamos um ótimo domingo da Misericórdia, cheios da graça de Deus!

Anaíle Flores
Leia Mais

Anunciai o Evangelho a Todas as Criaturas

 
Quanta alegria de estar nascendo um novo sábado!
 
Hoje temos noite de louvor no grupo de oração e o Senhor tem prometido um dia de muita alegria para todos nós!
 
E o interessante é que Ele começa o dia, de cara, nos dando uma missão:
“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!”
  
Recentemente o Senhor realizou maravilhas em nossas vidas através do II Olaria, o que não é novidade para ninguém. Para que lá viveu sua primeira experiência concreta do amor de Jesus, volta para o mundo normal do dia a dia querendo anunciar para todos os conhecidos (e desconhecidos também) que encontrou um grande tesouro!
 
A alegria é tamanha que há uma necessidade de querer apresentar o motivo que levou a pessoa a transformar completamente seus atos, entreameados de egoísmo, em atos de amor e doação. Porém, muitas vezes essas pessoas não conseguem êxito em suas tentativas... Por quê? Você já parou para pensar nisso?
 
Infelizmente, meus amigos, as pessoas que vivem e se lambuzam nas coisas que o mundo secular apresentam, e que só trazem destruição em massa, tem uma certa resistência a certos nomes, quando são colocados numa mesa redonda de amigos ou numa conversa mais particular. Nomes como Jesus, Maria, Espírito Santo, Bíblia, grupo de oração, encontro de jovens geralmente não são muito bem aceitos para pessoas que não querem compromisso algum com coisas espirituais.
 
Então devemos parar de anunciar tais nomes, Márcio?
 
A resposta que digo é "Não"! Porém, precisar estar sempre com nosso "espiritrômetro" ligado para sentirmos se a pessoa tem aceitação ou não ao anúncio direto da Boa Nova. Caso você perceba que a pessoa se isolala ou se tranca com tais palavras e assuntos, o melhor é você não insistir.
 
Mas então eu devo parar de anunciar o Evangelho a todas criaturas, como Jesus pediu?
 
A resposta também é "não"! O que eu te digo é que não existe maneira melhor de anunciar a boa nova do através de nossos gestos concretos de amor. Sabemos bem que os frutos do Espírito Santo são frutos de amor (paciência, benevolência, caridade, perdão, doação, não buscar seus próprios interesses, etc) e tudo isso, uma vez praticado, é sinal de tranformação de vida. Uma vida que era apagada e cinza que se transforma em poço de alegria ambulante, que perdoa e que se doa, sem interesse aos necessitados chama muito a atenção das pessoas que vivem ao redor.
 
Indubitavelmente as pessoas vão ficar curiosas em saber o que aconteceu de tão extraordinário que levou determinada pessoa a mudar radicalmente sua vida para melhor, o que levou tal pessoa a viver constantemente alegre, cheia de vida. Aí, sim, é o momento certo de você anunciar com todas as palavras diretas sobre o assunto.
 
É algo semelhante ao marketing de certo produto que promete redução brusca de peso. Se você sabe do que estou falando deve estar com a imagem do botom que eles carregam, com a frase "Quer perder peso? Pergunte-me como!"
 
O verdadeiro cristão é mais ou menos assim mesmo. E nosso sorriso e paz constantes são nosso botom espiritual...
 

"Quer ser feliz e ter paz de espírito? Pergunte-me como!"

 
Que o Espírito Santo te guie, sabiamente, e te mostre a melhor maneira de anunciar o Evangelho. Lembre-se apenas que as pessoas são diferentes e precisam de métodos diferentes de anúncios.
 
Deus nos abençoe cada vez mais,
 
 
Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 21,1-14

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
 
Naquele tempo, 1Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: 2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu e outros discípulos de Jesus.
 
3Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Também vamos contigo”. Saíram e entraram na barca, mas não pescaram nada naquela noite. 4Já tinha amanhecido, e Jesus estava de pé na margem. Mas os discípulos não sabiam que era Jesus. 5Então Jesus disse: “Moços, tendes alguma coisa para comer?” Responderam: “Não”.
 
6Jesus disse-lhes: “Lançai a rede à direita da barca, e acha­reis”. Lançaram pois a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. 7Então, o discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!” Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu uma roupa, pois estava nu, e atirou-se ao mar.
 
8Os outros discípulos vieram com a barca, arrastando a rede com os peixes. Na verdade, não estavam longe da terra, mas somente a cerca de cem metros. 9Logo que pisaram a terra, viram brasas acesas, com peixe em cima, e pão. 10Jesus disse-lhes: “Trazei alguns dos peixes que apanhastes”.
 
11Então Simão Pedro subiu ao barco e arrastou a rede para a terra. Estava cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, apesar de tantos peixes, a rede não se rompeu. 12Jesus disse-lhes: “Vinde comer”. Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor.
 
13Jesus aproximou-se, tomou o pão e distribuiu-o por eles. E fez a mesma coisa com o peixe. 14Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos.
 
 
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 21,1-14

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
    
Naquele tempo, 1Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: 2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu e outros discípulos de Jesus.
  
3Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Também vamos contigo”. Saíram e entraram na barca, mas não pescaram nada naquela noite. 4Já tinha amanhecido, e Jesus estava de pé na margem. Mas os discípulos não sabiam que era Jesus. 5Então Jesus disse: “Moços, tendes alguma coisa para comer?” Responderam: “Não”.
  
6Jesus disse-lhes: “Lançai a rede à direita da barca, e acha­reis”. Lançaram pois a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. 7Então, o discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!” Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu uma roupa, pois estava nu, e atirou-se ao mar.
 
8Os outros discípulos vieram com a barca, arrastando a rede com os peixes. Na verdade, não estavam longe da terra, mas somente a cerca de cem metros. 9Logo que pisaram a terra, viram brasas acesas, com peixe em cima, e pão. 10Jesus disse-lhes: “Trazei alguns dos peixes que apanhastes”.
 
11Então Simão Pedro subiu ao barco e arrastou a rede para a terra. Estava cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, apesar de tantos peixes, a rede não se rompeu. 12Jesus disse-lhes: “Vinde comer”. Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor.
 
13Jesus aproximou-se, tomou o pão e distribuiu-o por eles. E fez a mesma coisa com o peixe. 14Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos.
 
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho de hoje: LUCAS 24, 35-48

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 35os discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. 36Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A paz esteja convosco!”
37Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. 38Mas Jesus disse: “Por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? 39Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu tenho”.
40E dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés. 41Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: “Tendes aqui alguma coisa para comer?” 42Deram-lhe um pedaço de peixe assado. 43Ele o tomou e comeu diante deles. 44Depois disse-lhes: “São estas as coisas que vos falei quando ainda estava con­vosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.
45Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras, 46e lhes disse: “Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia 47e no seu nome, serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. 48Vós sereis testemunhas de tudo isso”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Precisamos ter mais fé e confiança em Jesus!


Boa tarde, pessoal!

Hoje a reflexão demorou um pouquinho mais, mas chegou...

A passagem do Evangelho de hoje nos fala sobre uma das aparições de Jesus para os discípulos, após a Sua ressurreição. Primeiro, Jesus apareceu quando dois discípulos estavam a caminho de uma aldeia, chamada Emaús. Eles demoraram para reconhecê-Lo; só viram que era Jesus quando Ele partiu o pão, da forma como havia feito antes de morrer.

Depois, estavam os discípulos a comentar a aparição de Jesus, quando Ele novamente surgiu no meio deles, dando-lhes a paz. Os discípulos ficaram assustados e com medo, pensando que era um fantasma.

Analisando bem esse trecho, chega a ser cômico os discípulos tremendo de medo do "fantasma". Mas isso muitas vezes acontece conosco, sabia? Não são raras as vezes em que algumas pessoas vão para o grupo de oração, ou para um Encontro, e chegando lá ficam com medo das manifestações de Deus no nosso meio.

Quando um ministro de louvor ou de oração proclama algum milagre, ou que alguém está sendo curado, libertado, muitos ficam de olhos esbugalhados, assustados, querendo ver o que está acontecendo, ao invés de se deliciar com a presença de Jesus. Dessa forma, deixam passar a graça de Deus na sua frente e não tomam posse dela, simplesmente porque não tiveram fé suficiente para crer na ação divina.

Muitos também se assustam com a presença do Espírito Santo... e ficam cheios de medo da oração em línguas, das profecias, e também das curas e milagres que o Espírito Santo promove. Ah, se soubessem o quanto é maravilhoso se entregar nas asas do Espírito de Deus...

Queridos irmãos, o que nos falta muitas vezes é a FÉ no poder de Jesus, assim como faltou para os discípulos quando Ele apareceu após ter ressucitado. Precisamos nos abandonar nos braços de Deus e deixar que a Sua vontade se cumpra, mesmo que pareça estranha, absurda em um primeiro momento.

Bem-aventurados os que crêem sem precisar ver! Felizes são os que confiam, porque Deus cuida de nós e das nossas coisas muito melhor do que nós mesmos conseguimos cuidar!

Se tivermos fé e confiança, seremos testemunhas da conversão, do perdão dos pecados, da mudança de vida, da renovação de muitas almas paralisadas pelo desamor. Tenhamos, portanto, FÉ no poder de Jesus! Ele é o Deus do impossível!

Que a Sua paz reine em nossas vidas...

Anaíle Flores
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 24,13-35

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

13Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois dos discípulos de Jesus iam para um povoado chamado Emaús, distante onze quilômetros de Jerusalém. 14Conversavam sobre todas as coisas que tinham acontecido.
  
15Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. 16Os discípulos, porém, estavam como cegos, e não o reconheceram. 17Então Jesus perguntou: “Que ides conversando pelo caminho?” Eles pararam, com o rosto triste, 18e um deles chamado Cléofas, lhe disse: “Tu és o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que lá aconteceu nestes últimos dias?
 
19Ele perguntou: “Que foi?” Os discípulos responderam: “O que aconteceu com Jesus, o Naza­reno, que foi um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e diante de todo o povo. 20Nossos sumos sacerdotes e nossos chefes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. 21Nós esperávamos que ele fosse libertar Israel, mas, apesar de tudo isso, já faz três dias que todas essas coisas aconteceram! 22É verdade que algumas mulheres do nosso grupo nos deram um susto. Elas foram de madrugada ao túmulo 23e não encontraram o corpo dele. Então voltaram, dizendo que tinham visto anjos e que estes afirmaram que Jesus está vivo. 24Alguns dos nossos foram ao túmulo e encontraram as coisas como as mulheres tinham dito. A ele, porém, ninguém o viu”.
 
25Então Jesus lhes disse: “Co­mo sois sem inteligência e lentos para crer em tudo o que os profetas falaram! 26Será que o Cristo não devia sofrer tudo isso para entrar na sua glória?” 27E, começando por Moisés e passando pelos Profetas, explicava aos discípulos todas as passagens da Escritura que falavam a respeito dele.
 
28Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez de conta que ia mais adiante. 29Eles, porém, insistiram com Jesus, dizendo: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem che­gando!” Jesus entrou para ficar com eles. 30Quando se sentou à mesa com eles, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e lhes distribuía.
 
31Nisso os olhos dos discípulos se abriram e eles reconheceram Jesus. Jesus, porém, desapareceu da frente deles. 32Então um disse ao outro: “Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho, e nos explicava as Escrituras?” 33Naquela mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém onde encontraram os Onze reunidos com os outros. 34E estes confirmaram: “Realmente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!” 35Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão.

 
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Fica Comigo, Senhor!

  
Muito bom dia, meus irmãos!
  
É tão gostoso você sentir a Palavra do Senhor conduzindo sua vida ao longo de seus afazares, não é verdade? Você sentir que em coisas comuns em seu serviço, em sua escola, em seus mais diversos relacionamentos, o Senhor está presente, pronto para te mostrar o melhor caminho, se assim você permitir...
  
Já parou para pensar na realidade de que Ele está aí do seu lado agora? Então, não perca tempo... feche seus olhos por um instante e diga, pelo menos, um "Bom dia, Jesus"!
  
Infelizmente, muitas vezes não conseguimos enxergar essa verdade da companhia do Mestre em nossas vidas. Geralmente isso acontece quando estamos tristes por algum motivo qualquer.
  
Isso aconteceu com Maria Madalena, na passagem de ontem, e com os discípulos que iam para o povoado de Emaús, no Evangelho de hoje. O maior absurdo e ironia de tudo é que estavam tristes pelo que tinha acontecido com o próprio Jesus e levaram certo tempo para reconhecer a pessoa do Senhor...
  

A tristeza, quando não levada de maneira controlada, nos cega completamente! Temos todo o direito de ficarmos tristes... o próprio Jesus ficou triste em certos trechos da Sagrada Escritura, porém, tenho toda certeza de que Ele sabia muito bem converter sua tristeza em algo bem produtivo, chegando até a ressucitar mortos.
  
"DE TODO MAL JESUS TIRAVA UM BEM MUITO MAIOR" e sabe como? Ele vivia em constante vida de oração, estava constantemente dialogando com o Pai, em todos os momentos de sua vida!
  
Talvez você não perceba, mas fato semelhante ao que aconteceu com Maria Madalena e com os discípulos de Emaús acontece constantemente em sua vida e na minha: a tristeza muitas vezes nos impede de perceber a presença de Jesus, ao nosso lado, querendo nos ajudar.
  
Ele está sempre lá! Sempre pronto a estender Sua mão e nos ensinar a saída, o melhor caminho para vencer os obstáculos... aliás, Ele é o próprio caminho!
A quem você recorre quando está triste? Você entrega os pontos e desiste de lutar? Qual é sua atitude diante das adversidades da vida? Será que você só sabe ficar reclamando da vida?
  
É momento de você abrir seu coração, abrir seus olhos espirituais e dizer, também, "Fica comigo, Senhor!"
  
É com diz uma certa música da Adriana:
  

"Então vem, tem alguém que quer te abraçar... te acolher em seus braços e te consolar. Ele é a solução de tudo. Ele é Jesus, a sua salvação! Seu lugar é no Seu coração!"
 
 

  
Até coloquei a música aqui pra você escutar e deixar Deus te tocar... Tenho certeza de que o Senhor irá falar ao seu coração...
  
Deixe-se amar pelo Senhor, hoje! Ele está sempre presente!!
  
Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 20,11-18

— O Senhor esteja conosco.

— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12Viu, então, dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés.

13Os anjos perguntaram: “Mulher, por que choras?” Ela respondeu: ”Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram”. 14Tendo dito isto, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. 15Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? A quem procuras?” Pensando que era o jardineiro, Maria disse: “Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar”.

16Então Jesus disse: “Maria!” Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabuni” (que quer dizer: Mestre). 17Jesus disse: “Não me segures. Ainda não subi para junto de meu Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”. 18Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o Senhor!”, e contou o que Jesus lhe tinha dito.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Eu Vi o Senhor!

 
Muito bom dia, meus amigos!
 
Estava lendo o Evangelho de hoje e pus-me a imaginar a cena de Maria Madalena chorando na porta do sepulcro, no jardim particular de José de Arimateia, onde Jesus havia sido sepultado...
Uma mulher que chora... desconsolada... De repente ela se curva, olhando para o interior do sepulcro e vê dois anjos, que perguntam o motivo das lágrimas. Em seguida, vê uma pessoa, que julgava ser um jardineiro, que também lhe pergunta o motivo do pranto.
Somente quando Jesus a chama pelo nome que ela reconhece a voz do Rabuni, de seu mestre, dAquele que a havia ensinado verdadeiramente a ter vida plena e vida em abundância.
 
Não se chora por pessoa desconhecida que morreu. Não se chora por quem você não tinha convivência e só se chora compulsivamente (já era o terceiro dia da morte do Senhor) quando realmente existe um profundo amor pela outra pessoa e não se ama o que é desconhecido. Só se ama de verdade quando esse sentimento vem regado de experiências partilhadas, vividas em conjunto.
Assim aconteceu com aquela mulher. Muito havia pecado, muito havia sido perdoada e enorme era sua gratidão, amor e reconhecimento por Jesus tê-la libertado de suas prisões exteriores e interiores. "Só se tem saudade do que é bom"... dá pra imaginar o sufoco que a saudade estava causando no coração daquela mulher?
 
A experiência vivida por Maria naquela manhã é um convite para nossa reflexão de hoje. Todos nós somos chamados a vivermos nossa experiência concreta com o amor transformador e revigorante de Jesus. Engana-se quem pensa que todas as obras, todos os milagres, todas as transformações de vida efetuadas por Jesus ficaram paradas naquele tempo em que Ele caminhava pelas estradas da Galileia.
A boa notícia do domingo de Páscoa é que JESUS ESTÁ VIVO e continua fazendo as mesmas coisas que lemos nos Evangelhos, pois Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre.
 
Seria ignorância, e muita, se pensássemos que o número enorme de pessoas que dão testemunho da ação libertadora de Jesus em suas vidas é apenas fanatismo ou alguma espécie de lavagem cerebral ou controle mental. Não podemos calar nossas bocas diante de tudo aquilo que temos experimentado e testemunhado.
E o convite de viver experiências concretas com Jesus não é apenas para poucos escolhidos, É PARA TODOS!
Olhe para sua vida, sua história... você já experimentou o sopro divino do Espírito Santo te preenchendo? Já experimentou o toque de Jesus? O olhar do Mestre te fitando?
Lembro-me bem de quando era criancinha e parei para observar um crucifixo de parede, que havia em minha casa, pela primeira vez. Não encontrava sentido para aquele homem estar pregado em uma cruz. Achava aquilo estranho. Aos poucos a catequese foi fazendo seu papel em me apresentar aquele homem. Eu o conheci de nome durante muito tempo em minha vida, ouvia a respeito das histórias que Ele havia protagonizado, mas não havia sido apresentado pessoalmente àquela pessoa. Foi há pouco mais de 13 anos que isso aconteceu e eu vi o Senhor, verdadeiramente, pela primeira vez.
 
Ele me olhou nos olhos, me perdoou, me amou e mostrou que sempre havia caminhado comigo. A partir de então, eu busquei sempre caminhar com Ele também. Infelizmente ainda houve momentos em que acabei me distanciando dEle, mas a saudade de seu olhar e de seu amor verdadeiro fazem sempre que busque me aproximar mais e mais.
 
Só sabe bem o que estou falando quem dividiu momentos de suas vidas com o Senhor. É verdadeiramente um laço de amizade que se torna mais forte, mais estreito, à medida em que vamos partilhando momentos de dor e de alegria.
 
O convite de hoje é para você repensar sua vida, analisá-la profundamente para que você possa dizer para si mesmo se, a exemplo do que aconteceu no Evangelho de hoje, você verdadeiramente experimentou e viu o Senhor.
 
Grande abraço fraternal,
 
 
Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 28,8-15

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 8as mulheres partiram depressa do sepulcro. Estavam com medo, mas correram com grande alegria, para dar a notícia aos discípulos. 9De repente, Jesus foi ao encontro delas, e disse: “Alegrai-vos!” As mulheres aproximaram-se, e prostraram-se diante de Jesus, abraçando seus pés.
10Então Jesus disse a elas: “Não tenhais medo. Ide anunciar a meus irmãos que se dirijam para a Galiléia. Lá eles me verão”. 11Quando as mulheres partiram, alguns guardas do túmulo foram à cidade, e comunicaram aos sumos sacerdotes tudo o que havia acontecido. 12Os sumos sacerdotes reuniram-se com os anciãos, e deram uma grande soma de dinheiro aos soldados, 13dizendo-lhes: “Dizei que os discípulos dele foram durante a noite e roubaram o corpo, enquanto vós dormíeis. 14Se o governador ficar sabendo disso, nós o convenceremos. Não vos preocupeis”.
15Os soldados pegaram o dinheiro, e agiram de acordo com as instruções recebidas. E assim, o boato espalhou-se entre os judeus, até o dia de hoje.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Ele está no meio de nós


Bom dia queridos irmãos!!!

Mais uma vez temos o privilégio de nos reunirmos em torno do Evangelho de Jesus e podermos saborearmos de suas palavras.

Ao lermos as frases dessa santa mensagem de hoje, percebemos que somos muito importantes para o Senhor, confirmando o que já sabemos: O Senhor nos ama imensamente. Depois de sofrer tudo que passou, desde sua prisão até a crucificação, Jesus ainda se deixou encontrar divinamente e em verdadeiro esplendor de Glória.

O bom é sabermos que Ele está ainda hoje no nosso meio, dando-nos vida através do Espírito Santo.

Jesus poderia ter feito tudo diferente e subir ao Pai sem ao menos se deixar notar pelos seus. Poderia Ele ser apenas o "Deus nas Alturas", "Hosana ao Rei". Mas não, Ele não somente o é isso tudo como também se mostra o Senhor glorioso que se mistura ao povo, que se deixa alcançar pelos fracos e miseráveis que somos.

Aquelas mulheres, retratadas no evangelho, são umas privilegiadas. Quem não gostaria de poder vir e adorar Jesus Ressuscitado, e em primeiro lugar? Porém, elas conseguiram alcançar essa graça somente depois que Jesus disse que era para elas trocarem o sentimento de medo pelo de alegria, pois, Ele estava VIVO.

Quantas vezes irmãos nós nos enchemos de pavor diante de nossas situações da vivência diária e não alegramos nosso coração por saber que o Senhor Deus vive em nós? Quantas vezes nos preocupamos demasiadamente, quando poderíamos fazer o melhor, entregar e confiar em Jesus?

Somos fracos! Isso é inegável. Só não podemos ter medo de assumir nossas angústias e nos lançarmos em direção ao Deus que se deixa encontrar. Não precisamos ter vergonha de assumir que necessitamos de Deus a todo instante de nossas vidas! Somo Humanos!

Pois bem, se não nos colocarmos diante de Jesus, corremos o risco de agirmos como os Sumo Sacerdotes, de fazer tudo errado em nossa vida, agindo de acordo com nossos propósitos e não observando a maravilhosa presença de Jesus no nosso dia-a-dia.

Não podemos convencer ninguém a nada, como aqueles anciãos da época de Jesus. Somente O Senhor é quem pode algo, desde que abramos nosso Ser para as ações esplendorosas do Espírito Santo, e, diga-se de passagem, são infinitas. Peçamos ao Senhor então a graça de nos abrirmos para a ação de suas bençãos:

"Amado Jesus, viemos aqui hoje te pedir que venha habitar nosso ser e fazer morada viva e verdadeira com teu Espírito Santo em cada um de nós. Reconhecemos que tu és o Deus Ressuscitado e que pode mudar situações. Muda em nós o que o mundo construiu de falso, o que o mundo articulou em nosso interior. Sem ti Senhor, não somos capazes de realizar as coisas benéficas a nós mesmos, mas contigo somos capacitados a agir da maneira necessária para as graças serem apresentadas no dia-a-dia e diante de qualquer situação. Fica conosco Senhor! Mostre tua Face! Queremos ser privilegiados da sua companhia também! Por isso te pedimos que esteja aqui do nosso lado!
Amém".


Klênia Pereira e Marcos Piter
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 20,1-9

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido tirada do túmulo.
2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.
3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo.
4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo.
5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou.
6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão
7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.
8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou.
9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.
  
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
 
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 16,1-7

— O Senhor esteja conosco!

— Ele está no meio de nós!
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

1Quando passou o sábado, Maria Madalena e Maria, a mãe de Tiago, e Salomé, compraram perfumes para ungir o corpo de Jesus.
2E bem cedo, no primeiro dia da semana, ao nascer do sol, elas foram ao túmulo.
3E diziam entre si: “Quem rolará para nós a pedra da entrada do túmulo?”
4Era uma pedra muito grande. Mas, quando olharam, viram que a pedra já tinha sido retirada.
5Entraram, então, no túmulo e viram um jovem, sentado ao lado direito, vestido de branco.
6Mas o jovem lhes disse: “Não vos assusteis! Vós procurais Jesus de Nazaré, que foi crucificado? Ele ressuscitou. Não está aqui.
7Vede o lugar onde o puseram. Ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele irá à vossa frente, na Galiléia. Lá vós o vereis, como ele mesmo tinha dito”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

O Sepulcro Está Vazio

 
Muito bom dia, meus irmãos!
 
Quanta graça temos recebido ao longo dessa semana!
 
Semana Santa, tempo de conversão. Tempo de deixarmos nossas máscaras de filhos pródigos caírem e voltarmos aos braços do Pai.
 
A leitura de hoje nos faz refletir uma verdade muitas vezes esquecida por boa parte de nossos irmãos: Jesus desceu da cruz e o sepulcro não foi capaz de O segurá-lo!
 
Infelizmente essa não é a verdade para muitas pessoas conhecidas nossas. Vivem como se fossem sozinhas no mundo, abandonadas, sem proteção, sem refúgio. Sabem que existe um vazio enorme em seus interiores e querem preencher tal vazio, só não sabem como fazer isso.
 
Certa vez li em uma revista que o cantor Nando Reis, que é ateu declarado, sentia "saudade" de acreditar em Deus, pois sabia bem que as pessoas que nEle acreditam de verdade acreditam que nunca estão sozinhos e sabe que o Senhor é refúgio, proteção e força para nós e para os que são importantes para nós.
 
Vivemos, muitas vezes, como órfãos. Sentimos como se o mundo inteiro lutasse contra nós e nos empurrasse contra a parede. Deixamos de acreditar na verdade de que há quase dois mil anos atrás uma pessoa se doou por amor por todos nós e venceu a morte, para nos mostrar que Ele é capaz de ultrapassar qualquer barreira.
 
Não devemos procurar no sepulcro aquele que está vivo e habita no meio de nós! É nEle que devemos depositar toda nossa esperança!
 
Talvez você se lembre da vez que aquele cego, filho de Bartimeu, teve seu encontro pessoal com Jesus. Era óbvio que aquele homem queria ser curado, mas Jesus quis escutar de sua própria boca o que ele queria que o Mestre fizesse.
 
Assim é com cada um de nós. O Senhor sabe de todas as coisas, tudo conhece sobre nós, mas espera que nós mesmos falemos para Ele que milagre queremos que Ele faça em nossa vida.
 
Qual é o milagre que você espera alcançar? Que bênção você precisa para a sua vida? Você já partilhou com Jesus sobre sua necessidade?
 
Hoje é momento de graça, hoje é tempo de restauração. O Senhor apenas espera que você aponte o caminho para que Ele faça o resto.
 
Não se esqueça que para aquele que venceu a morte, nada é impossível.
 
Grande abraço fraternal,
 
 
Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN