Ocorreu um erro neste gadget

Evangelho do dia - Mateus 13, 54-58

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

1Naquele tempo, a fama de Jesus chegou aos ouvidos do governador Herodes. 2Ele disse a seus servidores: “É João Batista, que ressuscitou dos mortos; e, por isso, os poderes mira culosos atuam nele”. 3De fato, Herodes tinha mandado prender João, amarrá-lo e colocá-lo na prisão, por causa de Herodía des, a mulher de seu irmão Filipe.
4Pois João tinha dito a He ro des: “Não te é permitido tê-la como esposa”. 5Herodes queria matar João, mas tinha medo do povo, que o considerava como profeta. 6Por ocasião do aniversário de Herodes, a filha de Hero díades dançou diante de todos, e agradou tanto a He ro des 7que ele prometeu, com juramento, dar a ela tudo o que pedisse.
8Instigada pela mãe, ela disse: “Dá-me aqui, num prato, a cabeça de João Batista”. 9O rei ficou triste, mas, por causa do juramento diante dos convidados, ordenou que atendessem o pedido dela. 10E mandou cortar a cabeça de João, no cárcere. 11Depois a cabeça foi trazida num prato, entregue à moça e esta a levou a sua mãe. 12Os discípulos de João foram buscar o corpo e o enterraram. Depois foram contar tudo a Jesus.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 10,38-42

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. 39Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra. 40Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!”.
41O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. 42Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Saber Escutar Jesus




Bom dia, amados do Senhor!

Algo interessante acontece neste trecho, duas pessoas diante de Jesus com atitudes diferentes.Uma se põe a ouvir as "palavras" de Jesus, e outra se põe a servir.


  

Deste ponto, partimos para a nossa vida...
  

Quantas vezes observamos em nós e em nossas comunidades as atitudes de Marta e Maria? Uns só querem rezar, enquanto outros só querem servir, e tudo que fazemos sem a orientação da palavra do Senhor, fazemos errado ou acabamos não fazendo a vontade Dele em nossa vida. Depois ainda fazemos como Marta, nos revoltamos e nos achamos no direito de exigir que Deus faça a nossa vontade e não a Dele.
  

Quantas vezes nos ocupamos com os afazeres e deveres do dia a dia e não tiramos sequer um tempo para sentar aos pés do Senhor e ouvir a sua voz e a direção que Ele tem para nossa vida? Hoje, sentar aos pés do Senhor quer dizer adorar. Ouvir sua voz e depois se por a serviço dos irmãos. 
  

Amados, Maria teve uma atitude muito bonita aos olhos do Pai, pois ela se derramou aos pés de Jesus, colocou alí todas as suas misérias e, depois, deu o que tinha de melhor, escutou o que Jesus tinha a lhe dizer. 
  

Quantas vezes Jesus nos espera ansioso para que O escutemos e nós não sabemos calar e escutá-lo? Quantas vezes trilhamos caminhos que não agradam a Deus por não conseguirmos calar e escutar a voz do Pastor?
  

Peçamos ao nosso Deus discernimento para saber falar e ouvir, para conseguirmos ser "Martas e Marias", pois a vida perfeita aos olhos de Deus é a junçao destas duas personagens e de suas atitudes.
   

  


Eloneide e Renato
Leia Mais

Evangelho do dia - Mateus 13, 36-46

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 36Jesus deixou as multidões e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: “Explica-nos a parábola do joio!” 37Jesus respondeu: “Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. 38O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. 39O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os ceifadores são os anjos. 40Como o joio é recolhido e queimado ao fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: 41O Filho do Homem enviará os seus anjos e eles retirarão do seu Reino todos os que fazem outros pecar e os que praticam o mal; 42e depois os lançarão na fornalha de fogo. Ali haverá choro e ranger de dentes. 43Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Explicação da parábola do joio: o discernimento



Nesta parábola, Ele fala como se a terra fosse um campo de trigo, no meio do qual nasce também o joio. E explica que o joio precisava crescer junto com o trigo até a colheita, para depois ser retirado, evitando assim que, ao arrancar o joio, com ele fosse arrancado o trigo. Diante da incompreensão dos discípulos Jesus se põe a explicar o significado de cada elemento que aparece na parábola. O que semeia a boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno. O inimigo que o semeou é o Diabo. A colheita é o fim do mundo. Os ceifadores são os anjos. Portanto, tanto Jesus como o Diabo são semeadores. Jesus semeia o bem, enquanto o Diabo semeia o mal. É como dissesse: Se você pratica o bem, colhe o bem, se pratica o mal, colhe o mal. Era a grande proposta de Deus para cada um de nós: o discernimento. Jesus não se propôs a separar o joio do trigo fora do tempo, e nem o demônio. Ambos estavam fazendo a sua parte: semeando.

Deus deseja que saibamos viver na busca do discernimento. Se o conseguirmos, estaremos preparados para a colheita. Jesus quis, pois, alertar para o seguinte: O Diabo está fazendo o mesmo que faço: semeando; se vocês souberem discernir o bem do mal e tiverem força para seguir o bem, no final, quando Deus vier julgar, e só Ele tem o poder de separar o bem do mal, vocês estarão preparados para participar do Reino do Pai.

Jesus quis dar uma explicação bem clara para que a humanidade, através dos séculos, assimilasse aquela verdade. Ele poderia ter explicado outras parábolas, também, mas não o fez. E por que esta foi explicada com tanto detalhe? Porque, aqui, Deus nos propõe que sejamos astutos e inteligentes.

A colheita será uma só. Tanto se colhe bem o trigo como o joio; tanto se faz uso do trigo como do joio, embora tenham sentidos diametralmente opostos. O importante é sabermos de que lado estamos nos posicionando. Devemos passar por esta vida dialogando sempre com Deus, pedindo, procurando, exercendo a experiência do discernimento, questionando-o: “Deus, eu não entendi! O que está acontecendo? Me explica! Jesus, vamos conversar?Hoje, quero te escutar.”

Aqui aprendemos, também, como proceder num reino que não é nosso, não é de Deus, mas que é tão forte, que matou o Filho de Deus. Jesus ressuscitou para mostrar que existe um reino mais poderoso. Mas, quando humanizado, sofreu todos os pendores deste mundo. Não se cria um reino dentro de outro. Um tem de ser eliminado, para o outro existir.

Jesus quer nos dizer: Tenham o discernimento para viver num reino que não é de Deus. Saibam passar por isto com astúcia e sabedoria, para depois encontrarem, realmente, o Reino de Deus. Nesta vida terrena não o temos. Por isso pedimos: Venha a nós o vosso Reino! Deus quer que Seu Reino venha e substitua o que está aqui. Não se fortalece e nem se cria dois reinos no mesmo local. Dialogue com Deus, para que Ele possa lhe falar essas coisas. Para que tenha discernimento, tenha amor nas palavras, firmeza no momento de responder determinadas coisas, como provocações e questionamentos em sua vida. Em suas orações, deve sempre pedir a Deus: Meu Deus, eu quero ter a capacidade de estar do Teu lado, contado entre o trigo e não entre o joio. Dai-me esta graça Senhor, eu quero ser trigo. Que as pressões dos filhos do Maligno jamais sejam suficientemente fortes para me levar a renunciar à minha condição de filho do Reino. Quero estar sempre a Teu serviço.

Autor: Padre Bantu - Canção Nova.

Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 13,31-35

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 31Jesus contou-lhes outra parábola: “O Reino dos Céus é como uma semente de mostarda que um homem pega e semeia no seu campo. 32Embora ela seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior do que as outras plantas. E torna-se uma árvore, de modo que os pássaros vêm e fazem ninhos em seus ramos”.
33Jesus contou-lhes ainda outra parábola: “O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado”.
34Tudo isso Jesus falava em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar parábolas, 35para se cumprir o que foi dito pelo profeta: “Abrirei a boca para falar em parábolas; vou proclamar coisas escondidas desde a criação do mundo”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Ser como a Semente de Mostarda


Bom dia irmãos amados, que o Senhor possa vir de encontro ao nosso coração nesta manhã e trazer-nos a sua sementinha de paz, amor, alegria, e possamos estar abertos para que esta germine em nós, produzindo os frutos do Espírito Santo de Deus.
 
O evangelho de hoje nos traz duas parábolas contadas por Jesus. As parábolas eram muito utilizadas pelo Nosso Senhor, para explicar sobre as coisas do Reino de Deus, justamente para que todos pudessem abrir suas mentes e refletindo compreender a grandeza dos planos dEle.
  
Na primeira parábola Jesus compara o Reino dos Céus a uma semente de mostarda, pois esta por ser tão pequena geralmente não era tão valorizada, e muitos nem a percebiam; assim, Jesus a compara com o Reino de Deus pois muitos não o enxergavam, não conseguiam compreender que assim como a semente da mostarda cresce e serve de abrigo para os pássaros, o Seu reino também cresceria, de forma humilde, simples, porém com raízes profundas e bases sólidas, e seria capaz de abrigar a todos nós.
   
Já a segunda parábola nos fala sobre o fermento, e nesta parábola o intuito do Senhor é fazer com que entendamos que assim também é o reino de Deus, pois o fermento quando misturado a outros ingredientes, modifica-o, transforma-o, assim como acontece com todos os que se encontram com o Senhor, pois quando O conhecemos e vamos de encontro com a proposta do Seu reino, também não podemos mais ser os mesmos, não apenas nos envolvemos com Ele, mas somos transformados por Sua palavra, e pelo seu amor que modifica nossos corações e toda a nossa vida.
   
Jesus também tinha a intenção de dizer que nossa fé deve ser cultivada assim como a semente da mostarda e praticada com o mesmo propósito do fermento,de aumentar ela em proporção de milagres para a nossa vida prática. Portanto, somos convidados a darmos os passos necessários para a prática a fim de aumentar nossa fé. 
  
Que possamos parar por um instante e analisar se estamos permitindo ao Senhor que sejamos transformados por Ele, e deixando crescer em nós os frutos do Reino de Deus, como é o propósito de Nosso Senhor. Peçamos a Ele a graça de sermos tão simples e humildes como a semente da mostarda, mas que quando semeada cresce de uma forma grandiosa para honrar e glorificar ao Senhor. 
   
 
Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 6,1-15

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 1Jesus foi para o outro lado do mar da Galileia, também chamado de Tiberíades.
2Uma grande multidão o seguia, porque via os sinais que ele operava a favor dos doentes. 3Jesus subiu ao monte e sentou-se aí, com os seus discípulos.
4Estava próxima a Páscoa, a festa dos judeus.
5Levantando o olhos e vendo que uma grande multidão estava vindo ao seu encontro, Jesus disse a Filipe: “Onde vamos comprar pão para que eles possam comer?”
6Disse isso para pô-lo à prova, pois ele mesmo sabia muito bem o que ia fazer.
7Filipe respondeu: “Nem duzentas moedas de prata bastariam para dar um pedaço de pão a cada um”.
8Um dos discípulos, André, o irmão de Simão Pedro, disse: 9“Está aqui um menino com cinco pães de cevada e dois peixes. Mas o que é isto para tanta gente?”
10Jesus disse: “Fazei sentar as pessoas”. Havia muita relva naquele lugar, e lá se sentaram, aproximadamente, cinco mil homens.
11Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, tanto quanto queriam. E fez o mesmo com os peixes.
12Quando todos ficaram satisfeitos, Jesus disse aos discípulos: “Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca!”
13Recolheram os pedaços e encheram doze cestos com as sobras dos cinco pães, deixadas pelos que haviam comido.
14Vendo o sinal que Jesus tinha realizado, aqueles homens exclamavam: “Este é verdadeiramente o Profeta, aquele que deve vir ao mundo”.
15Mas, quando notou que estavam querendo levá-lo para proclamá-lo rei, Jesus retirou-se de novo, sozinho, para o monte.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Repartir




Bom dia queridos irmãos!

O Evangelho de hoje fala do milagre da multiplicação dos pães. Jesus fez o milagre a todas aquelas pessoas que o seguia. Podemos ver muitos pontos. Um deles é a fé. Se colocar no lugar de um daqueles discípulos não é fácil; e se colocar no lugar de Jesus então? Muitos de nós com certeza se desesperaria, com a velha fala “Meu Deus, eu não consigo, me ajude, não sou capaz”. Bem, nós não somos mesmo capazes, mas onde é que está nossa fé? Se Deus é capaz não com que se preocupar, não é mesmo?



Entra também nessa passagem, a caridade. Mostra o quanto Jesus se importa com suas ovelhas. Ora, se Ele é o Senhor, não tinha que se preocupar, poderia ir embora, afinal, não havia comida suficiente. Mas não! Jesus não teve medo; Ele teve fé e realizou um milagre. Mas para aqueles que estavam O seguindo. Deus é misericordioso com seus seguidores. Se seguirmos a Deus não há com que se preocupar.

Com essa leitura, não é nenhuma dúvida que Jesus é o Senhor. Ele não é um simples profeta. Jesus é Deus, são apenas um, e não há porque ter dúvidas. Só Deus pode realizar milagres.

Esse evangelho nos chama também a repartir o pão; Jesus soube repartir o pão com uma multidão, nós não podemos fazer milagres como esse, mas podemos ajudar nosso irmão, nós podemos repartir nosso pão. Muitas pessoas ao nosso lado precisam de algo, que às vezes, só nós mesmos podemos dar. Talvez não seja o pão, mas seja um conselho, uma palavra amiga ou até mesmo, a presença somente. Isso é muito pouco, todos nós somos capazes.

Vamos então, como Jesus, multiplicar nossos pães. Não podemos fazer milagres, mas podemos repartir a Palavra de Deus com todos. Podemos sim, espalhar e dá-la a multidão. Os ensinamentos que Deus nos dá, são para ser compartilhados. Não sejamos egoístas.

Que possamos então refletir sobre essa palavra. Que tenhamos muita fé e saibamos repartir o pão a partir de hoje.

Um grande abraço!


Cinthya Cardoso de Araújo
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 20,1-2.11-18

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quan­do ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2Então saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmu­lo, e não sabemos onde o colocaram”.
11Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12Viu, então, dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés.
13Os anjos perguntaram: “Mulher, por que choras?” Ela respondeu: “Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram”. 14Tendo dito isto, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. 15Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? A quem procuras?” Pensando que era o jardineiro, Maria disse: “Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar”.
16Então Jesus disse: “Maria!” Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabuni” (que quer dizer: Mestre). 17Jesus disse: “Não me segures. Ainda não subi para junto do Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”. 18Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o Senhor!”, e contou o que Jesus lhe tinha dito.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A ovelha conhece a voz do Pastor!




Jesus disse: Maria!
Maria responde: Rabôni (mestre).
  
E assim se faz o envio de Jesus à Maria, que como mulher recebe uma tarefa de quebrar barreiras, romper preconceitos e reconhecer a igualdade de todos para Deus.

Ela é enviada a levar a noticia ou a boa nova da ressureição do mestre. E veja que nos deparamos com essa situação em nossas vidas, pois sempre ou quase sempre estamos olhando de fora de nossas vidas chorando os acontecimentos e não percebemos a voz de Jesus que nos pergunta:

Porque choras? Quem procuras?

Ficamos parados nos acontecimentos e não percebemos Jesus em pé na nossa frente a nos perguntar. E neste evangelho vemos a confirmação de que somos filhos de Deus:

"Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus."

E é por sermos filhos que devemos parar de chorar, ouvir a voz do Pastor e responder: "Mestre" e então nos colocarmos a serviço mesmo chorando nossos problemas, mesmo não nos sentindo preparados, pois Deus nos dá sinais, nos chama pelo nome e nos envia.

É o próprio Jesus que nos diz: " Vai aos meus irmãos". Olha que o mais importante é que Jesus nos dá pequenos sinais de sua presença; e neste evangelho Ele se deixa conhecer quando chama Maria pelo nome.

Irmão, e na sua vida quais os sinais de Deus que você não está reconhecendo?




Eloneide e Renato
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 12,46-50

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”. 48Jesus pergun­tou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Amigos e Irmãos em Jesus




Muito bom dia, meus amigos!

Para o leitor descompromissado com a palavra e que passa despercebido com pressa sobre os versículos pode até pensar que Jesus "ignorava" sua mãe e seus parentes. Eu DISCORDO, com todas as letras garrafais, desse tipo de interpretação. Tendo em vista que Jesus obedecia e vivia plenamente os mandamentos de Deus, Ele seria incapaz de desrespeitar o mandamento do Decálogo que diz que devemos honrar pai e mãe... ou você acha que Ele seria capaz disso?


"Senhor, quero te agradecer, hoje, pelas pequenas coisas que me cercam e acontecem e que muitas vezes passam despercebidas, envolvidas pela correria diária... Obrigado pelo ar que respiro; obrigado por ter um teto pra descansar à noite; obrigado pela minha família; por meus amigos; obrigado por sempre me proteger no meu dia a dia; obrigado pelo sol que se levanta... Muito obrigado porque sempre está bem perto de mim, me protegendo, me amando, me guiando rumo à verdadeira felicidade... Glórias e louvores a Ti, meu Deus!"

Amigos, muito interessante nossa passagem de hoje, não é?
  
Muito se diz, polemicamente, sobre os irmãos e irmãs de Jesus, se você tem essa dúvida ainda, existe um artigo nesse blog muito rico sobre o tema,é só clicar aqui que será direcionado para ele.... O artigo é do dia 16 de julho do ano passado e é a respeito dessa mesma passagem de hoje.
  
Por hoje, quero analisar nossa passagem a partir de uma ótica diferente: A família divina criada entre aqueles que seguem a palavra de Deus.
  
Quando vou fazer minhas reflexões, gosto muito realmente de ficar um certo tempo refletindo, ruminando, a palavra em questão. Geralmente leio, uma, duas vezes antes de dormir e fico remoendo a passagem em mim, de modo que durmo pensando na palavra.
  
Ao acordar hoje, lembrei-me de meus primeiros anos na Renovação Carismática. Tínhamos uma bandinha que tocava em nosso grupo de oração e vivíamos com tanto entusiasmo pela obra, que as pessoas, aos poucos, se aproximavam de nós, começavam a caminhar conosco, nos ajudando nos eventos em que participávamos e, de repente, estavam fazendo parte da banda... mesmo não sabendo tocar nada!
  
Assim se formou a família Via Crucis. E posso dizer que foi linda, em toda concepção dessa palavra. As pessoas sentiam necessidade de estarem juntas, de fazerem projetos juntos, de viverem a radicalidade do Evangelho. Porém, como toda árvore tem seu ciclo vital, ela nasceu, cresceu, deu frutos e morreu.
  
Lembro-me bem que ao perguntar a um amigo o motivo de ele ter se juntado a nós, ele respondeu que no início ele via algo de difente entre nós e quis saber o que era. Ao se aproximar, provou da água do Espírito Santo e entendeu bem que os que dela bebem juntos, tornam-se irmãos, tornam-se família.
  
É nesse contexto que acredito que Jesus diz hoje, em nosso Evangelho, que “aquele que faz a vontade do Pai, que está nos céus, esse é Seu irmão, Sua irmã e Sua mãe” (Mt 12, 50), pois todos nós passamos a fazer parte da mesma família de filhos e filhas de Deus.
  
Assim vejo, hoje, meus irmãos do grupo de oração. São como irmãos que escolhemos ter, amigos fiéis que nutrem o amor em sua essência, aquele que só vem de Deus. E quando passamos a viver essa experiência de provar do amor que vem de Deus, passamos a amar, verdadeiramente, até mesmo aquelas pessoas que nunca vimos na vida! Sofremos com seus sofrimentos, ficamos incomodados com suas necessidades e passamos a nos doar por eles. Só quem já experimentou isso para saber quão gostoso e incomparável é...
  
Lembro-me bem da experiência de uma amiga que sempre teve dificuldades em suas amizades seculares e não acreditava que existissem, de fato, amizades verdadeiras, sem jogos de interesse e, depois de grandes decepções, relutava em investir em novas amizades. Ela nem percebeu, depois de entrar em um grupo de oração, que começou a se aproximar paulatinamente das pessoas, viver experiências concretas de oração e, de repente, seu coração se abriu para novas amizades, curando os traumas do passado.
  
Se você ainda não conhece tudo isso que acabou de ler, não experimentou ainda, o que te convido é experimentar do verdadeiro amor que vem do céu. Não há livros de receita, não há fórmulas mágicas, é só se abrir para o mover do Espírito Santo.
  
Que você possa viver uma verdadeira experiência do amor de Deus nesse final de semana!
   

Grande abraço fraternal,
  


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 12,38-42

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38alguns mestres da Lei e fariseus disseram a Jesus: “Mestre, queremos ver um sinal realizado por ti”. 39Jesus respondeu-lhes: “Uma geração má e adúltera busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas.
40Com efeito, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim também o Filho do Homem estará três dias e três noites no seio da terra. 41No dia do juízo, os habitantes de Nínive se levantarão contra essa geração e a condenarão, porque se converteram diante da pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas.
42No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra essa geração, e a condenará, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Crer e esperar


 

Bom dia, amados irmãos!

Que o Senhor possa preencher nossos corações neste dia com o seu amor e misericórdia e que possamos sentir a presença do Espírito Santo em nossas vidas ao longo desta semana.

O evangelho de hoje nos fala de algo muito comum ainda nos dias de hoje, pois somos muitas vezes como estes mestres da Lei e fariseus buscando sinais para crermos na ação e na presença de Jesus em nossas vidas.

Somos muitas vezes como nos diz o Senhor no evangelho de hoje, uma geração má e adúltera. Quantas vezes nós ainda questionamos a Deus sobre o que nos acontece, pedimos a Ele um sinal de que Ele nos ama, que está conosco? Mesmo depois de tudo que conhecemos, de tudo que já vivemos e experimentamos através da presença misericordiosa de Nosso Senhor ainda duvidamos. Falta-nos fé, esta que nos faz crer que nada do que nos acontece está longe dos olhos do Senhor, que Ele tudo vê, que Ele sabe de todas as angústias que vivemos, de todo sofrimento, de todo medo, de toda insegurança, de todos os sonhos que temos, e que Ele nos ama e deseja somente o nosso bem, e tem preparado algo muito melhor do que podemos imaginar. Crer e esperar somente, nAquele em quem tudo podemos!

Sabemos de fato que o Senhor só tem o melhor a nos dar, então peçamos ao próprio Senhor a graça de confiarmos Nele, de lhe sermos fiéis, como discípulos verdadeiros e que sabemos onde estamos depositando a confiança. Possamos nós acolher em nossos corações esta fé, este amor, esta certeza de que no tempo oportuno Deus honra todos aqueles que Nele esperam, que não se curvam diante das tristezas, das dificuldades e aparentes situações contraditórias deste mundo. Louvemos e agradeçamos amados ao Senhor que nos capacita para vivermos como discípulos fiéis e tem o melhor preparado para nós, basta que nos entreguemos, confiemos e vivamos os planos que Ele tem para nós.

“Senhor, te louvamos nesta manhã por tudo que tem nos ensinado, te louvamos pelo dom da vida, pelo alimento que temos todos os dias em nossas mesas, pelo amor, pela esperança, pela fé que o Senhor reaviva em nós agora; cremos e esperamos somente em Ti, mesmo diante de todas as opções que o mundo nos oferece e por isso também te rendemos graças, pois nos tem fortalecido para vivermos conforme a Tua vontade. Te pedimos a graça de sermos a cada dia mais fiéis ainda, mais fortes, mais firmes e corajosos para viver o Teu plano de amor. Obrigada Senhor pois não desististes de nós, e nos ensina que devemos apenas crer, e o mais o Senhor fará por nós e em nós. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado!"



Klênia e Marcos.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 6,30-34

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo São Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 30os apóstolos reuniram-se com Jesus e contaram tudo o que haviam feito e ensinado.
31Ele lhes disse: “Vinde sozinhos para um lugar deserto e descansai um pouco”. Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo que não tinham tempo nem para comer.
32Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. 33Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles. Saindo de todas as cidades, correram a pé e chegaram lá antes deles.
34Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.

        
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Fazer e Ensinar

 

Bom dia, meus irmãos!

O Evangelho de hoje mostra uma das constantes preocupações de Jesus: o cuidado que Ele tem com os discípulos, sua compaixão. Mostra um pouco do que Jesus é. Trazendo para nosso dia-a-dia, podemos observar que Deus sempre está disposto a nos ensinar e a nos ajudar, pois Ele é o bom pastor.



Outra coisa que podemos observar é quando os discípulos chegam, eles dizem para Jesus tudo aquilo que fizeram e ensinaram. Nós também devemos ensinar, e mais: devemos contar tudo aquilo que fazemos para nosso Pai, pois Ele é quem nos guia.

Será que estamos fazendo e ensinando? Será que estamos contando para Deus tudo aquilo que fazemos? Se não estamos, é hora de começar...

Fazer e ensinar... é tudo que Jesus quer que façamos, não podemos cruzar os braços e esperar que o milagre caia, ou que nossas dificuldades desapareçam num “passe de mágica”. Só Deus pode fazer milagres, mas para isso é necessário que nós façamos nossa parte.

Jesus quer nos amparar. Muitas vezes estamos no lugar daquelas pessoas que precisam de ajuda e Deus sempre estará lá, para ajudar. Mas o que Ele quer é que sejamos seus discípulos, para que possamos pregar sua Palavra.

Que possamos refletir sobre isso nesse domingo.

Grande abraço!


Cinthya Cardoso de Araújo
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 11,25-27

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

25Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. 26Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. 27Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Chamados à Humildade



Na quarta-feira passada Jesus nos envia às ovelhas perdidas de Israel e nos dá poder e autoridade para fazermos os mesmos milagres que Ele fez. Hoje nos diz que devemos ser pequenos para entendemos o que Ele e o Pai sabem. pois só se conhece o reino dos ceus através da SIMPLICIDADE, HUMILDADE, OBEDIÊNCIA e AMOR.



Além disso, também nos relembra que "Deus não escolhe os capacitados mas capacita seus escolhidos".

Como então mudar o rumo de nossa vida?

Quase sempre nos encontramos em situações contrárias ao que nos diz a palavra. E aqui está contida a chave que abre a porta do céu para nós: sermos simples, humildes, obedientes e amorosos.

Se passarmos pelo antigo-testamento, veremos estas palavras traduzidas em vidas que foram escolhidas por Deus para serem sinais visiveis da graça de Deus, pessoas que viviam extremamente com essas características, Abraão, Moisés (gago) e tantos outros que deram suas vida para levar o reino de Deus a todos os povos.

No novo testamento, vemos o Filho de Deus fazer a mesma coisa nascendo do ventre de uma mulher com todas estes adjetivos e escolhendo por seus discípulos pessoas que também traziam em si estas qualidades, e que multiplicaram tal capacidade em prática depois de longos anos de caminhada ao lado do mestre e com o recebimento do Espirito Santo.

Portanto, ter estas qualidades e saber usá-las nos torna pequeninos conhecedores das vontades de Deus.

Sejamos os pequenos instruídos por Deus pois "ninguem conhece o Pai se o filho não o revelar"

Paz e bem.


Renato e Eloneide
Leia Mais

Evangelho do dia - Mateus 11, 20-24


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 20Jesus começou a censurar as cidades onde fora realizada a maior parte de seus milagres, porque não se tinham convertido.21“Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se os milagres que se realizaram no meio de vós tivessem sido feitos em Tiro e Sidônia, há muito tempo elas teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza. 22Pois bem! Eu vos digo: no dia do julgamento, Tiro e Sidônia serão tratadas com menos dureza do que vós. 23E tu, Cafarnaum! Acaso serás erguida até o céu? Não! Serás jogada no inferno! Porque, se os milagres que foram realizados no meio de ti tivessem sido feitos em Sodoma, ela existiria até hoje! 24Eu, porém, vos digo: no dia do juízo, Sodoma será tratada com menos dureza do que vós!” - Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.

Leia Mais

Cuidado com a tua indiferença



Ai de ti Corozim, ai de ti Betsaida! Assim começou o duro sermão do Senhor Jesus Cristo para aqueles que não O aceitaram, nem mesmo diante de tantos prodígios realizados. As cidades de Corazim, Betsaida e Cafarnaum foram comparadas a Tiro, Sidom e Sodoma, respectivamente. E, por terem recusado a Palavra Viva de Deus, aquela geração terá um julgamento no dia do juízo final mais duro do que haverá para as cidades pagãs as quais foram comparadas.
Recusaram porque queriam um Cristo que fosse conforme o que haviam imaginado. Um que seria de acordo com as suas leis, que os atendesse segundo os seus pedidos, que fizesse as suas vontades. Um Cristo que não incomodaria a sua maneira de viver, o seu proceder, que não os alertasse para o seu modo de vida. Não queriam um Cristo que pregasse arrependimento, nem um que pregasse um reino que não é desse mundo. Queriam a restauração de Israel ao modo deles, para serem dominadores do mundo, e que Deus os deixasse em paz e tomando conta da terra. Queriam e até hoje muitos querem o que desejam em seu íntimo, um deus conforme as suas necessidades: o anticristo!
O Evangelho de hoje é de grande riqueza, pois possui muitos pontos de reflexão. O nosso destino é parcialmente traçado por Deus. Ele não é totalmente planejado ou traçado, porque Deus respeita o nosso livre arbítrio, ou seja, ele nos dá o direito de aceitar ou não o seu chamado. Betsaida era uma das cidades que entristeceram Jesus. Porque a pesar de ter sido a terra natal de Pedro, André e Felipe, de ter sido o lugar onde Jesus fez a maior parte dos milagres, Corozim e Betsaida eram cidades totalmente corrompidas, incrédulas e interesseiras.
Nas nossas convivências com o ambiente corrompido pelos que têm poder, os grandes, os sábios e inteligentes se não vigiarmos também nós seremos alvos de censura. Senão veja se por falta de vigilância o poder não corrompe o homem? Lance o seu olhar na nossa política brasileira ou de todos os países. Quantos homens bons e honestos se corrompem ao entrar na política? Quantos jovens crentes não mudam suas atitudes cristãs ao entrarem na universidade? Quantos homens e mulheres cristãos não mudam suas aparências e seus atos ao entrarem em certos empregos ou quando sobem seu poder aquisitivo? Quantos servos de Deus, comprometidos com o evangelho têm esfriado, ou têm deixado Jesus porque assimilaram a corrupção do mundo, o pecado do mundo? Assimilaram os prazeres do mundo.
E tu que não estás com os pés e as mãos lançados na política também podes ser sujeito da censura do Mestre por causa da tua indiferença. E por isso também poderás ser excluído do reino de Deus.
E para que isto não aconteça Jesus levanta a sua voz e diz: Ai de ti, pai, ai de ti mãe, ai de ti jovem, ai de ti professor, ai de ti chefe! Porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, com saco e com cinza. Por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós. Tiro e Sidom eram cidades pagãs da Fenícia – atual Líbano, cidades que não viram os milagres e tudo o que Jesus fez. Portanto, presumi-se que por ignorância agiam e praticavam a maldade. Que o diz é o Próprio Jesus: Porque, se os milagres que foram feitos aí tivessem sido feitos na cidade de Sodoma, ela existiria até hoje. Pois eu afirmo a vocês que, no Dia do Juízo, Deus terá mais pena de Sodoma do que de ti.
Meu filho, minha filha, permita que te chame assim, não sejas morno, morna ou indiferente com o poder de Deus. Saia da lama, do barro que suja a tua alma, o teu espírito. Deixa te permanecer mergulhado, mergulhada no mundanismo. Tu e eu podemos ser a Betsaida de hoje quando nos mantemos indiferentes ante o sofrimento e a depravação dos nossos ambientes. Deus está falando e conversando conosco e nós fora de nós mesmos ou longe dos pensamentos deles! E às vezes dentro da própria Igreja ou na celebração litúrgica; Somos indiferentes quando sabemos da necessidade do irmão e não damos à mínima atenção; Somos indiferentes quando não andamos no caminho estreito, preferindo agir conforme a nossa vontade; Somos indiferentes quando achamos que Jesus irá tardar em voltar e que teremos muito tempo para desfrutar os prazeres da vida; Somos indiferentes quando conhecemos a Palavra de Deus, sabemos o que é do seu agrado e o que não é, conhecemos as profecias e relegamos tudo isso para o terceiro plano.
A nossa indiferença com Jesus poderá nos custar o preço de Corazim e Cafarnaum ou o preço das virgens néscias. O preço de ser deixados para trás. Quantos não vêm para Jesus por causa de problemas com os filhos ou com os pais? Muitas vezes é a perda trágica de um parente que nos faz sair da aldeia e buscar Jesus. Vivemos no nosso mundo egoísta, na nossa aldeia, no nosso conformismo, na nossa preguiça espiritual e muitas vezes não deixamos Jesus entrar nela. Colocamos muitas vezes nossos negócios, nossos alvos na frente de Jesus e não o reino de Deus em primeiro lugar. Muitas vezes estamos presos a religiões, culturas, idéias, traumas antigos, conceitos e preconceitos. E então, Jesus dirigindo-se a nós diz: Ai de ti Corazim! Ai de ti Betsaida! Converta-te para Deus e terás a vida eterna.
Pai, que eu seja movido à conversão e à penitência pelo testemunho de Jesus, o qual me atrai para ti.


Autor: Padre Bantu

Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,34–11,1

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10,34“Não penseis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer a paz, mas sim a espada. 35De fato, vim separar o filho de seu pai, a filha de sua mãe, a nora de sua sogra.
36E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares. 37Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim. Quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim, não é digno de mim. 38Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim.
39Quem procura conservar a sua vida vai perdê-la. E quem perde a sua vida por causa de mim vai encontrá-la. 40Quem vos recebe a mim recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. 41Quem recebe um profeta, por ser profeta, receberá a recompensa de profeta. E quem recebe um justo, por ser justo, receberá a recompensa de justo.
42Quem der, ainda que seja apenas um copo de água fresca, a um desses pequeninos, por ser meu discípulo, em verdade vos digo: não perderá a sua recompensa”. 11,1Quando Jesus acabou de dar essas instruções aos doze discípulos, partiu daí, a fim de ensinar e pregar nas cidades deles.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Exercitar o Desapego Às Coisas do Mundo




Bom dia, amados irmãos em Cristo! Que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja conosco ao longo desta semana. Peçamos a Ele a sabedoria e o amor para acolher aquilo que hoje Ele deseja nos falar.

Esta palavra de hoje, quando olhamos num primeiro momento, nos parece muito dura e até mesmo impossível de conseguirmos viver. Contudo, quando abrimos o nosso coração para entender o que o Senhor deseja nos falar, percebemos que Ele quer, assim como o fez aos seus doze discípulos, exortar a todos nós, também discípulos, a optarmos por Ele, pela vida, pelo amor e a não ficarmos pelo caminho, como tantos que muitas vezes desistem!


Os laços mais fortes que possuímos são os de sangue, a nossa família, e são as pessoas com as quais mais convivemos e amamos. E é justamente por isso que o Senhor diz:

"36E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares. 37Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim. Quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim, não é digno de mim."

O Senhor nos chama a exercitarmos o desapego total, de tudo aquilo que amamos, e que julgamos nos pertencer, pois estamos aqui apenas de passagem, e se não estivermos atentos a isso, podemos nos perder ao longo de nossa caminhada e assim perdermos a nossa própria vida. Devemos estar atentos ao apego não somente às pessoas, mas aos bens materiais, e a tudo que nos prende a este mundo, e que seja perigoso e prejudicial a todos nós. Estejamos vigilantes!

A palavra é muito clara irmãos: 38Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim.

Aqui o Senhor nos mostra que temos que assumir a nossa vocação de discípulos e segui-lo, independente das cruzes, das dores, do desânimo, das tribulações, das perseguições. Pois o amor do Senhor vale muito mais que tudo isso que possamos viver ao longo do caminho. É assim, que ganharemos a vida, perdendo-a por causa do Senhor, para muitos que ainda não se deixaram ser seduzidos pela graça e amor do Senhor isso é loucura, mas não para nós que O amamos e desejamos segui-lO até o fim.
Peçamos ao Senhor a perseverança e o sustento necessário para sermos discípulos fiéis à Ele!

"Senhor, desejamos sim perder nossa vida por amor à Ti, mas muitas vezes nos sentimos perdidos em nossa caminhada, pelos apegos às coisas do mundo, a pessoas e até mesmo em bens materiais. Te pedimos, Senhor, que envie o Teu espírito Santo sobre nós e nos conceda a graça de sermos libertos de todo apego exagerado, de tudo aquilo que nos consome de uma forma destrutiva e que nos afasta da Tua graça. Pedimos que aumente o dom do amor em nós, faça-nos transbordar de amor por Ti, Senhor, para que mesmo diante de tribulações nós tenhamos a força e a coragem para prosseguir rumo à Ti, rumo ao Céu, pois é aí que desejamos estar."


Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 6,7-13

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 7Jesus chamou os doze, e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros.
8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura. 9Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas.
10E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida. 11Se em algum lugar não vos receberem, nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés, como testemunho contra eles!”
12Então os doze partiram e pregaram que todos se convertessem. 13Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Chamados a Sermos Discípulos



Bom dia queridos irmãos!

Que a paz de Jesus esteja com vocês...

No Evangelho de hoje, Jesus chama seus discípulos e os ensina a proclamar a Palavra, e ter autoridade sobre espíritos impuros. Jesus nos chama a isso também; ou melhor: Ele chama somente os discípulos. Você tem sido discípulo de Jesus Cristo?



Fazendo este chamado, Jesus deposita muita confiança em seus discípulos, Ele os inclui em seu ministério. Nós todos somos chamados a sermos discípulos de Cristo, ou seja, o Senhor tem confiança em nós, acredita em todos nós. Muitas vezes nós não acreditamos em nós mesmos, mas Deus com certeza acredita em você! Você, meu irmão, não só é chamado, como pode proclamar a Palavra de Deus.

Jesus também fala para os discípulos não levarem nada pelo caminho. O que quer dizer isso? Bom, trazendo para nosso dia-a-dia, nós pensamos muito no amanhã, preocupando com o que vamos vestir, pensando sempre em ter mais, com medo de que possa faltar algo. Jesus pede pra que eles não levem nada, pra que tenham confiança em Deus. Precisamos ter fé em nosso Senhor.

Nos dias de hoje ninguém seria capaz de sair pregando a Palavra de Deus no mundo, não levando nada, apenas a roupa do corpo; sem dinheiro, sem nada material, com a fé em Deus somente. Hoje isso seria loucura. Mas devemos refletir sobre isso, será que somos realmente verdadeiros discípulos de Jesus? Será que merecemos? Será que temos fé suficiente?

Vamos pensar sobre este chamado de Deus, que é pra todos nós. Tenhamos fé, sem nos preocupar com coisas materiais. O alimento da alma é mais importante. Que Deus abençoe a todos!

Um grande abraço!

Cintya Cardoso de Araújo
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,24-33

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 24“O discípulo não está acima do mestre, nem o servo acima do seu senhor. 25Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor. Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu, quanto mais aos seus familiares!
26Não tenhais medo deles, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. 27O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! 28Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno!
29Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. 30Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. 31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.
32Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. 33Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Mais que Pássaros



Muitas vezes ficamos tristes, inconformados e até desmotivados em decorrência de acontecimentos que nos acontecem e que, muitas vezes, não temos controle sobre eles...

Será que Deus se esquece de nós?

Muito bom dia, amados de meu Pai.

Que lindo o trecho do evangelho de hoje, não acham? A promessa e a afirmação do princípio eterno de que o Senhor sempre cuida de nós é muito consoladora e nos fortalece sempre para continuarmos combatendo o bom combate da fé e do amor.

Quantas vezes nos acontece de sermos atropelados por incidentes que nos fogem do controle. É um desacerto econômico, uma desilusão amorosa, brigas familiares que até chegam em separações, mortes de pessoas que amamos e tantas outras situações que podem até nos levar à depressão.

Hoje Jesus vem, mais uma vez, dizer que o Senhor está no comando de tudo, pois nenhum fio de cabelo cai de nossa cabeça sem a permissão de Deus.

Tal afirmação de Jesus é um tanto perigosa, se interpretada de maneira errada. Muitas pessoas usam esse trecho para dispararem metralhadas de indignação a Deus e aos diversos segmentos cristãos. Acusam Deus de ser insensível, por ver tantas pessoas sofrendo e "não fazer nada".

Quando nos criou, Deus nos deu a graça do livre arbítrio, que mal usado pode trazer verdadeiros momentos sombrios nas vidas de quem comete más ações e, infelizmente, na vida de muitos inocentes, vítimas de balas perdidas, de atentados contra a vida e tantas outras coisas.

Porém, é necessário termos sempre em mente que só Deus é capaz de restaurar o mal uso do livre arbítrio em nossas vidas. Ele é o grande restaurador e só Ele pode fazer novas todas as coisas. Sempre trago comigo uma frase que nem lembro mais quando foi a primeira vez que a escutei: de todo mal Deus tira um bem maior!

Verdadeiramente, somos muito mais que os pássaros. Nosso valor é muito maior que de todos os pardais, andorinhas, bem-te-vis, canarinhos espalhados pelo céu... e Deus trata tão bem cada um deles, não é verdade? Se nos abandonarmos, confiantemente, em Suas poderosas mãos, assim também cuidará de nós.

É o que tenho experimentado ao longo de 13 anos que entreguei minha vida em suas mãos. Ele tem me coberto de inúmeras bênçãos!

Basta acreditarmos. Nossa fé nos conduzirá a experimentarmos coisas nunca antes imaginadas. Iremos experimentar da essência do amor e do zelo divinos.

Não sei a condição de vida que você tem vivido. Não sei os incidentes que têm envolvido sua existência. Porém, independentemente do que venha acontecendo, uma coisa é certa: Deus pode fazer de qualquer deserto um jardim muito lindo e florido, onde as aves do céu e as borboletas virão fazer morada.

Que o Espírito Santo nos envolva e nos conduza a conhecermos diariamente do zelo do Senhor por nós.

Grande abraço fraternal.



Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,16-23

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 16“Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas. 17Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas.
18Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações. 19Quando vos entregarem, não fiqueis preo­cupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer. 20Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós.
21O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão. 22Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo. 23Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra. Em verdade vos digo, vós não acabareis de percorrer as cidades de Israel, antes que venha o Filho do Homem.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

No Caminho do Sofrimento



Jesus nesta passagem vem nos fazer uma grande revelação: "Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos". Vimos há dois dias atrás que o Senhor escolheu os seus doze apóstolos e os enviou para a missão. Hoje o Senhor vem alertar a cada um de seus discípulos, a cada um que se decide a seguir o Seu caminho, dos perigos que irão encontrar pelo caminho.

Bom dia meus queridos irmãos!

Que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com cada um de vocês!



Jesus vem conscientizar os seus discípulos e principalmente a cada pessoa que conheceu o amor de Deus e quer continuar seguindo o caminho de Jesus, que as coisas não serão fáceis... Que a caminhada rumo ao céu não será tranquila e que todos haverão de encontrar dificuldades pelo caminho. Jesus vem dizer que se nós queremos buscar a Ele e estar próximo d'Ele, nós iremos passar por muitos sofrimentos...

Engraçado que a gente pensa completamente o contrário quando conhecemos o Amor de Deus, não é mesmo?! Quando temos o nosso encontro pessoal com Jesus e a partir daí temos a certeza que Deus existe e principalmente, que Ele nos ama, tudo fica diferente e a vida ganha um novo sentido... Daí pensamos realmente que tudo será muito lindo e que os nossos problemas irão se acabar! Inocente engano...

Eu até acredito que é o contrário e é o que Jesus vem nos dizer hoje. Apesar de Ele nos amar, escolher a cada um de nós e nos capacitar para fazer a Sua vontade, Ele deixa bem claro que não será fácil... E agora, mais do que nunca, as dificuldades, os sofrimentos, as perseguições, as tribulações serão ainda maiores! Pois Ele mesmo disse: "Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações, Vós sereis odiados por todos, por causa de meu nome."

Você deve estar se perguntando: mas porquê buscar a Deus, se os meus problemas, as minhas dificuldades e os meus sofrimentos não vão acabar, mas, pelo contrário serão ainda maiores?? É aí que está o segredo, meu irmão! Eu quero te dizer que sofrimentos e dificuldades você vai encontrar sempre neste mundo e não tem como fugir, pois não fomos criados para este mundo, mas estamos aqui apenas de passagem! Por isso que não seremos completamente felizes aqui, pois a nossa Felicidade será completa quando estivermos na presença do Pai, no céu...

Agora, buscando a Deus e procurando seguir o caminho de Jesus, estando próximo a Ele, tudo fica melhor e até mais fácil, pois Ele nos dá força para superarmos esses momentos difíceis. Ele olha pra gente e diz: aguenta firme meu filho, aguenta firme minha filha, não desanime! Olha o que eu passei na Cruz e consegui superar... Você também vai conseguir enfrentar esse sofrimento! Eu estou aqui para lhe dar força e te ajudar...

Quando estamos no caminho de Jesus, Ele nos ajuda a enfrentar as pedras que estão pela frente, assim como Simão, o cirineu, O ajudou quando estava carregando a Cruz. É essa a grande diferença entre estar em Deus e não estar com Ele, pois de todo jeito o sofrimento aparecerá!

Eu lhe convido, meu irmão e minha irmã, no dia de hoje, a refletir sobre como você tem enfrentado os sofrimentos e dificuldades do dia-a-dia e se você tem procurado a ajuda do Senhor ou se você tem sofrido sozinho... Que nós possamos olhar para as nossas dificuldades com um novo olhar, acreditando que tudo o que estivermos passando será motivo para a nossa santificação e aproximação do Senhor, que está sempre disposto a nos ajudar! E não esqueçamos que vale a pena enfrentar todo o tipo de dificuldade por amor a Jesus, pois, afinal, quem perseverar até o fim será salvo!

Que Deus abençoe a sua vida e o seu sofrimento.

Grande abraço!

Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo!


Danilo Lopes

Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,7-15

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. 8Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!
9Não leveis ouro nem prata nem dinheiro nos vossos cintos; 10nem sacola para o caminho, nem duas túnicas nem sandálias nem bastão, porque o operário tem direito a seu sustento. 11Em qualquer cidade ou povoado onde entrardes, informai-vos para saber quem ali seja digno. Hospedai-vos com ele até a vossa partida.
12Ao entrardes numa casa, saudai-a. 13Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se ela não for digna, volte para vós a vossa paz. 14Se alguém não os receber, nem escutar vossa palavra, saí daquela casa ou daquela cidade, e sacudi a poeira dos vossos pés. 15Em verdade vos digo, as cidades de Sodoma e Gomorra serão tratadas com menos dureza do que aquela cidade, no dia do juízo.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,1-7

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos maus e de curar todo tipo de doença e enfermidade. 2Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; 3Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus.
5Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: “Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! 6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!­ 7Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Nossa Missão: Evangelizar



 


No inicio deste evangelho, notamos que Jesus conhece seus discipulos profundamente, não só o nome, mas sabe suas origens e conhece seus costumes. Por isso podemos dizer que Ele nos conhece antes mesmo de nascermos, que nosso nome está gravado em suas mãos...



Muito bom dia, amados!

No inicio deste evangelho, notamos que Jesus conhece seus discípulos profundamente, não só o nome, mas sabe suas origens e conhece seus costumes. Por isso podemos dizer que Ele nos conhece antes mesmo de nascermos, que nosso nome está gravado em suas mãos, pois nos ama e permuta reinos por nós e nos chama pelo nome, sois Meus (Is 43).  
Assim Ele quer restaurar Israel. E para isso conta com nossa ajuda, pois nos chama pelo nome e nos confere o poder de curar os enfermos, consolar os aflitos e restaurar e resgatar as ovelhas perdidas. 
  
Note que, mais uma vez, Ele nos exorta a não irmos ou não frequentarmos lugares impróprios à nossa fé, pois quando instrui seus discípulos lhes ordena a não entrarem no meio dos gentios e na Samaria. Se olharmos no rodapé de nossa bíblia, vamos ver que eram lugares de conflito, hostilidade e de origem semi-pagã. 
  
Mais uma vez, Jesus se preocupa e se mostra como o Bom Pastor, pois nos envia em missão, nos confere o poder necessário e nos aponta onde não devemos ir. É bom sempre lembrarmos que o poder vem de Deus e que somos apenas o canal para que o poder Dele chegue até as ovelhas. Esta missão passa pela "minha decisão", "eu" tenho que dizer o "meu sim" , por o pé na estrada e ser obediente. 
    
Há muitas ovelhas perdidas precisando ser resgatadas. Portanto, amados, se Ele foi enviado com verdade para os ludibriados, com caminho para os desviados, como remédio para os doentes, como resgate para os cativos e como alimento para os que morriam de fome, eu e você como discípulos e missionários d'Ele no mundo de hoje, não podemos e nem devemos ser outra coisa senão aquilo que Ele é para nós. 
  
Ele é enviado às ovelhas perdidas da casa de Israel, para que elas não se percam para sempre e tenham vida em abundância. Esta é a nossa tarefa hoje: Anunciar a Boa-Nova, e fazer isto primeiramente com as ovelhas de nossa casa. Mostre o poder de Deus para os seus e ai estará preparado para avançar para " águas mais profundas". 
  
Que Deus seja visto em sua vida através de suas atitudes.    
Vá! Resgate, restaure, salve e cure! Diga a todos que o Reino de Deus está próximo. 
Paz e bem a todos!
  
 

Renato e Eloneide
Leia Mais

Encontro Intimidade Divina




Pessoal de Inhumas, Goiânia e região! Para aqueles que não puderam participar do encontro de Intimidade Divina (antes conhecido como Repouso no Espírito Santo) que aconteceu em Inhumas nos dias 04 e 05 de julho de 2009, vai haver uma segunda chance!



Nos dias 11 e 12 de julho (próximo sábado e domingo) vai haver outro encontro deste, desta vez no centro Dom Fernando em Goiânia. Sendo voltado para o Ministério Jovem, o encontro começa às 08:00 hs do sábado e termina às 17:00 hs do domingo, a inscrição tem valor de R$ 40,00 e podem ser feitas na Associação Servos de Deus (sede da RCC goiás - em Goiânia).


Mais informações pelo telefone da Associação Servos de Deus:

0xx (62) 4013-7116


Não perca!
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 9,32-38

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 32apresentaram a Jesus um homem mudo, que estava possuído pelo demônio. 33Quando o demônio foi expulso, o mudo começou a falar. As multidões ficaram admiradas e diziam: “Nunca se viu coisa igual em Israel”. 34Os fariseus, porém, diziam: “É pelo chefe dos demônios que ele expulsa os demônios”.
35Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade. 36Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: 37“A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Jesus se compadece



Muito bom dia, meus amigos!

Que alegria estar aqui novamente comendo da Palavra de Deus. Ela é alimento da alma e nos dá sustente para o combate diário, nos dá sustento e fortalece nossa fé. Abre-nos os olhos e arranca as "traves" que muitas vezes não conseguimos enxergar em um cotidiano comum.

Hoje a nossa passagem se encontra em Mt 9,32-38.

Meus amigos, hoje nos deparamos com a imagem linda de Jesus misericordioso. Mateus nos mostra o cuidado que Ele tinha com cada um daquelas "ovelinhas" perdidas ao dizer que o Mestre "percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo o tipo de doença e enfermidade" (Mt 9, 35).

Quanto zelo! Quanto amor e dedicação são mostrados hoje para nós. Ao contrário dos médicos, que esperam em seus consultórios, Jesus ia até onde estava o necessitado, o doente espiritualmente falando.

Porém, nessa mesma passagem, Jesus reconhece que era necessário que mais pessoas se envolvessem naquele trabalho de resgate espiritual. Em seu corpo físico, Ele não conseguia alcançar todas a pessoas, como gostaria, e comenta, mais uma vez que "A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos" (Mt 9, 37) e solicita que Deus envie mais pessoas para combater o bom combate do resgate espiritual.

Meu irmão, Jesus quer contar com você! Jesus quer fazer com que seus braços, sejam os braços Dele; que sua boca, seja a boca Dele; que seus olhos, enxerguem o próximo e o ame da mesma maneira em que Ele amou, quando esteve fisicamente entre nós.

Não é à toa que você se viu atraído por esse artigo e começou a lê-lo. Jesus espera uma resposta de vida através de seus atos. Ele tem agido aos poucos em sua vida, preparanto você com formação espiritual da mesmíssima maneira com que Ele preparou Pedro, Tiago, João e todos os outros amigos que O acompanhavam... você já parou para pensar nisso?

Porém, o que nos difere daqueles santos? A atitude, meus irmãos... a atitude!!!

Muito me alegra em ver o grupo acordando para essa verdade de ir atrás das pessoas, como o próprio Mestre fazia. Foi-se o tempo em que nos encontrarmos nos sábados à noite para orarmos juntos bastava. Jesus nos dá o exemplo: Ele "percorria todas as cidades e povoados". Comecemos, então, pelos nossos vizinhos, pelos excluídos de nossa sociedade.

Deixemos Jesus. o Bom Pastor, cuidar de suas ovelhinhas através de nós!

Que o Senhor derrame sobre nós o seu Espírito Santo e que tenhamos todos um dia muito abençoado!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 9,18-26

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

18Enquanto Jesus estava falando, um chefe aproximou-se, inclinou-se profundamente diante dele e disse: “Minha filha acaba de morrer. Mas vem, impõe tua mão sobre ela e ela viverá”.
19Jesus levantou-se e o seguiu, junto com os seus discípulos. 20Nisto, uma mulher que sofria de hemorragia há doze anos veio por trás dele e tocou a barra do seu manto. 21Ela pensava consigo: “Se eu conseguir ao menos tocar no manto dele, ficarei curada”. 22Jesus voltou-se e, ao vê-la, disse: “Coragem, filha! A tua fé te salvou”. E a mulher ficou curada a partir daquele instante.
23Chegando à casa do chefe, Jesus viu os tocadores de flauta e a multidão alvoroçada, 24e disse: “Retirai-vos, porque a menina não morreu, mas está dormindo”. E começaram a caçoar dele. 25Quando a multidão foi afastada, Jesus entrou, tomou a menina pela mão, e ela se levantou. 26Essa notícia espalhou-se por toda aquela região.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

O Dom da Fé....


 

Bom dia, nossos irmãos em Cristo Jesus. Clamemos a presença do Senhor antes de iniciarmos mais essa partilha do evangelho e peçamos que Ele fique aqui conosco, nos ensinando, nos moldando e nos curando com sua mais doce presença.
  
O ponto alto de nossa partilha hoje é a Fé! A fé que reage, a fé de atitude, a fé que não se convence e não se contenta com migalhas, mas a que acredita que Deus sempre reserva o melhor das bençãos dEle. Nesse Evangelho o Senhor nos diz que basta que peçamos, basta que abramos nossa boca e digamos a Ele o que precisamos, qual cura nos é necessária, o que terá que ser ressuscitado em nossa vida, pra que possamos viver na graça Divina.
   
Só conseguimos ver os sinais de milagres e mudanças em nossa vida, que através da fé são realizados, quando a Deus abrimos nosso ser e permitimos que Ele venha e nos toque. A fé é dada como dom do amor de Deus a cada um de nós. Então nos perguntamos: Por que tantos males assolam a vida da humanidade? Se a fé é dada a todos, sem distinção? O ser humano não pode assim ser libertado e salvo dos perigos?
  
Somos capazes, irmãos, de direcionar nossa vida para qualquer lado que quisermos, e é assim com o Dom da fé. Podemos realizar o que for necessário, sendo possível com a prática, com a atitude. Deus nos dá o fogo da fé, mas é preciso colocarmos lenha pra mante-la acesa em nós. E essa lenha vem de nosso querer, vem dos passos dados em direção ao Senhor.
  
Aquela mulher do evangelho, poderia ter escolhido morrer com a hemorragia que a assolava, mas ao contrário ela não desisitiu e partiu para a ação, indo atrás do Senhor e se jogando à sua misericórdia. Quantos de nós precisamos colocar um ponto final em algumas realidades nossas e lançarmos nos braços do Pai e acreditarmos em seu Poder. Não nos acomodemos, não aceitemos as condições de nossa vida sem a presença de Deus, pelo contrário, confiemos nas graças que o Senhor quer nos dar.
  
Por fim, observemos, ainda no evangelho, o exemplo daquele pai, que contra toda lógica natural da vida acreditou que se Jesus olhasse por sua filha ela viveria. Sem comentários irmãos! Ele simplesmente abandonou no poder de Cristo e proclamou a vida sobre a filha com autoridade de quem crê. Por isso hoje convidamos você a clamar a renovação da fé.
  
Roguemos juntos a Deus essa graça. Não importa qual impossível você tem passado, importa o que o seu coração de filho abençoado de Deus diz e proclama hoje pra sua vida. Venha conosco e peçamos a experiência dos milagres em nossas vidas...

"Nosso Deus Poderoso e libertador, somente tu podes nos alcançar. Somente tu é que podes transformar nossas realidades de vida. O seu amor é tão grande que nos deste o Dom da fé, que podemos alcançar-te pra nossa vida. Então, Pai, pedimos que o Senhor possa renovar-nos esse dom, do qual já faz parte de nossa vida. Pedimos que a prática dele possa aumentar em nós a certeza de que somente o Senhor é quem transforma, de que somente o Senhor é quem nos alivia o fardo, nos cura, nos realiza milagres. Não queremos, Senhor, viver mendigando um pouco, mas queremos nos fartar no muito que o Senhor mesmo prometeu nos dar. O muito da harmonia, o muito do equilíbrio, o muito da sabedoria, o muito da humildade, o muito do amor, o muito da paz, o muito da alegria... e assim podermos sentir verdadeiramente os teus milagres, através das bençãos derramadas sobre nossas vidas. Senhor, muito obrigado por tudo. Obrigado pelo dom da vida. Obrigado pela oportunidade de ter um Deus poderoso e verdadeiro como o Senhor em nossa vida! Amém"


Klênia e Marcos.
Leia Mais

A liberdade do homem

A liberdade do homem

Na intimidade da consciência o homem descobre uma lei
O valor do homem está naquilo que ele é, não naquilo que faz ou tem. Na essência do seu ser ele herdou do seu Senhor a inteligência, a liberdade, a vontade, a sensibilidade, a consciência. “Na intimidade da consciência o homem descobre uma lei. Ele não a dá a si mesmo. Mas a ela deve obedecer” (Gaudium et Spes 16).

O Catecismo da Igreja Católica (CIC) diz: “Uma consciência bem formada é reta e verídica. Formula seus julgamentos seguindo a razão, de acordo com o bem verdadeiro querido pela sabedoria do Criador. A educação da consciência é indispensável aos seres humanos submetidos a influências negativas e tentados pelo pecado a preferirem o próprio juízo e a recusar os ensinamentos autorizados… A educação da consciência é uma tarefa de toda a vida… garante a liberdade e gera a paz do coração” (CIC 1783).

Não há dúvida de que a liberdade é um dos mais belos dons que Deus concedeu a nós, seres humanos. Quando nos criou, o Senhor nos amou tanto que nos deixou livres para acolhê-Lo ou recusá-Lo. A liberdade caminha de mãos dadas com a responsabilidade, e sem esta, o que era liberdade passa a ser escravidão. “O progresso na virtude, o conhecimento do bem e a ascese aumentam o domínio da vontade sobre seus atos” (CIC 1734). “O exercício da liberdade não implica o direito de dizer e fazer tudo. É falso pretender que o homem, sujeito da liberdade, baste a si mesmo, tendo por fim a satisfação de seu próprio interesse no gozo dos bens terrenos” (CIC 1740).

O homem recebeu de Deus o poder de decisão (cf. Eclesiástico 15,14), mas também recebeu a graça para que possa decidir-se pelo bem; para que posso buscar a sua essência, que é o amor. A liberdade não é dos escravos, mas dos filhos. “Se, portanto, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres” (João 8,35). Sedento de liberdade, precisa o homem moderno compreender que a verdadeira liberdade encontra-se somente em Cristo. Tanto mais livre é o homem, quanto mais capaz de escolher e fazer o bem este é.

“O homem procura sempre um significado para a sua vida. Está sempre se movendo em busca de um sentido de seu viver” (Victor Frankl). O sentido não pode ser dado. Os pais não podem prescrever ao filho o que é sentido; nem o chefe ao seu empregado, tampouco o médico ao paciente. O sentido, pois, como resposta à pergunta “para quê”, ultrapassa os limites estreitos em direção a uma conexão (próxima) maior, a partir da qual este sentido possa ser entendido. Para a compreensão do sentido é importante somente a compreensão de nós mesmos (Quem sou eu?).

O sentido para todos os tempos — este é impossível de aprendermos. O sentido para a nossa vida — este nós não possuímos. O que se entende por sentido é sempre uma possibilidade a ser apreendida e realizada de modo concreto que possui o sentido concreto. Ele sempre vai ao nosso encontro sob a forma de situações de vida concretas.

A chave para o sentido é a abertura do homem, o que consiste em se voltar para a vida. A primeira coisa a ser abordada é a visão ontológica do homem. (O QUE É O HOMEM?): Pessoal, Filho(a) de Deus, Esposo(a), Paternidade / Maternidade, Profissional. Essa escala de valores, muitas vezes, está desestruturada ou desregulada.

Para que eu me encontre com Deus é preciso me encontrar no meu pessoal. Encontre a maneira que eu me coloco como colaborador de Deus na missão de diretamente cuidar de alguém no amor. Este amor gera em cada pessoa um terceiro. Para que se possa construir uma sociedade melhor eu busco ter uma missão-profissão. Questione-se: Esta é a minha escala como pessoa? Qual o sentido que eu estou dando para cada área da minha vida? O que pesa mais hoje? E como posso colocar cada coisa no seu devido lugar? Quero ajuda? Tenho coragem de pedir?

Padre Anderson Marçal
http://blog.cancaonova.com/padreanderson

Fonte: Canção Nova

02/07/2009 - 08h00

Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 8,28-34

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 28quando Jesus chegou à outra margem do lago, na região dos gadarenos, vieram ao seu encontro dois homens possuídos pelo demônio, saindo dos túmulos. Eram tão violentos, que ninguém podia passar por aquele caminho. 29Eles então gritaram: “Que tens a ver conosco, Filho de Deus? Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?”
30Ora, a certa distância deles, estava pastando uma grande manada de porcos. 31Os demônios suplicavam-lhe: “Se nos expulsas, manda-nos para a manada de porcos”.
32Jesus disse: “Ide”. Os demônios saíram, e foram para os porcos. E logo toda a manada atirou-se monte abaixo para dentro do mar, afogando-se nas águas. 33Os homens que guardavam os porcos fugiram e, indo até a cidade, contaram tudo, inclusive o caso dos possuídos pelo demônio. 34Então a cidade toda saiu ao encontro de Jesus. Quando o viram, pediram-lhe que se retirasse da região deles.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Instrumentos de Deus


Assim como São Pedro, somos chamados a ser luz para todos os povos e nações, mas temos que ter um ponto de referência que é Deus, nosso porto Seguro. Porém, ser luz não é ir a lugares de trevas ou ambientes inadequados para lá podermos irradiar nossa luz. Temos que saber até que ponto cremos na palavra de Deus, pois vemos que até os demônios reconhecem a Deus e têm medo Dele. E facilmente vemos que quem não conhece à Deus o expulsa de sua presença sem perceber que Ele é a luz da salvação.

Bom dia, amados! É com muita alegria que iniciamos hoje este chamado de Deus em nossa vida.

Mais uma vez,o evangelho nos mostra que Jesus é verdadeiramente o Filho de Deus, o Salvador para todos os povos, inclusive para os pagãos,pois este fato ocorre em território pagão e assusta o povo que não está pronto para ver esta luz de salvação.

Assim como São Pedro, somos chamados a ser luz para todos os povos e nações, mas temos que ter um ponto de referência que é Deus, nosso porto Seguro. Porém, ser luz não é ir a lugares de trevas ou ambientes inadequados para lá podermos irradiar nossa luz. Temos que saber até que ponto cremos na palavra de Deus, pois vemos que até os demônios reconhecem a Deus e têm medo Dele. E facilmente vemos que quem não conhece à Deus o expulsa de sua presença sem perceber que Ele é a luz da salvação. 

   

Por isso Ele diz que se permanecemos Nele, faremos milagres maiores do que Ele fez (Jo 14,12-13) e os demônios de nossa vida, que querem nos conduzir ao pecado e para longe de Deus, somos capazes de expulsá-los com a força Dele. Sua força liberta-nos do pecado, de todas suas causas e de todas suas conseqüências. Só Jesus pode nos libertar.
  

Porém, essa libertação não acontece se nos afastarmos de Deus, ficando muito tempo sem rezar, e principalmente sem comungar. É necessário sermos perseverantes em nossa vida espiritual diária. Precisamos ser constantes e buscarmos alcançar a têmpera de filhos de Deus.
  
Em todos os momentos, de felicidade ou de desespero, é necessário estarmos sempre com os olhos fixos nAquele que tudo pode e que nos capacita contra todos os gigantes que se levantam contra nós a cada dia.
  
Reflitemos um pouco sobre nossas atitudes em momentos extremos: temos tido os mesmos atos nos momentos ruins e nos bons? Nossa postura é semelhante ou a mesma boca que abençoa passa a amaldiçoar quando algo nos sufoca?
  
Amados, que possamos sempre alcançar postura de verdadeiros filhos de Deus, agindo da mesma maneira nos momentos adversos. Somente assim poderemos ser verdadeiros instrumentos de amor nas mãos do Senhor.

  


Eloneide e Renato
Leia Mais

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN