Ocorreu um erro neste gadget

Evangelho (Mateus 5,20-26)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus, vós não entrareis no Reino dos Céus.
21Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’. 22Eu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo; quem disser ao seu irmão: ‘Patife!’ será condenado pelo tribunal; quem chamar o irmão de ‘tolo’ será condenado ao fogo do inferno.
23Portanto, quando tu estiveres levando a tua oferta para o altar, e ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta.
25Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto caminha contigo para o tribunal. Senão o adversário te entregará ao juiz, o juiz te entregará ao oficial de justiça, e tu serás jogado na prisão. 26Em verdade eu te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A Lei de Deus e o Amor fraterno



Bom dia queridos irmãos!

Que a paz de Jesus esteja com todos nós nesta sexta feira!

Jesus hoje vem nos falar (de certa forma) da justiça. Sabemos bem que a justiça do homem é diferente da justiça de Deus. E o Evangelho de hoje vem nos falar sobre isso; vem nos falar da Lei de Deus, que é a Lei que devemos seguir.

"Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’. Eu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo; quem disser ao seu irmão: ‘Patife!’ será condenado pelo tribunal; quem chamar o irmão de ‘tolo’ será condenado ao fogo do inferno."

Muitas pessoas não refletem sobre os mandamentos de Deus. Quando Ele diz "não matarás", essa "morte" envolve muita coisa. Tudo que desrespeita a vida, tudo que desrespeita nosso irmão se envolve nisso. Às vezes matamos muitas pessoas próximas a nós com palavras; palavras grossas, críticas. Jesus está vendo tudo que fazemos, tudo que falamos. Ele está nos julgando.

No Evangelho diz também do perdão, podemos interpretar assim. Fala que quando formos ofertar alguma coisa, devemos primeiro acertar aquela "briguinha" que talvez você teve na sua casa com seu irmão, ou seu pai. Aquela discussão que você teve com um amigo... enfim, devemos estar de coração aberto e puro para ofertar.

Outra coisa que Jesus deixa claro: Não deixemos pra amanhã o que podemos fazer hoje. Nós queremos sempre ser "durões". Temos ali nossa discussão, às vezes até enchemos nosso coração de ódio, mas ficamos sempre adiando o dia "da conversa", ou seja, da reconciliação. Nós somos fracos e muitas vezes não sabemos perdoar, nem pedir perdão. Mas seguir Jesus não será fácil mesmo. Tudo isso é necessário.

Resumindo, Jesus quer que nós façamos justiça, e não deixemos nada pra depois; Ele quer que estejamos bem com nosso irmão, pois só assim estaremos bem com nós mesmos, e acima de tudo, bem com Deus. O amor fraterno é muitíssimo importante, e é isso que a Palavra de Deus está tentando nos mostrar. O valor que tem o amor. Amando aos irmãos é que vamos demonstrar o amor que temos por Deus.

Que possamos então refletir sobre isso hoje.

Um grande abraço a todos vocês !

Fiquem com Deus!


Cinthya Cardoso de Araújo
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 7,7-12

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! 8Pois todo aquele que pede recebe; quem procura encontra; e a quem bate a porta será aberta.
9Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão? 10Ou lhe dá uma cobra, quando ele pede um peixe? 11Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem! 12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Deus faz a parte DELE!




Bom dia, meu amigo (a)!

Que a paz de Deus esteja em seu coração!

Você sabe, ou deveria saber que, Jesus não veio para restaurar somente uma parte da terra, mas para renovar o mundo inteiro, pois Ele desejava e ainda deseja o verdadeiro júbilo do nosso coração, agindo de maneira a se entregar por nós, por mim e por você numa cruz, derramando sangue de misericórdia.

O Evangelho traz claro que a oração é a expressão da nossa relação com Jesus e também, o meio que usamos para nos comunicarmos com Ele, de maneira mais direta, talvez formal. Digo isso, pois sempre tive no meu coração o seguinte conceito, de não precisar somente estar na missa, por exemplo, para falar com Jesus, mesmo sendo ela o momento sublime do amor Dele por nós, da sua morte e ressurreição, o maior e mais importante momento de todos. Acredito que, é possível sim, falar e ouvir Jesus de várias outras maneiras, com certeza. Um abraço, um toque, uma palavra amiga, um “puxão de orelha”, um olhar...

Jesus relata claramente no Evangelho que devemos confiar a Ele nossa vida. Infelizmente, muitas vezes, ou algumas, costumamos colocar Jesus na condição de banco, banco com movimentação de dinheiro, contas, empréstimos, juros, esse mesmo. Daí pensamos que, se fizermos algo bom estaremos com crédito, mas, se pisarmos na bola, ficaremos inadimplentes. Existe aí uma condição.

Jesus, “nosso banco”, é banco do povo, de todo o povo, e não tem cobranças, não tem juros, nem taxas, apenas uma “exigência”: um coração humilde e sincero. Às vezes nos colocamos tão pequenos diante de Jesus que nos julgamos desmerecedores do teu amor e da tua misericórdia. Isso acontece quando fraquejamos e caímos no pecado.

Quero te dar um testemunho, meu irmão (a): Há um tempinho atrás, tive esse momento de me questionar a respeito do meu merecimento da misericórdia de Deus. Errei, e precisei me confessar. Tive meus pecados perdoados, absolvidos. Um tempo depois errei de novo e, então, comecei a me sentir egoísta, mesquinha, insensível, como se tivesse brincando com Jesus. Estava sendo muito fácil errar e me confessar e pronto, tudo resolvido. Não! Eu mesma estava exigindo de Jesus um banco com juros, taxas, condições. Jesus não é assim! Ele é o puro AMOR. A pura misericórdia. A partir Dele só recebemos coisas boas, e não sofrimentos, dores. Mesmo sendo nós, sujeitos ao sofrimento, com Jesus temos sabedoria para enfrentá-lo de maneira fácil, ou melhor, de maneira mais inteligente.

Portanto, se deixe ser levado (a) pelo amor de Deus. Assim, com certeza você saberá o momento, o lugar e a forma certa de bater na porta, de pensar, de pedir, de procurar... Deus vai te dar tudo o que precisares, mas lembre-se, Ele não vai fazer a sua parte, somente a Dele. Contudo, lembre-se de mais uma coisa, Ele está a todo o momento pronto, de braços abertos para te receber, para acolher seu coração da forma que ele está, cheio de pecado ou não, de feridas ou não, por isso, clame o Espírito Santo para te conduzir a caminhos que te faça “morrer” de amores por Jesus.

Que Deus te abençoe muito!



Monike Stival Martins.
Leia Mais

Evangelho do dia (Lucas 11,29-32)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 29quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: “Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas.
30Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. 31No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão.
32No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Alerta aos Corações Insensíveis


Muito bom dia, filhos do céu!

Bem, pessoal... o recado de Jesus para nós hoje é bem claro: devemos ter muito cuidado com nossa insensibilidade em relação ao nosso processo de conversão!

Percebemos hoje que Jesus está um pouco "contrariado", não é verdade?

O fato é que as pessoas nunca estão satisfeitas com as manifestações que Deus sempre faz em nossas vidas e sempre querem mais provas! Esperam até o último momento para ficarem "curtindo" tudo o que a vida pode oferecer e, infelizmente, não percebem que isso pode significar o passaporte para um lugar que ninguém deseja ir...
É incomodante ver que mesmo depois de várias experiências espirituais, várias manifestações fortes de Deus, as pessoas ainda permanecem insensíveis ao projeto de amor que Ele tem para cada um de nós.

Jesus hoje nos mostra que isso é perigoso e pode depor contra nós no dia do juízo final!

É necessário que a ação do Espírito Santo em nós gere atos concretos de conversão, de piedade, de misericórdia. É necessário apresentarmos corações sensíveis, de carne! Quantas pessoas se demonstram indiferentes às necessidades dos mais excluídos, mesmo depois de serem batizdos no Espírito Santo, mesmo depois de passarem por processo de cura interior e, infelizmente, mesmo se dizendo servos de Deus?

Que possamos refletir sobre isso... se é essa a sua situação agora, ainda há tempo para corrigirmos isso...

Deixe o Espírito Santo te incomodar!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 6,7-15

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras.
8Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. 9Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. 11O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, 13e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.
14De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Perdoai-nos Como Nós Perdoamos




Muito bom dia, pessoal...

No evangelho de hoje, Jesus vem nos ensinar como falar com nosso Pai Celeste. É uma passagem de significado profundo, e poderíamos elencar inúmeros estudos a partir desses oito versículos apresentados. Porém, nossa reflexão se deterá em apenas em três desses. Aqueles em que o Senhor insiste em nos ensinar sobre o dom do perdão:

"Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido."
(Mt 6,12)

Nos versículos estudados no decorrer dessa semana, Jesus direcionou seu discurso de amor e perdão às pessoas que nos maltratam à essa conclusão da oração do Pai Nosso: perdoai-nos como perdoamos.

Muitas pessoas fazem essa oração todos os dias. Infelizmente, a forma mecânica em que geralmente é feita não levam tais pessoas a meditar sobre o que estão dizendo.

Ai daqueles que são rancorosos, que vivem alimentado o orgulho ferido no coração, que vivem pensando em vinganças e maneiras possíveis de se fazer alguém "pagar" por algum mal feito. Tais pessoas não percebem que estão dando permissão a Deus de ser tão "impiedoso" e implacável como elas próprias têm sido.

Jesus apresenta uma condição para ganharmos o perdão de Deus: a medida que usarmos para perdoar aqueles que nos magoam será a mesma medida usada por Deus para nos perdoar.


"De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes".
(Mt 6, 14-15)


É necessário, então, que reflitamos nossa conduta. Infelizmente há muitas pessoas que vivem dentro da igreja, que estão de reunião em reunião, de encontro em encontro e que, porém, insistem em alimentar sentimentos negativos em seus interiores.

É hora de acordar, irmãos! É hora de darmos o primeiro passo rumo à reconciliação. Deus espera um posicionamento de quem ama, pois Deus é amor...

E o que não é amor...

Bem... acho que você sabe o que é...


Grande abraço fraternal,




Márcio G. Pacheco
Leia Mais

Profissão de Fé de Pedro - Edificar Minha Igreja




__ O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” 14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. 15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” 16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.
17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. 19Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Bom dia, amados irmãos,

Que o amor de Jesus e Maria inunde nossos corações nesta segunda-feira de quaresma, e que o Espírito Santo possa inundar todo nosso ser, trazendo força, sustento, paz e todas as bênçãos que somente o Senhor pode nos dar.

No evangelho de hoje vemos Pedro anunciar que Jesus é verdadeiramente o Messias, o Senhor dos Senhores, e a partir deste anúncio Jesus confere à Pedro a autoridade para conduzir a Sua igreja.

Podemos perceber dois fatos muito importantes nesta passagem do Evangelho. A primeira, sobre a fé com que Pedro declara que Jesus é o Senhor. E esta fé, e autoridade foram a chave para que Jesus lhe confiasse a direção da Igreja quando Ele não mais estivesse presente. E Pedro, somente conseguiu expressar a sua fé graças à ação do Espírito Santo de Deus, que lhe deu a certeza de que Jesus era realmente o Messias esperado, já que Pedro estava repleto da graça do alto.

Nós podemos também, como Pedro, resplandecer em graça do Espírito de Deus. Podemos sentir a ação de Deus através de seu Espírito que dá a certeza das obras do Pai. Como aconteceu com Pedro, nós filhos abençoados do Senhor precisamos deixar nosso coração aberto para a ação divinal em nossa vida. Peçamos que o Espírito Santo então reine em nossos corações de modo admirável.

Outro ponto importante para refletirmos neste evangelho é que Jesus deixa de forma expressa a Sua Igreja nas mãos de Pedro, ele que foi o primeiro Papa da Igreja Católica, confirmando que o Senhor nos deixou a Sua igreja, Católica Apostólica Romana, para divulgarmos e vivenciarmos o Evangelho de Deus.

Por isso amados, devemos sempre ter a consciência de que estamos seguindo somente aquilo que o Senhor nos confiou através de Sua Igreja, que é uma grande bênção para todos nós. Pedro foi sim, aquele que esteve junto com Jesus e através do qual o Senhor iniciou a Sua igreja, mas nós devemos nos alegrar por sabermos que mesmo não convivendo com Jesus, como Pedro o fez, de forma presencial, também cremos e buscamos seguir aquilo que Ele nos pede na Sua palavra.

É nosso dever continuarmos na mesma missão que Jesus inicialmente designou a Pedro. Somos hoje os confiados do Pai, para semearmos a boa nova, para sermos pescadores de homens, como o primeiro Papa da nossa Igreja começou tempos atrás.



Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 5,27-32

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 27Jesus viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado na coletoria. Jesus lhe disse: “Segue-me”. 28Levi deixou tudo, levantou-se e o seguiu.
29Depois, Levi preparou em casa um grande banquete para Jesus. Estava aí grande número de cobradores de impostos e outras pessoas sentadas à mesa com eles. 30Os fariseus e seus mestres da Lei murmuravam e diziam aos discípulos de Jesus: “Por que vós comeis e bebeis com os cobradores de impostos e com os pecadores?”
31Jesus respondeu: “Os que são sadios não precisam de médico, mas sim os que estão doentes. 32Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Entregue Seu Caminho a Deus




Tenham um excelente dia , queridos amigos. Que a paz de Jesus e o amor de Maria faça morada no coração de todos.

 A palavra de hoje, irmãos, nos faz  refletirmos sobre o chamado de Deus. Será que estamos atentos ao chamado de Deus? Será que temos compreendido o que Deus quer para nossa vida?

Que belo exemplo de fé e amor, presenciamos na passagem de hoje. Levi fora chamado a seguir Deus, em momento nenhum ficou em dúvida , abandonou tudo e acreditou em seu senhor. Assim como nós, ele tinha profissão, família, vida pessoal, mas optou por seguir o Senhor, quando Ele o chamou. A maior lição que podemos ter através deste evangelho, irmãos, é a confiança, nos abandonarmos à vontade do Senhor para segui-lO onde Ele precisa e deseja que estejamos. Peçamos ao Senhor a graça de deixarmos ser conduzidos pelo Espírito Santo de Deus, para que quando Ele nos chamar, nós possamos não somente ouvi-lO mas, sobretudo, ter a atitude deste pecador, de abandonarmos em Suas mãos e segui-lO.

Deixamos que Jesus seja o condutor de nossas vidas. Pois , aquele que coloca Deus em primeiro lugar, consegue superar todas as dificuldade que encontra-se cotidianamente. Não se limita às coisas temporais, materiais ou humanas. Para que isso aconteça, devemos primeiramente buscarmos a nossa conversão. Assumindo em primeiro lugar as coisas de Deus.peçamos então ao Senhor a graça de buscarmos primeiro o Reino de Deus e, assim, todas as demais coisas nos serão acrescentadas.

A partir desta nova mudança de atitude, Jesus vem nos convidar e sermos anunciadores da Boa Nova. Todos são convidados a levar aqueles que ainda não conhecem ou que esteja vivendo uma condição de pecado, de morte a perceberem e descobrirem o verdadeiro tesouro, e assim libertarem para que tenham uma vida nova refletindo o amor de Deus em suas atitudes. Pois Jesus nos fala claramente: “Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão”.

Clamemos sempre pela conversão!





Sueleide Assis
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 9,14-15

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 14os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?”
15Disse-lhes Jesus: “Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Jejuar Para Ser Mais Dócil ao Senhor




Muito bom dia, meus amigos!

Pequena e densa a passagem de hoje... difícil de ser refletida, devo assumir...

Preciso da ajuda de vocês, para que juntos, formemos uma reflexão mais madura e próxima daquilo que o Senhor espera de nós...

O sermão da missa de ontem ainda ecoa em minha mente. É necessário fazermos jejum para nos fortalecermos espiritualmente e nos aproximarmos daquilo que o Senhor espera de nós, cumprindo o mandamento do amor, amando Deus acima de todos e não nos esquecendo que o encontramos na pessoa do próximo...

O jejum nos educa, nos torna mais humanos, nos conscientiza a respeito das dificuldades que muitos de nossos irmãos passam, nos abre o coração para a partilha e faz de nós mais resistentes à tentação. Sendo assim, o jejum nos torna, também, mais sensíveis em nossos olhos espirituais e em nossos ouvidos, também...

Muitos ainda pensam que é difícil fazer jejum, tendo em vista apenas conhecerem a forma clássica de se absterem de alimentos durante o dia inteiro. Há pessoas que nem mesmo têm saúde para suportar isso tudo. Por isso a igreja apresenta versões diferentes de jejum, sendo que a mais simples de todas é aquela que nos abstemos de lanches entre as refeições principais (café da manhã, almoço e janta) e, quando nos ocupamos dessas, comemos apenas o essencial para nosso sustento diário, não dando espaço para a gula.

É claro que, além disso, é necessário fazermos o nosso oferecimento do jejum, senão acabará sendo apenas uma espécie de dieta para aquele dia. Tem pessoas que o fazem em agradecimento por alguma graça recebida. Tem aqueles que, ao contrário, estão à procura de serem agraciados. Entretanto, existem aqueles mais compromissados com a vida espiritual e fazem o jejum buscando se tornarem mais abertos à manifestação de Deus em suas vidas, para serem verdadeiros instrumentos do amor de Deus.

Como já dito anteriormente, quaresma é tempo de conversão. É tempo de nos voltarmos a Deus, de buscarmos mais ainda fazer aquilo que é sua vontade para nós e, consequentemente, estarmos mais abertos ao seu plano de amor para nossas vidas.

Dê passos em direção ao Senhor, não espere de braços cruzados, sem fazer nada!

Que o Espírito Santo nos impulsione a nos portarmos como verdadeiros cristãos!

Grande abraço fraternal,



Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 9,22-25

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 22“O Filho do Homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei, deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia”.
23Depois Jesus disse a todos: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia e siga-me. 24Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, esse a salvará.
25Com efeito, de que adianta a um homem ganhar o mundo inteiro, se se perde e se destrói a si mesmo?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Renunciar-se




Muito bom dia, meus amigos!

Acabei de chegar da missa de cinzas, abertura da quaresma, e mais uma vez estou aqui para juntos refletirmos o que o Senhor nos propõe através de sua boa nova.

...de que adianta a um homem ganhar o mundo inteiro, se se perde e se destrói a si mesmo?”
(Lc 9,25)

O convite que o Senhor vem fazer a cada um de nós é um tanto audacioso: nos anularmos em detrimento do outro, daquele que é mais necessitado e que, muitas vezes, nem mesmo enxergamos como seres humanos.

É necessário esquecermos nossos caprichos individualistas, aceitamos o desafio do evangelho de cada um de nós pegarmos nossa própria cruz e seguirmos o mestre.

Existe uma música do Louvor e Glória que diz que foi o próprio Senhor quem nos ensinou que é pelo calvário que se chega à glória e não adianta pensarmos que será diferente: é preciso, antes, trilharmos o caminho da via crucis para, então, vermos a glória de Deus.

Não adianta querermos nos iludir: o reino de Deus está entre nós e só é descoberto quando deixamos de olhar para o nosso próprio umbigo, para nossas próprias necessidades, e passamos a lutar pela vida plena, em abundância, daqueles que são os excluídos de nossa sociedade.

Quaresma é tempo de conversão. De nada adianta ficarmos sem comer carne, beber refrigerante ou qualquer outro tipo de sacrifício que envolva o que vá entrar em nós pela boca se continuarmos nos portando como pessoas que desconhecem a palavra e os ensinamentos de auto-renúncia, deixados por Jesus. De nada adianta se continuamos alimentando a cultura da fofoca, tão difundidos nos reality shows, como o Big Brother. Se nossa língua continua afiada e se nossa fé não é traduzida em obras, somos falsos, hipócritas, verdadeiros sepulcros caiados, muito bem cuidados por fora, nas aparências, mas cheios de podridão, de fedor, de ossos ressequidos.
 
Você já fez uma análise de consciência no início desse tempo favorável à conversão? Se não, a hora é agora!

O que você tem feito, praticado e que necessita ser mudado? Será que é aquele hábito feio de se ocupar falando mal dos outros? Será que é aquela decisão de parar de uma vez por todas de beber? Será que é o vício do cigarro, auto-suicídio em slow motion? Será que é o vício da pornografia, cultivada em revistas, filmes, chats e surfadas na internet? Será que é parar de ficar respondendo e desobedecendo pais? Será que é tomar atitude para ser uma pessoa melhor em casa, no namoro, no trabalho e em todos os outros lugares que você estiver inserido?

Bem... escrevendo isso já estou começando minha análise e espero, verdadeiramente, que você analise seus atos e se decida em ser uma pessoa melhor.

O papel do profeta é denunciar. Porém, o ato de decisão de mudança deve ser individual. Decida-se em ser uma pessoa melhor do que você tem sido.

Que o Espírito Santo faça dessa quaresma um verdadeiro momento de conversão do seu coração.

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 6,1-6.16-18

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus.
2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens.
Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa.
5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar em pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens.
Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.
16Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando.
Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Quaresma é Tempo de Conversão!




Muito bom dia, meus amigos!

Para mim é uma alegria imensa estar aqui novamente refletindo em parceria com você a mensagem de Deus para nós, o alimento espiritual vindo da própria boca do Senhor.

Não há folga, não há descanso, não há como e nem porquê ficarmos parados no tempo. Se assim fizermos, infelizmente, seremos tragados pelo "buraco negro" que nos ronda e quer, por tudo, acabar conosco.

Não é de hoje que verdadeiros cristãos são aqueles que remam, nadam, lutam contra a correnteza das tendências que o mundo sempre vem nos oferecer. Quando o demônio ofereceu a Jesus o mundo em troca de sua adoração ele estava oferecendo algo que, infelizmente, estava sob sua posse. É muito claro isso! É só você parar, observar as letras das músicas que viram sucesso; olhar para as coisas que são enfiadas "guela abaixo" dos telespectadores das novelas; olhar a maneira com que nossos adolescentes e até mesmo nossas crianças estão se vestindo, seguindo as "ondas" da moda...

É triste, mas a realidade é que cada vez mais as pessoas se aderem a esses modismos que só as destroem. O triste é que é como a teia de uma aranha, em que um fio se interliga a outro: as roupinhas imorais ativam uma sexualidade precoce, muitas vezes regada à àlcool e drogas; de "ficar" em "ficar" acaba surgindo uma gravidez indesejada que, no mínimo, irá formar um novo ser que terá uma probabilidade muito menor de ser uma pessoa equilibrada, por nascer em um lar sem estrutura, isso quando nasce em um berço cercado de seu pai e sua mãe.

Essa é só uma faceta de um jogo de podridão, de enganação, que muitas vezes acaba pegando aqueles que se julgam os mais espertinhos das turminhas.

Você se diz cristão? Você realmente quer assumir sua condição de filho de Deus e honrar a camiseta de jogador do time de Cristo?

Então, meu amigo, arreganhe as mangas, pois não há espaço para pessoas frouxas! A luta é diária e não pode ser diferente, pois o demônio é como um leão que ruge e nos ronda esperando o nosso primeiro vacilo para nos atacar. Porém, não há motivo para termos medo, pois é o próprio Espírito Santo quem nos capacita nessa santa luta. Lutamos uma guerra que já está ganha!

Você conhece bem as armas que nos são confiadas. São as cinco pedrinhas que Nossa Senhora nos apresentou em Medjugorje: o jejum, o rosário, a confissão, o estudo da palavra e a Santa Eucaristia, presença viva de Jesus em nosso meio.

Esse momento em que estamos entrando é momento propício para nos tornarmos mais e mais fortes em nosso combate espiritual. É interessante, sim, fazermos sacrifício de não comermos carne, como muita gente faz. Porém, o mais importante é você se fortalecer espiritualmente e, quero ser ousado em te afirmar isso, de nada adiantará você deixar de comer carne se em seu interior nada acontecer, se você não promover uma transformação que te leve para mais próximo de Deus!

Então, muito mais importante que deixar de comer carne, é você colocar sua vida de oração diária em dia!

Quanto tempo faz que você não jejua? Quanto tempo faz que você não faz uma boa confissão? Quanto tempo faz que você não reza o terço? Quanto tempo faz que você não tira um tempinho para estudar a Bíblia? Quanto tempo faz que você não faz uma boa comunhão, dialogando profundamente com Jesus e parando de reparar as pessoas que estão na igreja e na fila da comunhão?

Essas perguntas são apenas para você dar uma refletidinha básica. Espero que o Espírito Santo te deixe bastante incomodado, sinceramente.

Quaresma é tempo de conversão!

Deus nos abençoe cada vez mais,



Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do dia - Marcos 8,14-21

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14os discípulos tinham se esquecido de levar pães. Tinham consigo na barca apenas um pão. 15Então Jesus os advertiu: “Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”.
16Os discípulos diziam entre si: “É porque não temos pão”. 17Mas Jesus percebeu e perguntou-lhes: “Por que discutis sobre a falta de pão? Ainda não entendeis e nem compreendeis? Vós tendes o coração endurecido? 18Tendo olhos, não vedes, e tendo ouvidos, não ouvis? Não vos lembrais 19de quando reparti cinco pães para cinco mil pessoas? Quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?”
Eles responderam: “Doze”. 20Jesus perguntou: E quando reparti sete pães com quatro mil pessoas, quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços? Eles responderam: “Sete”.21Jesus disse: “E ainda não compreendeis?”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Cuidado com o Fermento dos Fariseus!


 

Muito bom dia, meus amigos...

É interessante a maneira cheia de figuras de linguagem que Jesus utiliza para fazer suas advertências espirituais, não acham? Realmente fica algo cheio de carga significativa... cheio de interpretações...

Pus-me a pensar no fermento hoje, enquanto trabalhava... Lembrei-me de quando era criança e minha mãe pedia para ir à padaria comprar Pó Royal para fazer alguns "quitutes" caseiros... Ainda era bem pequeno para pensar nos processos e apreciava bem o resultado final...

Foi na escola que vim a aprender mais sobre o precesso de fermentação que fazia a massa do pão, da rosca, do bolo crescer...

Não vou ficar dando aqui explicações do processo em que os fungos se alimentam do açucar da massa, liberando o CO2 , porque não é esse o nosso objetivo. Vou me atentar apenas ao processo que ocorre depois que essa liberação de gás carbônico acontece: a massa incha, cresce e ganha volume.

Pensemos no que Jesus nos adverte:


“Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”.
Mc 8,15b


Tenho toda certeza que Jesus mandava a gente tomar cuidado com a VAIDADE, com o ORGULHO, com a PREPOTÊNCIA, e o perigo de nos acharmos melhores que as outras pessoas.

Infelizmente tais coisas acontecem a muitos que, depois de uma certa caminhada, adquirem cargos e vivem experiências profundas de oração que outras pessoas não tiveram a oportunidade de viver.

Se tais pessoas não foram preparadas para tais momentos, grande é a possibilidade de se "fermentarem" por dentro, deixarem o interior delas ir "inchando", sentindo com que elas são mais importantes, mais sábias, mais experientes e mais merecedoras de atenção e consideração que as demais pessoas...

É necessário tomarmos todo cuidado em relação a isso. E quando falo TODO é realmente TODO!!

Esse é o primeiro passo para o declínio da vida espiritual de uma pessoa. É justamente por isso que Jesus vem nos alertar nesse dia de hoje.

Não podemos nos esquecer NUNCA do que Jesus nos disse que quem quiser ser o primeiro deve, na realidade, ser o último e seguirmos seu exemplo de servidor, mesmo sendo o príncipe, o Senhor.

Como andam seu orgulho, sua vaidade espirituais? Você tem se achado "o cara", "a cara"?

Cuidado...

Que o Espírito Santo possa nos conduzir em nossa reflexão...


Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Não deixemos a graça do alto passar por nós

Evangelho (Marcos 8,11-13)
Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010
6ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus. E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu. Mas Jesus deu um suspiro profundo e disse: “Por que esta gente pede um sinal? Em verdade vos digo, a esta gente não será dado nenhum sinal”. E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca e se dirigiu para a outra margem.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.




Bom dia irmãos. Que Deus Nosso Pai nos dê um dia abençoado pela presença dele e que sintamos o amor verdadeiro que vem do alto a penetrar nossos corações através do suave e forte poder do Senhor.

Conforme o evangelho, os fariseus eram povos que não aceitavam Jesus como sendo o Senhor, o filho de Deus, com poder, com sabedoria e principalmente que ele poderia ser o Rei dos Reis.

Neste trecho das santas palavras, fica claro como o Senhor foi tentado, como ele foi posto à prova. Mas Jesus não se envolveu com os propósitos daqueles que não acreditavam no que Deus Pai preparou como salvação pra todos os seus filhos.

Eles próprios se excluíram da presença de Deus por pura ignorância e por cegueira espiritual. Por “acharem” que Jesus não era digno e nem poderia ser o Senhor dos Senhores.

Irmãos, fica claro pra nós hoje, com esse evangelho, que o Senhor Deus vem nos pedir que sejamos abertos ao que Ele nos reserva. Não sejamos fariseus que muito esperavam e não contemplaram na singeleza a presença harmoniosa de Jesus, feito Deus.

Não sejamos hipócritas a ponto de testarmos o Cristo, como os fariseus fizeram. Contudo, o Senhor Jesus nos dá o direito de duvidarmos, o direito de não sermos totalmente crédulos naquele que é o Santo dos Santos. Jesus nos deixa livre, pois, nos ama. Ele deixa a cargo de nossas escolhas, almejar aquilo que queremos ou que julgamos o certo.

Mas somos chamados agora a aceitar as bonanças que Deus nos dá. Não deixemos Jesus ir embora de nossa vida, de nossa casa, de nosso trabalho, sem antes abençoar-nos.

Olhando o evangelho, queridos, observamos que o Senhor não perdeu tempo com aquela gente porque eles não tinham o coração aberto pra suas graças. Nós, seus filhos, que queremos estar juntos da graça do Deus vivo e verdadeiro, precisamos olhar as tantas obras que Ele mesmo faz em nossa vida para pensarmos algo do Senhor, para julgarmos que Deus não faz isso ou aquilo.

Vamos juntos praticarmos neste dia o louvor ao nosso Senhor que muito faz por todos nós. Vamos olhar para as graças e mais graças que são derramadas sobre nós dia após dia, instante após instante.

Observemos irmãos nossas atitudes. Por mais que estejamos junto ao Senhor e busquemos as coisas do alto, somos imperfeitos e pecadores. Por isso mesmo que nós devemos ficar atentos para que não caiamos no mesmo erro dos fariseus e questionemos com dúvidas sobre as curas, libertações, milagres que o Senhor faz em nossa vida.

É importante irmãos tomarmos posse das graças que Deus nos faz. Tomemos posse de todas as bençãos a nós reservadas. Como filhos abençoados somos parte integrante do coração daquele que é e sempre será o Deus todo poderoso de nossas vidas...

“Bençãos são derramadas a cada instante.
há sempre um novo milagre para acontecer.
Deus quer quebrar as cadeias, romper as correntes,
Quer libertar e curar todo aquele que crê.

Eu tomo posse da graça de Deus.
Tomo posse da cura Senhor.
Tomo posse da benção de hoje...”

Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho desta 6ª: Marcos 7, 31-37

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 31Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. 32Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão. 33Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão; em seguida, colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele. 34Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!”, que quer dizer: “Abre-te!” 35Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade.
36Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém. Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam. 37Muito impressionados, diziam: “Ele tem feito bem todas as coisas: Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

É Preciso Querer


Bom dia, boas sementes!


A passagem do Evangelho desta 6ª feira nos traz mais um episódio de cura e milagre que Jesus realizou na vida de tantas pessoas, em Seu tempo, e nos faz refletir sobre o que Ele é na nossa vida hoje.

Observemos que, com o tempo, à medida que a fama de Jesus ia se espalhando, muitos começavam a trazer os enfermos até a presença de Jesus, para que Ele pudesse curá-los, porque acreditavam nEle, tinham fé.

E Jesus pedia para que não divulgassem, porque sabia que as autoridades, tanto as políticas quanto as religiosas (dentre os judeus) da época já estavam ficando incomodadas com tantos milagres que Ele realizava. No entanto, as pessoas ficavam tão atônitas e impressionadas com o que o Senhor fazia, que não conseguiam se calar.

E atualmente? Jesus também continua realizando inúmeros milagres e curas no nosso meio, modificando a nossa vida, transformando e fazendo novas todas as coisas. Mas não depende somente dEle... Assim como aquelas pessoas da época de Jesus faziam de tudo apenas para tocar as Suas vestes, para estar um pouco mais próximo dEle, viajavam quilômetros e quilômetros para ir aonde Ele estava (e olha que ninguém tinha carro, nem ônibus, nem avião...), nós também hoje precisamos nos esforçar para "tocar as vestes do Senhor".

>O problema é que infelizmente muitos de nós achamos tudo muito difícil. Se nos convidam para ir a um encontro em outra cidade, logo pensamos: "ah, não, é muito longe, vou ter que ficar dias fora de casa...". Se alguém nos convida para fazer um Seminário de Vida no Espírito, dizemos: "ah, não, são 9 encontros, é tempo demais, muito demorado, preciso descansar"...

Irmãos, precisamos parar de querer somente coisas "light" pra nossa vida! Nós precisamos nos esforçar pra estar na presença de Jesus! Nós perdemos inúmeras oportunidades de sermos curados, de recebermos a graça do Senhor porque achamos tudo muito difícil! O Senhor quer nos tocar a todo instante, mas se não fazemos a nossa parte, Ele não nos invade. É preciso querer, buscar, ir a encontros, fazer seminários, ter compromisso com o Grupo de Oração... ao invés de ficarmos na nossa mesmice, no comodismo do sofá, inventando desculpas e colocando sempre a culpa na correria da vida.

Correria, hoje em dia, é algo comum na vida de quase todas as pessoas. O mundo se tornou uma avalanche de informações, e muitas coisas tomam o nosso tempo. Mas nós precisamos administrar o nosso tempo e ter tempo para Deus! Só assim Ele vai cumprir a Sua vontade e vai derramar chuva de bênçãos sobre nós, todo o tempo...

>Que este dia seja muito abençoado para todos nós!



Anaíle Flores de Paula Pacheco
Leia Mais

Evangelho do dia: MARCOS 7, 24-30

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 24Jesus saiu e foi para a região de Tiro e Sidônia. Entrou numa casa e não queria que ninguém soubesse onde ele estava. Mas não conseguiu ficar escondido.
25Uma mulher, que tinha uma filha com um espírito impuro, ouviu falar de Jesus. Foi até ele e caiu a seus pés. 26A mulher era pagã, nascida na Fenícia da Síria. Ela suplicou a Jesus que expulsasse de sua filha o demônio. 27Jesus disse: “Deixa primeiro que os filhos fiquem saciados, porque não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo aos cachorrinhos”.
28A mulher respondeu: “É verdade, Senhor; mas também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que as crianças deixam cair”.
29Então Jesus disse: “Por causa do que acabas de dizer, podes voltar para casa. O demônio já saiu de tua filha”. 30Ela voltou para casa e encontrou sua filha deitada na cama, pois o demônio já havia saído dela.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A Salvação é para todos!


Bom dia, irmãos!

Que a paz de Deus reine no coração de cada um nesta quinta-feira.

O Evangelho de hoje é de uma profundidade incrível. Aquela mulher, na condição de pagã, é representação verdadeira de humildade, fé e grande sabedoria para nós. Ela, com sua fé, teve perseverança e não desistiu de convencer Jesus a curar sua filha. Com sua humildade, teve sabedoria, que é reflexo da primeira característica e, assim, “ensinou” Jesus a entender uma nova maneira de interpretar os corações humanos. Seu coração estava quebrantado, por isso ela se prostrou diante de Jesus e permaneceu firme no seu propósito. Com efeito, sua atitude sincera e imersa no amor puro vindo do coração, permitiu-lhe ter na vida de sua filha um milagre de Jesus.

A partir desse entendimento acerca do Evangelho, percebemos que aquela mulher teve coragem de enfrentar os preconceitos, os julgamentos e maltratos de uma sociedade contra pessoas pagãs, para receber uma graça. Ela poderia muito bem pensar que, sendo pagã, não teria direito de receber uma cura, porém, sua fé e seu reconhecimento de filha de Deus, independente de religião, a fez ir mais além.

Assim deve ser conosco. Muitas vezes, nos julgamos desmerecedores do amor de Deus, desfazendo, então, da intimidade espiritual que nos permite forças para buscarmos ainda mais este amor Divino.

A salvação de Jesus não é para poucos, para reservas, mas sim, para todos aqueles que desejam verdadeiramente ser tomados pelo Senhor e mais, que tenham coragem de assumir Jesus como único Salvador e assim, entregar o coração a ele do jeito que está, independente de estar ou não com aparências agradáveis, afinal, ontem mesmo tivemos a oportunidade de entender mais um pouquinho que Jesus olha para o coração das pessoas, e não para suas aparências. O que realmente importa para Ele é o desejo real, sincero do nosso coração.

Devemos ter Jesus em nossas vidas como Aquele que é o estimulo para a salvação, para a purificação, pois na verdade Ele é a salvação e Sua salvação é para TODOS, sem exceção.

Portanto, meus irmãos e minhas irmãs, tomemos esta mulher do Evangelho como exemplo de humildade e fé no poder de Jesus. Ela teve sua súplica atendida e assim também nós podemos ter as nossas. É preciso entregarmos nosso coração a Jesus e confiarmos no Teu infinito poder. Lembrando de uma observação relevante: Aquela mulher teve CORAGEM de abrir seu coração a Jesus. Sendo assim, não tenha medo de expor seu coração a Ele, pois tenho certeza de que é somente isso que Ele está esperando, sua clareza, seu autorreconhecimento, tanto positivo quanto negativo e sua necessidade em tê-lO como único Senhor. Isso te levará a Salvação, com certeza, pois você estará sendo sustentado (a) por uma força inabalável, a força do Céu!

Que Deus abençoe a cada um!

Monike Stival Martins
Leia Mais

Evangelho desta 4ª feira: MARCOS 7, 14-23

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14Jesus chamou a multidão para perto de si e disse: “Escutai todos e compreendei: 15o que torna impuro o homem não é o que entra nele vindo de fora, mas o que sai do seu interior. 16Quem tem ouvidos para ouvir ouça”.
17Quando Jesus entrou em casa, longe da multidão, os discípulos lhe perguntaram sobre essa parábola. 18Jesus lhes disse: “Será que nem vós compreendeis? Não entendeis que nada do que vem de fora e entra numa pessoa pode torná-la impura, 19porque não entra em seu coração, mas em seu estômago e vai para a fossa?” Assim Jesus declarava que todos os alimentos eram puros.
20Ele disse: “O que sai do homem, isso é que o torna impuro. 21Pois é de dentro do coração humano que saem as más intenções, imoralidades, roubos, assassínios, 22adultérios, ambições desmedidas, maldades, fraudes, devassidão, inveja, calúnia, orgulho, falta de juízo. 23Todas estas coisas más saem de dentro e são elas que tornam impuro o homem”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Deus quer a nossa pureza interior


Bom dia, filhos amados de Deus!!!

O Evangelho desta 4ª feira é bem uma continuação da passagem de ontem, em que Jesus continua dizendo que o mais importante em um ser humano é o que está dentro do seu coração...

Como foi muito bem dito na reflexão do dia anterior, Deus vê o nosso coração, a sinceridade das nossas intenções. Portanto, não é o que comemos, ou o fato de deixarmos de lavar as mãos antes das refeições que nos torna impuros, mas sim o que sai da nossa boca, que reflete o que está em nosso coração...

É claro que Jesus não estava falando sobre higiene, irmãos... Esta também é muito importante para a nossa vida e nossa saúde... Mas o Senhor naquele momento desejava falar de outro tipo de pureza, a pureza espiritual, ou seja, da alma e não do corpo.

Muitas vezes nossa boca se presta a falar tantas maledicências, tantas fofocas, mas não tem coragem para proclamar a Palavra de Deus a alguém que está necessitado. Isso reflete a nossa impureza espiritual...

Muitas vezes também nós nos preocupamos tanto com o nosso exterior, em estar sempre bem arrumados, com roupas bonitas, de preferência de marca, cheirosos, as mulheres bem maquiadas... Mas e o nosso interior? Será que está tão bem cuidado quanto o exterior? Será que o nosso coração e a nossa alma estão tão "lindos" e limpos quanto a nossa aparência?

Assim como o nosso corpo precisa de cuidados, de banho, de higiene, também a nossa alma precisa de ser constantemente lavada pelo Espírito Santo, para que tenhamos a verdadeira pureza de coração. E é para essa pureza que o Senhor vem nos alertar neste dia...

O Carnaval está chegando. Preocupemo-nos com a nossa pureza interior, em dar testemunho da presença de Jesus dentro de nós. Tomemos cuidado com as nossas atitudes e nossas escolhas... Clamemos o Espírito Santo para que tenhamos discernimento e clareza a respeito das situações.

A paz de Jesus esteja em nossos corações...

Anaíle Flôres de Paula Pacheco
Leia Mais

Evangelho de hoje: Marcos 7, 1-13

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1os fariseus e alguns mestres da Lei vieram de Jerusalém e se reuniram em torno de Jesus. 2Eles viam que alguns dos seus discípulos comiam o pão com as mãos impuras, isto é, sem as terem lavado.
3Com efeito, os fariseus e todos os judeus só comem depois de lavar bem as mãos, seguindo a tradição recebida dos antigos. 4Ao voltar da praça, eles não comem sem tomar banho. E seguem muitos outros costumes que receberam por tradição: a maneira certa de lavar copos, jarras e vasilhas de cobre.
5Os fariseus e os mestres da Lei perguntaram então a Jesus: “Por que os teus discípulos não seguem a tradição dos antigos, mas comem o pão sem lavar as mãos?” 6Jesus respondeu: “Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas, como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. 7De nada adianta o culto que me prestam, pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos’. 8Vós abandonais o mandamento de Deus para seguir a tradição dos homens”.
9E dizia-lhes: “Vós sabeis muito bem como anular o mandamento de Deus, a fim de guardar as vossas tradições. 10Com efeito, Moisés ordenou: ‘Honra teu pai e tua mãe’. E ainda: ‘Quem amaldiçoa o pai ou a mãe deve morrer’. 11Mas vós ensinais que é lícito alguém dizer a seu pai e à sua mãe: ‘O sustento que vós poderíeis receber de mim é Corban, isto é, Consagrado a Deus’. 12E essa pessoa fica dispensada de ajudar seu pai ou sua mãe. 13Assim vós esvaziais a Palavra de Deus com a tradição que vós transmitis. E vós fazeis muitas outras coisas como estas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Deus vê o coração!


Bom dia irmãos e irmãs, a paz de Jesus a todos nós!

Podemos perceber que o evangelho de hoje é uma alerta para todos nós, para que façamos tudo de coração, como já disse em outras reflexões, Deus vê o coração. Ele realmente se preocupa com o interior, com que intenções foram feitas nossas ações. O principal para Deus não são os detalhes e nem a forma que é feito, mas com qual objetivo foi feita determinada ação, o que passava no coração dessa pessoa no momento dessa ação, qual foi o esforço dessa pessoa em agradar a Deus, pra onde estava direcionado o coração dessa pessoa.

Do que adianta seguirmos tradições e roteiros, mas se nosso coração não está em sintonia com Deus? Se nem nos preocupamos sobre o que Deus irá achar? Se não nos preocupamos em fazer o melhor nosso pra Deus? Ele conhece nossa limitações, conhece tudo sobre nós, o que temos que fazer é sempre estar ligados a Deus, mesmo que sua atitude não venha seguir algumas tradições, mas se sua intenção foi aproximar de Deus, se sua intenção foi agradar a Ele, mesmo que se for da forma mais simples que existir, Ele ficará feliz com sua ação, porque Deus vê o coração e sua atitude veio do coração.

Então, que neste dia peçamos ao Senhor que nos ilumine para que estejamos sempre ligados a Ele, porque, dessa forma, estaremos recebendo sabedoria do Espírito Santo e tendo atitudes dentro do que é a vontade de Deus pra nossa vida.

Fernando Reis
Leia Mais

Evangelho de hoje: MARCOS 6, 53-56

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 53tendo Jesus e seus discípulos acabado de atravessar o mar da Galileia, chegaram a Genesaré e amarraram a barca. 54Logo que desceram da barca, as pessoas imediatamente reconheceram Jesus. 55Percorrendo toda aquela região, levavam os doentes deitados em suas camas para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava.
56E, nos povoados, cidades e campos onde chegavam, colocavam os doentes nas praças e pediam-lhe para tocar, ao menos, a barra de sua veste. E todos quantos o tocavam ficavam curados.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A presença de Jesus


Bom dia, queridos irmãos em Cristo!
Que a paz de Nosso Deus e o amor de Maria nos envolvam neste dia.

Vemos hoje o Evangelho nos mostrar o quanto a fama de Jesus Salvador já estava espalhada por todas as regiões distintas. Como o Senhor era esperado por onde passava, por onde realizava as obras do alto.

Este trecho bíblico, irmãos, nos enche de esperança e amor por Jesus. Imaginemos quão bom é sentir o amor de Deus através dos atos do Senhor, que passou aqui na terra e pelo simples fato de encostar suas vestes nos enfermos, todos os males eram curados.

Imaginemos: Tamanho era o poder concedido do Pai a Jesus, que bastava os panos que envolviam o corpo de luz serem tocados para que se ficasse livre de tudo que era ruim. Que maravilha!!!

Jesus sempre demonstrou que a simplicidade deve ser imperiosa em nossa vida. Devemos aprender com nosso Deus essa arte de viver bem. Por onde o Senhor passava ele não se engrandecia, mas se tornava servo dos pecadores.

Hoje irmãos, que nós possamos pegar essa virtude como exemplo para a prática da simplicidade se fazer presente entre nós. Quantos de nós nos sentimos massacrados durante nossos dias por irmãos que não agem com modos simples? Quantos de nós sentimos angústias por não sermos atingidos pela graça da singeleza do nosso irmão?

Contudo, queridos do Pai, Jesus nos convida a começar em nós a simplicidade que transforma, para que, repletos do Espírito Santo, possamos contagiar a todos que estão à nossa volta do amor e da graça do alto. Que possamos, como Jesus, derramar alegria, amor, paz, tranquilidade do Espírito Santo a todos que se achegarem à nossa presença.

Para isso é necessário invocarmos o Espírito Santo de Deus para que possa acompanhar-nos durante os dias, pois Jesus, com toda certeza, era um templo vivo da Graça do Espírito. E é esse mesmo Espírito que quer hoje habitar em nós e realizar as curas e milagres que Jesus tem pra nos oferecer, do mesmo jeito que fazia quando passou na terra.

Portanto, irmãos, peçamos ao Deus que é Pai o derramamento profundo da água transformadora do Espírito Santo, peçamos ao Senhor com vontade de sermos agraciados pelas mais singelas forças do alto neste dia:

“Senhor, hoje aqui diante de ti, pedimos que olhes mais uma vez para nós. Não leve em consideração nossa fraqueza e pequenez, Jesus. Mas olhe em direção ao que trazemos dentro do coração, como oferta a ti. Queremos muito que derrames a benção que é o Teu Espírito Santo no nosso Ser. Como o Senhor diz na Palavra, “mete em nós o teu Espírito”, de modo que nós sintamos sua mais profunda ação em nossa vida. Precisamos sentir, como antes os teus filhos sentiam, a graça de perto, quando passou na terra.
Precisamos compreender que o Senhor realiza milagres, curas, libertações e prodígios quando o invocamos. E hoje fazemos isso, através do Teu Espírito. Vem, Jesus, ao nosso encontro, com a graça do Espírito e quebra todas as barreiras do nosso Ser, quebra tudo que não provem de ti e
dai-nos a benção.... dai-nos a vida.... dai-nos luz... tome conta de nós e liberta-nos. Proferimos o teu senhorio em nossa vida. Reine, Jesus, profundamente em nós.... Amém!”


Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 6,14-29

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14o rei Herodes ouviu falar de Jesus, cujo nome se tinha tornado muito conhecido. Alguns diziam: “João Batista ressuscitou dos mortos. Por isso os poderes agem nesse homem”. 15Outros diziam: “É Elias”. Outros ainda diziam: “É um profeta como um dos profetas”. 16Ouvindo isto, Herodes disse: “Ele é João Batista. Eu mandei cortar a cabeça dele, mas ele ressuscitou!” 17Herodes tinha mandado prender João, e colocá-lo acorrentado na prisão. Fez isso por causa de Herodíades, mulher do seu irmão Filipe, com quem se tinha casado.
18João dizia a Herodes: “Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão”. 19Por isso Herodíades o odiava e queria matá-lo, mas não podia. 20Com efeito, Herodes tinha medo de João, pois sabia que ele era justo e santo, e por isso o protegia. Gostava de ouvi-lo, embora ficasse embaraçado quando o escutava.
21Finalmente, chegou o dia oportuno. Era o aniversário de Herodes, e ele fez um grande banquete para os grandes da corte, os oficiais e os cidadãos importantes da Galileia. 22A filha de Herodíades entrou e dançou, agradando a Herodes e seus convidados. Então o rei disse à moça: “Pede-me o que quiseres e eu te darei”. 23E lhe jurou dizendo: “Eu te darei qualquer coisa que me pedires, ainda que seja a metade do meu reino”. 24Ela saiu e perguntou à mãe: “Que vou pedir?” A mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. 25E, voltando depressa para junto do rei, pediu: “Quero que me dês agora, num prato, a cabeça de João Batista”. 26O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar. Ele tinha feito o juramento diante dos convidados. 27Imediatamente, o rei mandou que um soldado fosse buscar a cabeça de João. O soldado saiu, degolou-o na prisão, 28trouxe a cabeça num prato e a deu à moça. Ela a entregou à sua mãe. 29Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá, levaram o cadáver e o sepultaram.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 6,7-13

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 7Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. 8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura.
9Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas. 10E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida. 11Se em algum lugar não vos receberem, nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés, como testemunho contra eles!”
12Então os doze partiram e pregaram que todos se convertessem. 13Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Dar-se Sem Medidas!



Bom dia, amado de Deus!

Que Deus derrame sobre você nesta quinta-feira a paz divina!

Dando continuidade às reflexões das mensagens do Senhor, hoje, o Evangelho nos traz a passagem de quando Jesus prepara seus discípulos e os envia a breves missões, dando-lhes poder, autoridade para falar em Teu nome. Esse envio colocou os discípulos na condição de missionários de Jesus, aqueles que levariam a conversão aos pecadores, a libertação aos oprimidos.

O chamado para uma missão é algo pessoal, individual. Do mesmo modo, a resposta, seja ela sim ou não, também é pessoal, que é diferente do ministério, do trabalho, da força, que devem ser realizados numa dimensão comunitária, por isso Jesus enviou os discípulos dois a dois: “Chamou os doze discípulos, começou a enviá-los dois a dois e dava lhes poder sobre os espíritos maus.”

Tendo em vista o envio dos discípulos à missão divina e à realização destas práticas de maneira comunitária, fica fácil perceber que a mensagem de Jesus para nós hoje é que, numa boa condição de filhos de Deus, temos, eu e você, este lindo e ardo trabalho, de levar Jesus aos próximos. Mas é preciso que nossa vida seja o Evangelho, que nossa inspiração seja o Espírito Santo.

Outro detalhe importante para nos atermos é quando Jesus recomenda que os discípulos não levassem nada pelo caminho, somente um bastão(cajado) que significa a palavra de Deus. “Jesus recomendou que não levassem nada pelo caminho, além de um bastão; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura.”

Novamente, outra mensagem fundamental Jesus nos traz. A partir desse versículo, eu e você somos chamados a nos despojarmos de riquezas, ganância, vaidade, avareza e orgulho. É preciso que nos revistamos somente daquilo que vem do Senhor, ou seja, da Palavra Divina, da simplicidade, da fé e do AMOR. Se não, corremos o risco de influenciar a Palavra de Deus. É isso mesmo! Quando não me dou por completo ao Senhor, tendo a fazer, falar, de forma sutil, muitas vezes, aquilo que me convém, usando do nome do Senhor, da Palavra de Deus, e isso não deve acontecer, de maneira alguma.

Último ponto importante a ser destacado. Jesus advertiu os discípulos a estarem conscientes de que o trabalho missionário não seria fácil, pois provocaria escândalos, choques e rejeições. Como conseqüência disso, terem bom senso para tratar destas situações. Nem mesmo Jesus foi aceito por todos, Seu trabalho não foi fácil e, por diversas vezes, Seu coração se entristeceu, também.

Digo também, pois sei que muitas vezes temos essa sensação de tristeza, de que não fomos reconhecidos pelo nosso trabalho na igreja, ou por nos depararmos em situações que estamos sozinhos, sem o auxílio de outros irmãos. Mas, diante destas situações, o que não podemos é cruzar os braços e ficar sem fazer nada. Seria uma atitude incrédula e indigna de um bom cristão. O nosso trabalho missionário não deve ser para os homens, mas sim, para Deus, por isso é preciso sermos livres de todo apego, de todo sentimento egoísta. Devemos somente estar reforçados com o amor de Deus e dispostos a dar amor em abundância, assim, teremos no coração o Evangelho puro, sem alterações e, naturalmente, refletirá a quem estará ao nosso redor.

Que Deus abençoe a cada um, dando a graça da generosidade, da servidão, dando-se sem medidas. Que a luz do Espírito Santo seja alimento da alma e inspiração do coração. Que seu coração seja afável, humilde e dócil ao Espírito de Deus e aos irmãos. Amém!



Monike Stival Martins
Leia Mais

Evangelho do Dia: Marcos 6,1-6

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus foi a Nazaré, sua terra, e seus discípulos o acompanharam. 2Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam: “De onde recebeu ele tudo isto? Como conseguiu tanta sabedoria? E esses grandes milagres que são realizados por suas mãos? 3Este homem não é o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, de Joset, de Judas e de Simão? Suas irmãs não moram aqui conosco?” E ficaram escandalizados por causa dele.
4Jesus lhes dizia: “Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares”. 5E ali não pôde fazer milagre algum. Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos. 6E admirou-se com a falta de fé deles. Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

É preciso ter fé!


Bom dia!


A paz de Jesus esteja em seu coração!

O Evangelho desta quarta-feira traz a passagem de quando Jesus foi à Nazaré, sua terra natal, para continuar sua missão de anunciar o reino de Deus e levar a cura e a libertação àqueles que padeciam de males e necessitavam de um toque divino.

No dia de sábado, Jesus se colocou a ensinar na sinagoga e muitos que o escutavam, por conhecê-lo e saberem quem era sua mãe e seus parentes, começaram a questionar de onde provinha tamanha sabedoria e tão grande poder para realizar milagres. Ficaram escandalizados pois não acreditavam naquilo que seus olhos viam.

Diante da reação daquelas pessoas que ouviam seus ensinamentos mas não os guardavam no coração, Jesus afirma: “Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares”. Em seguida, o texto nos diz que Jesus apenas curou alguns doentes e não pôde fazer nenhum milagre. Jesus ficou admirado com a falta de fé daquelas pessoas.

Percebam que o texto afirma que Jesus não pôde realizar nenhum milagre ali. Mas o que impediu Jesus de realizar milagres, sendo que Ele desejava ardentemente em seu coração curar e libertar aquele povo, realizar prodígios e sinais da manifestação do amor do Pai?

O que o impediu, meu irmão, foi a falta de fé daquelas pessoas... Elas ouviram o ensinamento de Jesus e sua capacidade para realizar milagres, porém não acreditaram. Não acreditaram que Jesus, tendo saído do meio deles, fosse capaz de realizar tais feitos. Não acreditaram que Ele era o Messias, o enviado do Pai para libertar a humanidade do pecado.

Para que o Senhor realize um milagre em nossas vidas, é necessário termos fé! A partir da leitura do Evangelho de hoje, podemos compreender a dinâmica e a pedagogia de Deus. Ele não viola a nossa liberdade e não impõe nada a nós. Ele não age em nossas vidas sem a nossa permissão. Para que o milagre aconteça é preciso de nossa contribuição, é preciso que nós façamos a nossa parte! Deus conta conosco para manifestar o seu poder e sua glória, mesmo não tendo necessidade disso, pois Ele é o Senhor, o todo poderoso...

Há um trecho de uma música do Padre Fábio de Melo que diz: “O milagre se dará por duas vias... Uma é minha e a outra eu deixo pra você... Se você trouxer a mim a sua água eu devolvo o vinho...”.

Diante disso eu lhe pergunto, meu irmão: Você tem alimentado a sua fé e acreditando que Deus pode realizar milagres na sua vida?

Você tem levado a sua água ao Senhor, para que Ele a transforme em vinho?

Você tem confiado plenamente que Deus pode transformar todas as coisas e que nada é impossível para Ele?

Se não tem, meu irmão, eu te convido a fazer essa experiência... Entregue sua vida a Deus. Do jeito que ela está! Por mais difícil que seja a situação que você possa estar vivendo, tenha fé e acredite que Deus pode agir com sua mão poderosa. Nada é impossível para Aquele que tem o maior amor do mundo por ti...

Nunca deixe a chama da fé se apagar...

Pense nisso!

Grande abraço!


Danilo Lopes Ribeiro
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 2,22-40

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”.
24Foram também oferecer o sacrifício — um par de rolas ou dois pombinhos — como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele 26e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29“Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.
33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. 34Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. 35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”. 36Havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido. 37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!
Leia Mais

Ser Guiado Pelo Espírito Santo




Muito bom dia, meus amigos!

Quanta alegria em estar aqui com vocês novamente, para juntos comermos do alimento espiritual que o Senhor nos prepara diariamente. Que o Espírito Santo preencha o interior de todos os que estão lendo este artigo...

Constantemente vemos na bíblia relatos de pessoas que, conduzidas espiritualmente, mudaram seus passos e suas vidas em busca do cumprimento de profecias divinas.

Assim aconteceu com José diversas vezes (Mt 1,19-21; Mt 2,13-14; Mt 2,19-21), com Filipe (At 8,26-29), com várias outras pessoas que buscavam ter intimidade com Deus, assim como aconteceu com Simeão, na passagem de hoje.


Pouco se sabe a respeito da vida desse homem, que aparece apenas no relato de quando Jesus foi consagrado ao Senhor, ainda recém nascido. Sabemos que o Espírito Santo estava com ele (Lc 2,26) e que ele era guiado pela Luz divina (Lc 2,27), o que nos leva a ter certeza de que Simeão era uma pessoa que buscava ter intimidade com Deus, ou seja, era pessoa de oração.


Dessa maneira, e acreditamos que em um momento de oração, o Espírito Santo revela ao seu coração que não morreria antes de ver a salvação do mundo e, quando os pais de Jesus se dirigem ao templo para consagrá-lo, o mesmo Espírito Santo toca seu coração, convencendo o ancião de que era necessário ele se dirigir ao templo para conhecer o cumprimento da profecia, e assim o fez.

É necessário ser uma pessoa de intimidade grande com o Senhor para saber reconhecer a sua voz, que fala em nosso interior sobre o que fazer e o que não fazer. Boa parte das pessoas que lêem a bíblia pensam que tais fatos eram coisas que apenas aconteciam naqueles tempos e ficam admiradas ao lerem tais relatos. Porém, a vontade de Deus é que todos se deixassem serem guiados por sua voz, que constantemente fala ao nosso coração sobre coisas que são necessárias serem feitas e outras que devemos evitar.

Quanto mais nos aprofundamos em nossa vida de oração pessoal, mais alta a voz vai se tornando. É como uma pessoa tímida, que só se abre àqueles que lhes são íntimos. Primeiramente, a palavra nos revela que é necessário nos arrependermos de nossas más ações (At 2,38) para então sermos cheios do Espírito Santo.

Sabemos bem que o projeto de Deus para nós é um projeto de amor, de liberdade, de paz, sem deixar de termos batalhas diárias para vencer. A exemplo do que aconteceu com os israelitas no antigo testamento, ele nos apresenta a terra prometida, porém nunca nos entrega de mão beijada, é necessário lutar, fazer guerra, para conquistá-la.

Assim, meus amigos, é necessário sermos guerreiros, sermos perseverantes e, diariamente, buscarmos ter cada vez mais intimidade com as coisas do alto. Somente assim chegaremos ao estágio em que reconheceremos a voz do Pai, nos ensinando o que fazer e como nos portarmos nas mais diversas ocasiões.

Que o Espírito Santo nos preencha cada vez mais!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 5,1-20

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus e seus discípulos chegaram à outra margem do mar, na região dos gerasenos. 2Logo que saiu da barca, um homem possuído por um espírito impuro, saindo de um cemitério, foi a seu encontro.
3Esse homem morava no meio dos túmulos e ninguém conseguia amarrá-lo, nem mesmo com correntes. 4Muitas vezes tinha sido amarrado com algemas e correntes, mas ele arrebentava as correntes e quebrava as algemas. E ninguém era capaz de dominá-lo.
5Dia e noite ele vagava entre os túmulos e pelos montes, gritando e ferindo-se com pedras. 6Vendo Jesus de longe, o endemoninhado correu, caiu de joelhos diante dele 7e gritou bem alto: “Que tens a ver comigo, Jesus, Filho do Deus altíssimo? Eu te conjuro por Deus, não me atormentes!” 8Com efeito, Jesus lhe dizia: “Espírito impuro, sai desse homem!” 9Então Jesus perguntou: “Qual é o teu nome?” O homem respondeu: “Meu nome é ‘Legião’, porque somos muitos”. 10E pedia com insistência para que Jesus não o expulsasse da região.
11Havia aí perto uma grande manada de porcos, pastando na montanha. 12O espírito impuro suplicou, então: “Manda-nos para os porcos, para que entremos neles”. 13Jesus permitiu. Os espíritos impuros saíram do homem e entraram nos porcos. E toda a manada — mais ou menos uns dois mil porcos — atirou-se monte abaixo para dentro do mar, onde se afogou. 14Os homens que guardavam os porcos saíram correndo e espalharam a notícia na cidade e nos campos. E as pessoas foram ver o que havia acontecido. 15Elas foram até Jesus e viram o endemoninhado sentado, vestido e no seu perfeito juízo, aquele mesmo que antes estava possuído por Legião. E ficaram com medo.
16Os que tinham presenciado o fato explicaram-lhes o que havia acontecido com o endemoninhado e com os porcos. 17Então começaram a pedir que Jesus fosse embora da região deles. 18Enquanto Jesus entrava de novo na barca, o homem que tinha sido endemoninhado pediu-lhe que o deixasse ficar com ele. 19Jesus, porém, não permitiu. Entretanto, lhe disse: “Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti”. 20E o homem foi embora e começou a pregar na Decápole tudo o que Jesus tinha feito por ele. E todos ficavam admirados.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A libertação esperada!




Bom dia, irmãos!

Que o Senhor possa neste início de semana restaurar nossas vidas com a Sua graça e amor infinitos.

 No evangelho de hoje vemos o Senhor curar um homem que vivia possuido por espíritos. Este homem vivia atormentado e ninguém até então pôde ajudá-lo até que ele se encontrou com Jesus.

Jesus é dotado de uma autoridade tal que quando os espíritos O viram se prostaram aos Seus pés, pois sabiam quem Ele era, e o ouviam dizer: "Espírito imundo, sai deste homem"!

Mas quando o Senhor pergunta o seu nome, o espírito imundo se identifica como Legião, já que eram muitos. Estes, por sua vez sabendo estarem na presença de Jesus, o Rei dos Reis pedem ao Senhor que os deixem ir para os porcos. Quando o Senhor lhes manda para os porcos, estes, atormentados se precipitam no mar, afogando-os.

O que podemos aprender com este evangelho é que devemos sempre buscar ao Senhor e nos prostar aos seus pés, clamando Sua misericórdia, pedindo que nos auxilie em nossas fraquezas, sobretudo nos ensine a perdoar, a amar, curar nossas dores, retirando de nossos corações toda mágoa e ressentimento, para que não demos 'brechas' ao mal para agir em nossa vida.

A Bíblia não relata a vida deste homem antes de ser possuído por estes espíritos, mas acreditamos que estes só entram em nossa vida, quando estamos afastados da graça de Deus.

Devemos assim buscar constantemente ao Senhor, tendo uma vida de comunhão com Deus, alimentando-se com a Palavra e assim, reconhecendo o Senhorio de Jesus em nossas vidas, para que sejamos curados e o mal não se aproxime de nós.

Outro ponto que podemos avaliar é sobre o testemunho que o Senhor pede àquele homem, e também a todos nós, anunciando as bençãos, curas e libertações que o Senhor faz em nós. E percebemos que a melhor forma de anunciarmos isso é testemunhando, sendo exemplo vivo, como nos mostra neste evangelho o
 Senhor quando diz:

'Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor fez por ti, e como se compadeceu de ti'.

Assim, façamos o que nos pede o Senhor amados, e sejamos testemunhas vivas do amor Dele por nós!




Klênia e Marcos
Leia Mais

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN