Ocorreu um erro neste gadget

Evangelho do Dia - João 1,1-18

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

1No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus; e a Palavra era Deus. 2No princípio, estava ela com Deus. 3Tudo foi feito por ela e sem ela nada se fez de tudo que foi feito. 4Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 5E a luz brilha nas trevas, e as trevas não conseguiram dominá-la.
6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz: 9daquele que era a luz de verdade, que, vindo ao mundo, ilumina todo ser humano.
10A Palavra estava no mundo – e o mundo foi feito por meio dela – mas o mundo não quis conhecê-la. 11Veio para o que era seu, e os seus não a acolheram. 12Mas, a todos os que a receberam, deu-
-lhes capacidade de se tornar filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome, 13pois estes não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus mesmo.
14E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. E nós contemplamos a sua glória, glória que recebe do Pai como Filho uni gênito, cheio de graça e de verdade. 15Dele, João dá testemunho, clamando: “Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim passou à minha frente, porque ele existia antes de mim”. 16De sua plenitude todos nós recebemos graça por graça. 17Pois por meio de Moisés foi dada a Lei, mas a graça e a verdade nos chegaram através de Jesus Cristo. 18A Deus, ninguém jamais viu. Mas o Unigênito de Deus, que está na intimidade do Pai, ele no-lo deu a conhecer.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Jesus é a Palavra de Deus!




Muito bom dia, meus queridos amigos.

Que alegria imensa estar aqui com vocês, partilhando da última reflexão do ano de 2009.

Primeiramente, quero agradecer a todos que fizeram o meu tesouro mais rico, mais amoroso. Peço a Deus que me ensine cada vez mais amá-los com amor divino, sendo reflexo de amor e luz na vida de cada um.

O Evangelho de João nos traz a Palavra de Deus, que é sabedoria, permitindo que, em todos os tempos, os homens sempre tivessem contato com Seus preceitos. O Evangelho descreve a caminhada da Palavra que sempre esteve com Deus, mesmo antes da criação, e por meio dela tudo foi criado.

No princípio era só a Palavra. Até então, ninguém teve contato físico com Deus, apenas com sua Palavra. Tudo que foi criado por Deus é expressão da sua Palavra, que é fonte de água viva para todo ser humano.

João Batista foi um grande pregador que fez parte das profecias do Senhor, anunciando e preparando a todos para a vinda do Messias, do Salvador. “Ele não era a luz, mas apenas a testemunha da luz.”

Levado pelo seu infinito amor por nós, Deus enviou seu único filho ao mundo, ou seja, o Verbo se fez carne. A Palavra de Deus se fez carne e se manifestou no mundo, mudando para sempre a história da humanidade. Deus não quis ficar longe de nós, e mais ainda, quis entender melhor nossa humanidade, por isso se fez presente no meio de nós na pessoa linda de Jesus.

Jesus, sendo Deus, assumiu nossa condição humana, sofreu como nós, chorou como nós, amou como nós, trabalhou como nós, viveu como nós, menos no pecado, pois desde o princípio considerou as vontades de Deus Pai. A verdadeira essência de Jesus é essa, viveu conforme a vontade de Deus, não se preocupando com julgamentos e condições terrestres, mas sim, vivendo sempre com os olhos voltados para o Céu.

Jesus é a Palavra de Deus, o comunicador da verdade Divina. Ele é a Luz, a Vida, o caminho que nos leva ao Pai, Aquele que nos emerge do estado deplorável e nos imerge na Graça de Deus.

Deus Pai testemunhou seu amor, entregando seu Filho único para nos salvar, para que todos os homens tivessem vida. Os homens, ou melhor, nós , com efeito, respondemos ao amor de Deus quando nos abrimos ao verdadeiro amor, colocando-nos a serviço do amor.

Portanto, nesse dia 31 de dezembro de 2009, em que se encerra mais um ano, somos convidados a nos abrirmos à luz Divina que, por meio de Jesus, ilumina a nossa vida. Conscientes desse imenso e maravilhoso amor, tomemos a decisão de aceitarmos Jesus como o sentido de nossas vidas, e continuarmos com Sua obra neste ano que se aproxima, levando brilho às nossas famílias, às nossas comunidades, aos nossos amigos.

Que todos tenhamos um FELIZ Ano Novo, repleto do amor de Deus. Que todos possamos tomar a decisão de escolhermos Jesus como O caminho, para termos definitivamente a vida.

A Paz, meus irmãos!


Monike Stival Martins
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 2,36-40

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 36havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido.
37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Deixar-se Ser Guiado Pelo Espírito Santo II




Muito bom dia, meus amigos!

Cá estamos nós para dar continuidade à conversa que iniciamos ontem, quando falamos a respeito do ancião Simeão que, deixando-se ser guiado pelo Espírito Santo, foi conduzido ao templo no exato momento em que os pais de Jesus consagrava o recém-nascido a Deus.

Hoje, a exemplo da passagem de ontem, temos a apresentação de uma outra pessoa que vivia em constante vida de oração. Casou-se jovem e ficou viúva sete anos depois e, após esse fato, teve uma vida de doação e entrega ao Senhor, sempre fazendo jejuns e oração. Contava ela com oitenta e quatro anos, quando presenciou a consagração do menino-Deus, pondo-se a profetizar sobre o menino...

Gostaria de começar nossa reflexão, com as palavras que a Anaíle, minha querida e linda esposa, deixou na seção de comentários na passagem de ontem:


"Pouco se tem a acrescentar, mas só quero dizer que às vezes complicamos demais essa relação com Deus, achamos que para ter intimidade com Deus eu preciso deixar de fazer todas as minhas coisas, de trabalhar, de estudar, de fazer as obrigações de casa, para só ficar orando e conversando com o Senhor. Pelo contrário, Deus não quer que deixemos nossas obrigações, Ele quer sim ser inserido em todos esses momentos; Ele quer que estejamos com Ele no pensamento e no coração em tudo que formos fazer... Ter intimidade é isso, é sentir a Sua presença em todos os lugares e instantes, é se abrir para escutar Sua voz nas coisas mais simples do nosso cotidiano, ao invés de ficar a vida toda esperando a vinda de um anjo com uma trombeta para anunciar a voz forte de Deus... Precisamos reconhecer Deus nas coisas simples da nossa vida, e parar de ficar complicando o nosso relacionamento com Ele..."

Realmente, é necessário falarmos a respeito desse assunto tão bem colocado nesse comentário. Muitas pessoas até mesmo alimentam aversão a assuntos religiosos, como participar de algum movimento, pelo receio de terem que viver dentro de igrejas, ou coisas semelhantes, para se poder viver intimidade com Deus.

A palavra do Senhor diz que "o céu é o trono de Deus, e a terra o escabelo dos seus pés" (Is 66,1). Sendo assim, engana-se quem pensa que apenas dentro de uma igreja é que podemos encontrar o Senhor. Ele realmente está presente em tudo e em todos, se assim nós quisermos encontrá-lo e dermos oportunidade para que Ele se manifeste.

Sendo assim, não é nada difícil encontrá-lo em nosso serviço, em nossa família, em nossas amizades. Basta queremos enxergar as coisas através da lente do amor, uma vez que Deus é a fonte de todo amor (I Jo 4,8).

Se nos deixarmos ser guiados pelo amor, seremos, consequentemente, guiados pelo Espírito Santo e sua voz, a exemplo do que foi dito ontem, se tornará cada vez mais compreensível para nós.

Posso afirmar que não há nada mais maravilhoso do que você sentir as mãos de Deus te apontando os caminhos a serem percorridos. Simeão e Ana viveram isso e puderam ser testemunhas oculares da luz de Deus, enviada ao mundo para sua salvação.

O que você tem feito para aprender a reconhecer a voz de Deus? O que você tem feito para se aproximar cada vez mais dEle?

Existem certas "ceras" que atrapalham nossos ouvidos espirituais, que são necessárias serem limpadas em nós. São sujeiras que nos fazem ouvir as coisas espirituais de maneira não muito clara. São todas as coisas que nos afastam do plano de amor de Deus para nossa vida: raiva, rancor, ira, mentira, blasfêmias, orgias, impurezas, bebedeiras, ambições, egoísmo, individualismo, gula, avareza, fofocas, mal falar dos outros e tudo aquilo que você conseguir colocar a mais nessa lista que não venha edificar ninguém, que difame a imagem e semelhança de Deus em nós e que tente apagar em nós o reflexo do amor.

O Senhor tem prometido para nós um ano maravilhoso para 2010. É necessário nos prepararmos para ele. No próximo sábado faremos a consagração de nosso ano ao Senhor, ao Espírito Santo. Talvez você não possa ir pelos inúmeros motivos que podem surgir ou, simplesmente, porque ao ler essa reflexão o dia 02 de janeiro já tenha passado. Porém, nunca é tarde para você decidir recomeçar a trilhar o caminho estreito que nos leva ao céu, que nos traz paz e unção.

Àqueles que puderem, peço que procurem um padre e façam o exercício da confissão para começarem o ano libertos de todo mal e abertos ao Espírito Santo!

Grande abraço fraternal,

Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 2,22-35

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor.23Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24Foram também oferecer o sacrifício – um par de rolas ou dois pombinhos – como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Si meão, o qual era justo e piedoso, 26e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29 “Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.
33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele.34Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de re-erguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição.35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Deixar-se Ser Guiado Pelo Espírito Santo




Muito bom dia, meus amigos!

Quanta alegria em estar aqui com vocês novamente, para juntos comermos do alimento espiritual que o Senhor nos prepara diariamente. Que o Espírito Santo preencha o interior de todos os que estão lendo este artigo...

Constantemente vemos na bíblia relatos de pessoas que, conduzidas espiritualmente, mudaram seus passos e suas vidas em busca do cumprimento de profecias divinas.

Assim aconteceu com José diversas vezes (Mt 1,19-21; Mt 2,13-14; Mt 2,19-21), com Filipe (At 8,26-29), com várias outras pessoas que buscavam ter intimidade com Deus, assim como aconteceu com Simeão, na passagem de hoje.


Pouco se sabe a respeito da vida desse homem, que aparece apenas no relato de quando Jesus foi consagrado ao Senhor, ainda recém nascido. Sabemos que o Espírito Santo estava com ele (Lc 2,26) e que ele era guiado pela Luz divina (Lc 2,27), o que nos leva a ter certeza de que Simeão era uma pessoa que buscava ter intimidade com Deus, ou seja, era pessoa de oração.


Dessa maneira, e acreditamos que em um momento de oração, o Espírito Santo revela ao seu coração que não morreria antes de ver a salvação do mundo e, quando os pais de Jesus se dirigem ao templo para consagrá-lo, o mesmo Espírito Santo toca seu coração, convencendo o ancião de que era necessário ele se dirigir ao templo para conhecer o cumprimento da profecia, e assim o fez.

É necessário ser uma pessoa de intimidade grande com o Senhor para saber reconhecer a sua voz, que fala em nosso interior sobre o que fazer e o que não fazer. Boa parte das pessoas que lêem a bíblia pensam que tais fatos eram coisas que apenas aconteciam naqueles tempos e ficam admiradas ao lerem tais relatos. Porém, a vontade de Deus é que todos se deixassem serem guiados por sua voz, que constantemente fala ao nosso coração sobre coisas que são necessárias serem feitas e outras que devemos evitar.

Quanto mais nos aprofundamos em nossa vida de oração pessoal, mais alta a voz vai se tornando. É como uma pessoa tímida, que só se abre àqueles que lhes são íntimos. Primeiramente, a palavra nos revela que é necessário nos arrependermos de nossas más ações (At 2,38) para então sermos cheios do Espírito Santo.

Sabemos bem que o projeto de Deus para nós é um projeto de amor, de liberdade, de paz, sem deixar de termos batalhas diárias para vencer. A exemplo do que aconteceu com os israelitas no antigo testamento, ele nos apresenta a terra prometida, porém nunca nos entrega de mão beijada, é necessário lutar, fazer guerra, para conquistá-la.

Assim, meus amigos, é necessário sermos guerreiros, sermos perseverantes e, diariamente, buscarmos ter cada vez mais intimidade com as coisas do alto. Somente assim chegaremos ao estágio em que reconheceremos a voz do Pai, nos ensinando o que fazer e como nos portarmos nas mais diversas ocasiões.

Que o Espírito Santo nos preencha cada vez mais!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 2,13-18

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

13Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. 14José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. 15Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”.16Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou muito furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos. 17Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: 18“Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Embalados Pelo Amor de Deus




Bom dia, amados irmãos em Cristo.

Mais uma vez reunidos ao redor das palavras do Senhor, nos alegremos pelo Dom da vida que ele próprio nos concedeu. Agradecemos a oportunidade de partilharmos o evangelho hoje destinado.

Imaginemos a alegria da Sagrada Família ao receber a visita dos reis magos naquela noite. Por muitos desprezados, naquele momento os pais do menino Jesus sentiram o poder acolhedor do Deus Pai.

A família santa abandonou nas mãos de Deus, confiando profundamente na providência do Senhor, pois, enfrentaram as angústias que sentiram naquele momento e viveram esperando no Senhor Deus conforme haviam dito pra eles através do Anjo.

Nessa palavra de hoje Deus vem nos afirmar o quanto ele está do nosso lado, o quanto nos ama, pois, com o exemplo da Sagrada Família em que ele providenciou tudo diante das adversidades, diante das perseguições de Herodes, Ele simplesmente livrou aquela família de toda tempestade que a vida reservara.

É assim que acontece conosco. Deus, Pai de bondade, cheio de carinho por nós, também nos arrebata com seu mais profundo amor e nos leva para o seu braço diante das durezas dessa vida, diante do desconhecido que o mundo nos prepara. O Senhor quer hoje nos dizer de seu amor que embala-nos pela vida. Quantas vezes Deus nos preparou nos caminhos que passamos, nos problemas diários que enfrentamos.

Peçamos ao Senhor que nos ilumine e que nos ajude a enxergar as bonanças divinas feitas em nossa vida. Peçamos ao Senhor que saibamos ser gratos e enxergamos as graças que afastam a escuridão em nós, e nos conduz para o bem diante do desconhecido:

“Vem Senhor e coloca em nós a tua certeza de que as coisas desse mundo não poderão nos derrubar quando com tua graça vivemos. Jesus vem e fica conosco, vem e põe o Teu Espírito Santo dentro do nosso ser. Ame-nos querido Deus, e ande ao nosso lado”.


Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,17-22

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus apóstolos: 17“Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas. 18Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações. 19Quando vos entregarem, não fiqueis preo­cupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer. 20Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós. 21O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão. 22Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

E por que Jesus desaparecera justamente neste período?


 

Bom dia queridos amigos.

A palavra de hoje vem nos falar do caminho que devemos trilhar, por onde devemos seguir para podermos encontrar o Pai, mesmo que para isso tenhamos que, às vezes, fazer algumas renúncias.

As escrituras nos apresentam o instante em que Jesus se afasta de seus pais e fica no templo junto aos mestres para que por meio desta atitude pudesse crescer em sabedoria, “estatura e graça.”

O fragmento bíblico ressalta ainda que quando Jesus se afasta de seus pais era a festa da Páscoa. Esta era uma das mais importantes festas do calendário judaico, sendo celebrada por oito dias e comemorava o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem assim como posteriormente significou “passagem”de Cristo da morte para a vida.

Verificamos então que hoje Deus, por meio de seus ensinamentos quer que também façamos nossa “passagem”. Ele quer que nos transformemos e essa transformação jamais poderá apenas ser uma transformação externa, mas principalmente interna. Esta só ocorre por meio da sabedoria que advém do conhecimento dos ensinamentos bíblicos.

Apenas ungidos por este conhecimento é que saberemos de fato trilhar nosso caminho e encontrar em Cristo nossa verdadeira identidade. Só assim saberemos ser cristãos autênticos, filhos verdadeiros, irmãos corretos.

Que neste final de ano possamos refletir sobre nossas atitudes para que no ano vindouro saibamos realizar mais plenamente a vontade do Pai.
 
Um grande abraço a todos.

Maria Tereza Bosco
Leia Mais

Evangelho do Dia - João 1,1-18

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, † segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

1No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus; e a Palavra era Deus. 2No princípio estava ela com Deus. 3Tudo foi feito por ela, e sem ela nada se fez de tudo que foi feito.
4Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 5E a luz brilha nas trevas, e as trevas não conseguiram dominá-la. 6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz: 9daquele que era a luz de verdade, que, vindo ao mundo, ilumina todo ser humano.
10A Palavra estava no mundo — e o mundo foi feito por meio dela — mas o mundo não quis conhecê-la. 11Veio para o que era seu, e os seus não a acolheram.
12Mas, a todos que a receberam, deu-lhes capacidade de se tornarem filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome, 13pois estes não nasceram do sangue nem da vontade da carne nem da vontade do varão, mas de Deus mesmo.
14E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. E nós contemplamos a sua glória, glória que recebe do Pai como Filho unigênito, cheio de graça e de verdade. 15Dele, João dá testemunho, clamando: “Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim passou à minha frente, porque ele existia antes de mim”. 16De sua plenitude todos nós recebemos graça por graça. 17Pois por meio de Moisés foi dada a Lei, mas a graça e a verdade nos chegaram através de Jesus Cristo. 18A Deus, ninguém jamais viu. Mas o Unigênito de Deus, que está na intimidade do Pai, ele no-lo deu a conhecer.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Jesus: Nossa Luz


Muito bom dia queridos amigos!

Um feliz natal para todos vocês, e que Deus nos abençoe!

Hoje é o dia que comemoramos o nascimento de Jesus. É um dia para refletirmos. No Evangelho de hoje é falado de João, o grande exemplo que João é para todos nós. João Batista tem muito a dizer sobre Jesus para nós. E nós devemos ser como João; testemunhas da palavra de Deus. E hoje, neste dia tão marcante, vamos tomar esta iniciativa, de sermos testemunhas de Jesus Cristo.

Naquela época as pessoas pensavam que João era a luz. Mas João veio anunciar esta "Luz" para nós; teve um papel muito importante. Cristo sim que é a Luz Verdadeira, e João veio dar testemunho desta Luz de Jesus.

No Evangelho vem nos falar desta Luz, que é Jesus. Que sempre está presente em nossas vidas. Nos ajuda a enxergar quando nos encontramos nas trevas. O natal simboliza o nascimento de Cristo, que é a nossa Luz. Muitos não entendem o verdadeiro sentido. O natal não é uma data para simplesmente fazermos festas e presentearmos quem gostamos. Devemos nos lembrar sempre disso.

Devemos também ser como João Batista, como já disse anteriormente, testemunhas de Cristo. Pois não é somente no natal que devemos contemplar a glória de Deus. A glória de Deus deve ser contemplada sempre. Não nos esqueçamos disso. Não vamos nos esquecer o que estamos comerando hoje.

Muitos fazem festas, com muita fartura, bebem, brincam, dançam, mas se esquecem que o natal é a data que representa o dia do nascimento de Jesus. Então não vamos nos esquecer.

Que possamos a partir de hoje, tomar uma atitude diferente em relação ao nosso agir; sabendo testemunhar a glória de Deus naquilo que fazemos.

Um feliz natal a todos !
Fiquem com Deus!

Cinthya Cardoso de Araújo
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 2,1-14

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

1Aconteceu que, naqueles dias, César Augusto publicou um decreto, ordenando o recensea mento de toda a terra.
2Este primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria.
3Todos iam registrar-se cada um na sua cidade natal.
4Por ser da família e descendência de Davi, José subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até a cidade de Davi, chamada Belém, na Judeia, 5para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
6Enquanto estavam em Belém, completaram-se os dias para o parto, 7e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria.
8Naquela região havia pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do seu rebanho.
9Um anjo do Senhor apareceu aos pastores, a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. 10O anjo, porém, disse aos pastores: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que o será para todo o povo: 11Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um Salvador, que é o Cristo Senhor. 12Isto vos servirá de sinal: Encontrareis um recém-nascido envolvido em faixas e deitado numa manjedoura”.
13E, de repente, juntou-se ao anjo uma multidão da coorte celeste. Cantavam louvores a Deus, dizendo: 14“Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

É Natal... É Jesus!




Muito bom dia, meus queridos amigos!

Vocês nem imaginam que alegria eu sinto por estar aqui, partilhando desse Evangelho que me encanta e me toca profundamente. Na nossa novena de Natal, ficou escolhido para minha casa o sétimo encontro, tendo como Evangelho esse. Até partilhei com todos que estavam presentes que naquele dia eu fiquei tocada de forma mais profunda que nos outros.

Interessante!

Estamos em véspera de Natal. Que mensagem magnífica o Senhor tem para nós hoje.

Percebam como as profecias de Deus se cumpriram perfeitamente. O imperador Augusto, com toda certeza, já fazia parte dos planos Divinos. Ele ordena o recenseamento em todo o império, fazendo com que todas as pessoas buscassem sua cidade natal e se registrassem. José era descendente de Davi, por isso, juntamente com Maria, foram a Belém, chamada também cidade de Davi, pois foi lá que Davi nasceu e cresceu. Registraram-se, e enquanto estavam por lá, se completaram os dias necessários para Jesus nascer. Então, foram à procura de vagas na hospedaria, lugar onde ficavam os soldados romanos. Não puderam se hospedar, já que foram excluídos pelos soldados. Dessa forma, José e Maria procuraram um lugar mais próximo para Jesus nascer, num estábulo.

Temos o costume de contemplar poeticamente o nascimento de Jesus e seu repouso numa manjedoura. Mas, não podemos nos esquecer que esse nascimento foi verdadeiramente, aos olhos humanos, uma humilhação. Manjedoura é um cocho onde se coloca comida para os animais. E foi exatamente um cocho o berço de Jesus.

Temos, também, o costume de enfeitar o presépio, destacando os bois, as vacas. Com certeza, meus amigos, as vacas, os bois, não tinham um lugar reservado para fazerem suas necessidades. Aquela estrebaria fedia, estava suja. José e Maria estavam sozinhos, sem ninguém para ajudá-los, à beira da estrada. Naquelas condições, a única coisa que Maria pode fazer foi enfaixar o corpo do menino Jesus, protegendo-o de mosquitos, e José colocar algumas palhas na manjedoura.

O filho de Deus, o nosso menino Jesus, o dono da Salvação não teve um lugar digno para nascer. Jesus nasceu, viveu e morreu rodeado de humilhação.

O que mais nos chama atenção nesse Evangelho?

A simplicidade! A RIQUEZA de um coração humilde, voltado ao amor, somente ao amor. Exatamente por isso gosto tanto dessa passagem. Ela é repleta do amor de Deus por nós. Ele, na sua magnificência, se colocou na nossa condição humana, entregando Seu único filho aos pobres. Percebam que os primeiros a receberem o anúncio do anjo que Jesus tinha nascido foram os pastores, que na época eram desprezados.

O verdadeiro contraste se encontra nesse Evangelho. Provavelmente, sem a revelação do anjo não saberíamos que Jesus tinha nascido. E sem o menino na manjedoura não entenderíamos que a glória de Deus é diferente do que muitas vezes consideramos glória.

Costumo dizer que a essência de Deus é como a essência das rosas. Admiro muito duas flores. As rosas e as orquídeas. Ambas lindas, porém, seus diferentes valores são claramente percebidos. As orquídeas são mais raras, por isso mais caras. Entretanto, sua beleza não é maior que a das rosas. As rosas são simples, no caráter financeiro, mas sua beleza eleva os ares, purifica a alma, alegra o coração, transmite o mais singelo amor. Assim é o amor de Deus. O mais simples, contudo, o amor mais lindo que eu já conheci.

Às vezes, acreditamos encontrar melhores sensações em coisas caras, raras e, à medida que nossos olhos se engrandecem às coisas grandes do mundo, nossos corações vão ficando insensíveis ao amor de Deus, que na maioria das vezes é encontrado na simplicidade das rosas dos nossos corações e dos corações das outras pessoas.

Que nesse Natal, possamos de fato, permitir que Jesus nasça dentro de nós. Preparemos o estábulo do nosso coração, sendo humildes, simples, reconhecendo que Jesus é o Senhor da nossa vida. Ele precisa ser o sentido de nossas vidas, a nossa fortaleza, o nosso guia, o nosso maior amor. Vamos amar Jesus como nunca amamos. Vamos nos entregar a Ele, sendo instrumentos fiéis em Suas mãos, dando a Ele a alegria de ser o nosso Deus. Não deixemos, também, de valorizar as rosas que estão ao nosso lado, muitas vezes simples, comuns, mas de uma beleza imensurável, que só precisa de um admirador sensível.

Um Feliz Natal a todos!

Que Deus abençoe a cada um!


Monike Stival Martins
Leia Mais

Evangelho do dia - Lucas 1,57-66

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe porém disse: “Não! Ele vai chamar--se João”. 61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse.
63Zacarias pediu uma ta bui nha, e escreveu: “João é o seu nome”. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Aceitar o Projeto de Deus em Nossas Vidas!




Bom dia, amigos!

Para os judeus o nome representava muito, era como um programa de vida. Reis e chefes mudavam de nome quando eram coroados. O filho mais velho recebia o nome do pai como perpetuação da raça e também para dar continuidade a profissão.

No nascimento de João Batista há vários motivos de admiração, de interrogação e de ação de graças. Isabel, sua mãe, era uma senhora estéril. O nome que seria dado no momento da circuncisão, que era feita durante uma festa religiosa e marcava a aliança espiritual entre Deus e Abraão, Zacarias, que estava mudo desde o anuncio de que seria pai, escreveu o nome de João que significa “ Deus é bom” e logo após diante da admiração de todos Zacarias começa a falar louvando a Deus.


João Batista nasce de uma mãe estéril e idosa e também de um pai idoso. Vemos então, uma representação de que João Batista ainda pertence ao Antigo Testamento. Jesus nasce de pais jovens, tudo representa a novidade, novas esperanças. Zacarias embora tenha tido duvidas da promessa de Deus depois assumiu todo o seu projeto dando o seu sim a escolha de Deus para o nome de seu filho que iria ser o precursor do messias numa missão muito diferente do que Zacarias havia sonhado para o seu filho.

Neste tempo de advento meditamos muito sobre a conversão, o quanto precisamos repensar nossos valores para nos prepararmos para o nascimento do menino Jesus. Devemos estar com o coração puro, livre de maldades, rancores, etc. Pedimos ao Santo Espírito para preencher nossos corações com muito amor, paz e alegria. E também a exemplo de Zacarias, aceitar o projeto de Deus na nossa vida.

Paz e bem a todos!


Renato e Eloneide
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 1,46-56

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o temem.
51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia,55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

O Senhor Faz Maravilhas em Nós!




Muito bom dia, meus amigos!

Que alegria estarmos todos reunidos aqui, novamente, para refletirmos a palavra de Deus para nós, alimento de nossa alma.

Gostaria que iniciássemos nossa reflexão com o seguinte exercício de imaginação: Pense naquela pessoa que é a mais importante na sua vida (pode pensar em mais de uma, se for difícil achar a mais importante); agora pense no melhor presente que você poderia imaginar em dar para essa pessoa durante sua vida inteira. Pensou?, bem... suponhamos que você conseguiu com muuuito esforço comprar o tal presente e está prestes a embrulhar para entregar...

Responda com toda sinceridade: você teria coragem de embrulhar seu presente, que você se esforçou tanto para comprar, com folhas de jornal usado ou qualquer outro produto que não é embrulhado assim com tanta cerimônia, como se fosse um "presentinho qualquer"?

É lógico que não, né?

Pois bem, meus amigos, e você acha que Deus entregaria o melhor presente que Ele poderia dar à humanidade em qualquer embrulhinho, sem valor? Você acha que Ele confiaria os primeiros passos, a educação de Jesus à uma mulher despreparada, cheia de vícios e que não desse testemunho de vida?

Maria é o exemplo de humildade, de pureza, de servidão que o Senhor precisava para ser a mãe de seu filho. Era o presente ideal para "encapar" a maior promessa de amor e salvação para seus filhos e são justamente essas qualidades que Maria continua testemunhando na educação de seus filhos espirituais.

Ao descobrir que seria a mãe do salvador, do Messias, do Cristo prometido, se seu coração não fosse humilde o bastante, o orgulho e a vaidade poderiam ter subido à cabeça e fazer com que Maria se tornasse uma "dondoca", cheia de "não-me-toques" e caprichos. Porém, o que Maria mostra em seguida foi que estava realmente preparada para cumprir tal missão: ela se põe a caminho da casa de sua prima Isabel, que também estava grávida, e fica a serviço dessa até que João Batista tivesse nascido.

Meus irmãos, a boa nova de hoje é que, a exemplo de Maria, o Senhor quer agir na sua humildade, na simplicidade de seu coração, para mudar a história da vida das outras pessoas, da mesma maneira que o "sim" de Maria fez maravilhas na vida daqueles que têm escutado seu eco, ao longo de toda a história do cristianismo.

O que você tem feito para edificar o reino de Deus? Será que você tem buscado ser manso e humilde de coração, como Jesus o foi, como Maria o foi e como todas as outras pessoas que agradaram a Deus no decorrer de toda a bíblia foram? Ou será que você está apenas correndo  atrás de seus caprichos pessoais, regrados de egoísmo, de vaidade e de tantas outras coisas que só destroem.

O chamado do Senhor para você hoje é você se deixar ser um embrulho lindo do amor do Senhor para a vida das outras pessoas! Todos nós somos templos do Espírito Santo, porém Ele só se manifesta na vida daqueles que conseguem amar.

Que o Senhor faça, sempre, maravilhas em nossas vidas, nos deixando como lindos embrulhos do presente de amor e salvação que Ele tem para o mundo inteiro!

Grande abraço fraternal,

Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Selo Dominus Vobiscum



  Clique na imagem e conheça o blog Dominus Vobiscum.




Parabéns a toda equipe Boa Semente!

Recentemente, o blog Dominus Vobiscum da rede de blogs da Canção Nova, fez inúmeras pesquisas nas ondas cibernéticas brasileiras para premiarem aqueles que têm o compromisso de escreverem sobre a fé católica, ajudando na edificação do reino de Deus em nosso meio.

Foi com muita alegria que, hoje, recebemos email nos parabenizando pelo serviço que está sendo desenvolvido no nosso blog, a qualidade dos artigos e tudo mais que faz da Boa Semente esse local tão abençoado que é.

Que a luz do Espírito Santo possa, cada vez mais, ser derramado sobre esse nosso espaço virtual e sobre todos seus leitores, colaboradores e divulgadores.

A Boa Semente agradece a todos e aproveita para desejar a todos um natal realmente repleto das bênçãos de Deus e um ano de 2010 abençoado como nenhum outro já foi.



Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 1,39-45

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!” 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45“Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A bem-aventurada Maria!


Bom dia amados irmãos, que alegria partilharmos o evangelho neste início de semana que é tão especial, pois iremos celebrar o nascimento de Nosso Senhor!

O evangelho de hoje relata a visitação de Maria à sua prima Isabel, e nos mostra, sobretudo que Deus se preocupou em preparar um ambiente familiar no qual o menino Jesus seria criado. Como é importante em nossas vidas a estrutura familiar, como base para vivermos os projetos de Deus.

Acreditamos, contudo, que o Senhor nos fala através desta passagem do evangelho, sobre a fé destas duas mulheres, Maria e Isabel, que depositaram plenamente sua confiança no Senhor e se deixaram ser conduzidas pelo Espírito Santo para que os planos de Deus fossem cumpridos em suas vidas.

É esta atitude de fé e confiança absoluta no Senhor que somos chamados em todos os instantes a viver para que possamos ser canal das graças, através das quais o Senhor quer operar.

Que possamos demonstrar a fé que Isabel demonstrou ao receber Maria: “Bem aventurada és Tu que crestes, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas”. E também a fé de Maria que se entregou ao projeto de Deus na fé radiante. Amém!

Klênia e Marcos

Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 1,39-45

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.
42Com um grande grito exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Maria, Mulher Virtuosa


 

A Palavra de hoje vem nos falar mais uma vez das inúmeras virtudes de Maria; fala o quanto ela era cheia do espírito santo,fala de sua humildade e o quanto era cumpridora das promessas do Pai.

Maria mesmo estando grávida, não se acomodou e nem se envaideceu por ter no ventre o filho do Criador. Maria continuou sendo prestativa e sendo exemplo de humildade ,por isso ao saber que sua prima Isabel estava grávida se apressou em ir visitá-la.Maria não foi ao encontro dessa visita sem oferecer nada e nos mostrou que melhor que estarmos com as mãos cheias é estarmos com o coração cheio de algo para oferecer, para presentear. E o presente de Maria a Isabel foi à presença do espírito santo. Era essa presença do espírito santo que fazia Maia ser uma mulher de fé ,uma mulher servidora,humilde e cumpridora da vontade do Pai .

Quando falamos que Maria foi cumpridora das vontades do Pai, é porque ela teve sabedoria para crer nas promessas Dele, mesmo quando recebeu o pedido mais audacioso,o de ser a mãe e a educadora do Filho de Deus.Maria era apenas uma jovem adolescente ao receber a anunciação do anjo Gabriel, que conceberia mesmo não tendo conhecido homem algum.Quantos de nó não duvidaria ,não desanimaria mediante tamanha responsabilidade?A própria escritura nos traz o exemplo de Zacarias que ao ver sua esposa Isabel em idade avançada não conseguiu crer que esta daria à luz um filho.

Quanto a nós será que temos sido cumpridores das promessas do Pai? Será que estamos sabendo como servir ao nosso próximo?Que presentes estamos sendo para as pessoas?Será que de fato estamos sendo presentes? Em que momento de nossas vidas somos a maldição para nosso irmão?


Maria Tereza Bosco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 1,5-25

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

5Nos dias de Herodes, rei da Judeia, vivia um sacerdote chamado Zacarias, do grupo de Abia. Sua esposa era descendente de Aarão e chamava-se Isabel. 6Ambos eram justos diante de Deus e obedeciam fielmente a todos os mandamentos e ordens do Senhor.7Não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e os dois já eram de idade avançada.
8Em certa ocasião, Zacarias estava exercendo as funções sacerdotais no Templo, pois era a vez do seu grupo. 9Conforme o costume dos sacerdotes, ele foi sorteado para entrar no Santuário, e fazer a oferta do incenso. 10Toda a assembleia do povo estava do lado de fora rezando, enquanto o incenso estava sendo oferecido.
11Então apareceu-lhe o anjo do Senhor, de pé, à direita do altar do incenso. 12Ao vê-lo, Zacarias ficou perturbado e o temor apoderou-se dele. 13Mas o anjo disse: “Não tenhas medo, Zacarias, porque Deus ouviu tua súplica. Tua esposa, Isabel, vai ter um filho, e tu lhe darás o nome de João. 14Tu ficarás alegre e feliz, e muita gente se alegrará com o nascimento do menino, 15porque ele vai ser grande diante do Senhor. Não beberá vinho nem bebida fermentada e, desde o ventre materno, ficará repleto do Espírito Santo. 16Ele reconduzirá muitos do povo de Israel ao Senhor seu Deus. 17E há de caminhar à frente deles, com o espírito e o poder de Elias, a fim de converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à sabedoria dos justos, preparando para o Senhor um povo bem disposto”.
18Então Zacarias perguntou ao anjo: “Como terei certeza disto? Sou velho e minha mulher é de idade avançada”. 19O anjo respondeu-lhe: “Eu sou Gabriel. Estou sempre na presença de Deus, e fui enviado para dar-te esta boa notícia. 20Eis que ficarás mudo e não poderás falar, até o dia em que essas coisas acontecerem, porque não acreditaste nas minhas palavras, que se hão de cumprir no tempo certo”.
21O povo estava esperando Zacarias, e admirava-se com a demora no Santuário.22Quando saiu, não podia falar-lhes. E compreenderam que ele tinha tido uma visão no Santuário. Zacarias falava por sinais e continuava mudo.
23Depois que terminou seus dias de serviço no Santuário, Zacarias voltou para casa.24Algum tempo depois, sua esposa Isabel ficou grávida, e escondeu-se durante cinco meses. 25Ela dizia: “Eis o que o Senhor fez por mim, nos dias em que ele se dignou tirar-me da humilhação pública!”


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A VERDADEIRA PAZ




Era uma vez um rei que ofereceu um prêmio ao artista que pintasse o melhor quadro que representasse a paz. Muitos artistas tentaram. O rei olhou todos os quadros, mas apenas gostou mesmo de dois, e teve de escolher entre ambos.

Um quadro retratava um lago sereno. O lago era um espelho perfeito das altas e pacíficas montanhas à sua volta, encimado por um céu azul com nuvens brancas como algodão.

Todos os que viram este quadro acharam que ele era um perfeito retrato da paz. O outro quadro também tinha montanhas. Mas eram escarpadas e calvas. Acima havia um céu ameaçador do qual caía chuva, e no qual brincavam relâmpagos. Da encosta da montanha caía uma cachoeira espumante. Não parecia nada pacífica.

Mas quando o rei olhou, ele viu ao lado da cachoeira um pequeno arbusto crescendo numa fenda da rocha. No arbusto uma mãe pássaro havia feito seu ninho. Lá, no meio da turbulência da água feroz, se instalara a mãe pássaro em seu ninho; em perfeita paz. 


Qual pintura você acha que ganhou o prêmio? O rei escolheu a segunda. Sabe por que? "Porque PAZ," explicou o rei, "não significa estar num lugar onde não há barulho, problemas ou trabalho duro. PAZ significa estar no meio disso tudo e ainda estar calmo no seu coração. "Este é o significado real da PAZ!

REFLEXÃO

Na mensagem acima, de autor desconhecido, encontramos importante lição, de fato, em relação à percepção que temos das coisas.


É normal que vejamos a paz como um quadro sereno e tranquilo em nossa vida, ao nosso redor, propiciado pela ausência de guerra, de conflitos, de tribulações, de doença, etc.


Contudo, a Palavra de Deus nos diz:


"Não estejais inquietos por coisa alguma; fantes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças. Ea paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus"

                                                                                                                              (Filipenses 4.6,7).


A verdadeira paz é aquela que Cristo nos dá, que nos faz sentir-nos seguros, mesmo no meio das lutas e tribulações. Tanto é assim , que Palavra de Deus nos diz que " também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança"

                                                                                                                             (Rm 5.3,4).

Somente uma paz superior, proveniente de cima, de Deus, pode nos garantir paciência em meio às tribulações. É algo que "excede todo o entendimento", à semelhança do pássaro que fez sua casinha num arbusto, ao lado de uma cacheira turbulenta.

Que Deus nos ajude a desfrutar essa verdadeira paz.


Um fooooorte abraçoooooooooo, Deus te abençõe.


Autor desconhecido
Leia Mais

Confar Sempre nas Promessas Divinas


 

Bom dia, meus amigos!

É com imensa felicidade que nos reunimos mais uma vez , para partilharmos a palavra de nosso senhor,a força diária para nós, cristãos.
 
Hoje, a palavra de Deus nos convida a acreditar no impossível, em Lucas vemos o grande milagre operado por Deus quando disse a Zacarias que sua mulher Isabel ficaria grávida mesmo sendo velha e estéril. "...Tu ficarás alegre e feliz, e muita gente se alegrará com o nascimento do menino,porque ele vai ser grande diante do Senhor. Não beberá vinho nem bebida fermentada e, desde o ventre materno, ficará repleto do Espírito Santo..."

Da mesma forma que Deus agiu na vida daquelas famílias Deus quer agir na tua família, aquela criança veio e trouxe alegria que lhes faltava como família, veio para ser servo de Deus e cheio do Espírito Santo.

Deus promete dar sabedoria e discernimento a todos que pedem. Precisamos pedir a Deus. Precisamos pedir com fé. Não podemos orar somente quando precisamos de uma resposta ou ajuda de Deus. Precisamos nos habituar a orar constantemente a Deus, para conhecê-Lo melhor. E para conhecermos a Deus, precisamos conhecer a Bíblia. Ela é o instrumento por meio do qual podemos conhecer Deus de uma maneira íntima e aprendermos a confiar nele. E quanto mais O conhecemos, melhor entenderemos a Sua vontade. Parte da maneira como Ele se revela para nós não é apenas através de respostas momentâneas, mas, através de um contato prolongado e profundo. Procure melhorar seu relacionamento com Deus em oração e, surpreendentemente, você verá que as respostas dEle às suas dúvidas virão de forma cada vez mais tranqüila e natural.

Para confiar em Deus e na suas promessas precisamos antes conhecê-lo através da Revelação que sua palavra nos traz ... A verdadeira fé nos leva a confiar nas promessas de nosso pai. ... Não sejais como, Zacarias que duvidou dos designos de Deus, e por isto foi castigado.

Confie em Deus, ou seja, siga os passos da revelação de Deus para você contidas na Palavra, e você vencerá qualquer coisa, quando estiver perdido, Deus te tira do labirinto e da confusão e te coloca no melhor lugar, digno de um legítimo filho de Deus em Cristo Jesus.Espere com paciência, firme na fé e não perca de vista a Palavra que Deus te dá. Não caia na tentação de sair da revelação dada, continue na fidelidade que Deus vai te honrar.A porta já está aberta, guarde a Palavra dada porque ela é a resposta para a sua vida, acredite no poder de Deus.

Que a paz de Jesus e o amor de Maria seja o alimento de sua vida!



Sueleide Assis Leite Assis Leite
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 1,18-24

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá--la, resolveu abandonar Maria, em segredo.20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. 21Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”. 22Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: 23“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco”.24Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado, e aceitou sua esposa.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Ter Visão Espiritual, Como José





Muito bom dia, meus amigos!

Muito interessante a passagem de hoje, não acham?

Muito se fala sobre a importância do "sim" de Maria, de tudo o que aconteceu depois que ela aceitou os projetos de Deus para a sua vida. Entretanto, não podemos esquecer de uma outra pessoa muito importante no cumprimento das profecias em torno do nascimento do Messias, nosso querido José.

Se aquele homem não fosse uma pessoa de oração, não tivesse visão espiritual e não acreditasse em anjos, dificilmente Jesus teria nascido. Sabe-se que naquela época as mulheres adúlteras eram apedrejadas até a morte e provavelmente não teria sido diferente o destino de Maria, se seu noivo não a tivesse rejeitado em segredo, a princípio, e a aceitado em seu coração, depois da revelação do anjo em seu sonho.

Da mesma maneira que Deus precisava de uma mulher pura, amável e religiosa para gerar Jesus e ensiná-lo a dar seus primeiros passos, o Senhor também precisaria de alguém que, igualmente, tivesse olhos espirituais e que fosse capaz de fazer qualquer coisa para proteger o menino Deus.

Ao longo dos pequenos trechos que temos sobre José na Bíblia, percebemos que a maneira preferida de Deus falar com ele era através de sonhos proféticos. Foi assim que ele descobriu e aceitou que Maria não o havia traído, recebendo-a em sua casa; foi assim que ele foi avisado para fugir para o Egito, pois Herodes mandaria matar todas as crianças que tinham a idade aproximada de Jesus; e foi através de sonho que ele também foi avisado para retornar para sua terra, morando em Nazaré, após a morte do rei.

Da mesma maneira que Deus, constantemente, falava com José, Ele quer falar com você e comigo. O problema é que muitas vezes permanecemos cegos e surdos espiritualmente. Quantas vezes nossa oração vira monólogo e não damos oportunidade de Deus falar conosco. 


É interessante que hoje, uma pessoa partilhando comigo através de email, revelou que já não tem rezado com frequência, ao dormir. Ao mesmo tempo o Espírito Santo me levou a refletir que, na realidade, muitas vezes fazemos o caminho contrário. Na realidade, é ao acordar que precisamos começar nosso diálogo com Deus para que, ao deitarmos, possamos fazer nossa revisão de vida e, se preciso for, pedir perdão por coisas feitas não conforme os direcionamentos do projeto de amor do Senhor para cada um de nós.

Qual foi a última vez que você sentiu Deus falar com você?

Tem muito tempo isso? Se a resposta foi positiva, o sintoma é muito preocupante. Certamente você está doente, espiritualmente falando, pois aqueles que são fortes e saudáveis em sua vida religiosa sentem a moção de Deus constantemente. Não importa se você vive caindo em tentações, em pecados, se sua vontade de se levantar, e viver o projeto do Senhor para sua vida for suficientemente grande.

Pare um pouco a correria do seu dia a dia. Geralmente o fim de ano deixa as pessoas doidas! É tanta coisa para colocar em dia, do ano que está acabando, não é verdade? Porém, se você não pára para Deus, sua correria pode até te parar em outros lugares que só vão te machucar.

Faltam poucos dias para o ano acabar, mas ainda há tempo de você voltar para a intimidade com o Senhor.

O que desejo é que, a exemplo de José, todos nós consigamos ter visão espiritual suficiente para que TODOS os nossos passos sejam conduzidos pela luz divina.

Que o Espírito Santo conduza sua reflexão nesse dia!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 1,1-17

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

1Livro da origem de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos. 3Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar. Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram; 4Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naas son gerou Salmon; 5Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab. Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute. Obed gerou Jessé. 6Jessé gerou o rei Davi.
Davi gerou Salomão, daquela que tinha sido mulher de Urias. 7Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa; 8Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão. Jorão gerou Ozias; 9Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias; 10Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias. 11Josias gerou Jeconias e seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia.
12Depois do exílio na Ba bilônia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel; 13Zo­robabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azor; 14Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud; 15Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Matã; Matã gerou Jacó. 16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. 17Assim, as gerações desde Abraão até Davi são catorze; de Davi até o exílio na Babilônia catorze; e do exílio na Babilônia até Cristo, catorze.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Jesus é o Messias!




Bom dia, meus amigos!

Considero o Evangelho de hoje um tanto intrigante e talvez, intencionado a provar nosso desejo de desvendarmos mistérios, coisas desconhecidas. Podemos nos perguntar: Pra quê esses nomes difíceis, diferentes? O que isso me interessa?

Esse Evangelho nos traz a genealogia de Jesus. Novamente, poderíamos nos perguntar: O que Mateus quis começando com essa genealogia? Com toda certeza, esse Evangelho nos instiga a buscarmos novos conhecimentos e novas reflexões interiores. Quando Mateus escreveu esse livro, o povo judeu vivia um descontentamento. Após a rejeição de Jesus pelos judeus, Mateus, através dessa genealogia, procura convencer aquele povo de que Jesus de Nazaré é o Messias.

Ao fim dessa árvore genealógica, percebemos que o ápice da história de Israel se dá pela vinda de Jesus, apresentando-O como descendente de Davi e Abraão. Como CRISTO, Ele instaura um novo modelo de vida mediante ao Reino do Céu, e estende a presença de Deus nas pessoas através da Igreja.

A intenção maior de Mateus foi dizer que Jesus é o Cristo, que quer dizer O Ungido, O Messias. Ao longo desse Evangelho, percebemos que Mateus divide em três partes catorze gerações, omitindo algumas. Isso acontece de forma proposital, pois na verdade, sua intenção real foi dizer que Jesus é o próprio filho de Deus. A partir dessa genealogia, compreendemos que as profecias do Antigo Testamento foram realizadas, concretizadas com a vinda de Jesus Cristo.

Acredito que teríamos muita “reflexão didática” acerca desse Evangelho, porém, quero me ater ao Jesus CRISTO do nosso coração. Será que verdadeiramente estamos reconhecendo Jesus como nosso SENHOR, como o verdadeiro Messias, aquele que veio para ungir nossos corações, nos livrando do pecado e nos amando de forma desmedida?

Essa linha genealógica encontrada no Evangelho muda somente através de Deus, enviando seu filho, Jesus Cristo. Aquele povo de Israel que se perdia no pecado não podia por si só se salvar, pois a salvação não vem dos homens, mas de Deus. Não foi pela força dos homens que Jesus foi gerado, mas pelo poder que vem de Deus, através do Seu Espírito Santo.


Pois bem! Compreendendo que por nós mesmos não somos nada e nem conseguimos nada, que somente com um coração aberto e disponível mergulharemos na unção do Senhor, entreguemos verdadeiramente nossas vidas a Ele. É preciso que assumamos nossa identidade de verdadeiros filhos de Deus, permitindo que Ele seja nosso capitão, nos conduzindo para águas mais profundas. Procuremos, com humildade, força e amor, agirmos conforme a vontade do Senhor, uma vez que nos foi provado, confirmado que Jesus é o Cristo, o nosso Salvador. Amém!

Que Jesus Cristo habite no coração de cada um, derramando muito amor!



Monike Stival Martins
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 7,19-23

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, João convocou dois de seus discípulos, e mandou-os perguntar ao Senhor: És tu aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?” 20Eles foram ter com Jesus, e disseram: “João Batista nos mandou a ti para perguntar: ‘És tu aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?’” 21Nessa mesma hora, Jesus curou de doenças, enfermidades e espíritos malignos a muitas pessoas, e fez muitos cegos recuperarem a vista. 22Então, Jesus lhes respondeu: “Ide contar a João o que vistes e ouvistes: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, e a boa nova é anunciada aos pobres. 23É feliz aquele que não se escandaliza por causa de mim!”


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Pregai Sempre o Evangelho e Quando Necessário, Use Palavras




Bom dia, amados!

Jesus foi um sinal de contradição para muitos em sua época e o é até hoje.

João Batista, que anunciava a vinda do salvador, teve dificuldade para saber se realmente Jesus era o salvador e por isso manda dois de seus discípulos perguntarem a Ele:

“És tu o Messias ou temos que esperar por outro?” 

E Jesus responde não com palavras, mas com gestos concretos. Veja a atitude.




Como podemos ver tantos milagres e não reconhecer Jesus como salvador? E hoje ainda é mais difícil, pois não temos a mesma visão dos fatos que os discípulos de João. Temos que acreditar pela força da fé e somente. Hoje em dia é muito difícil vermos fé tão grande quanto a do povo que andava com Jesus e mesmo assim, naquela época muitos duvidavam.

Hoje o que temos para nos firmar ou afirmar a nossa fé? A palavra de Deus nos diz: “Se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda farás obras maravilhosas.” Então aqui eu digo: “ Bem aventurado seremos nós quando entendermos que o reino de Deus é amor e não lei, é servir e não mandar.”

São Francisco de Assis falou uma frase que diz tudo:

“Pregue sempre o evangelho e quando necessário, use palavras.”

Isto foi o que Jesus fez e pede que façamos. Se amarmos e servimos, pregaremos o evangelho sem precisarmos de palavras. Nisto se resume toda a vida de Jesus: amar e servir.

Amados, aproveitemos este tempo do advento, que nos deixa mais sensíveis para o amor, para assim podermos praticar estas duas virtudes “ amar e servir”. Pois é praticando o amor e o serviço que aprenderemos a amar e servir intensamente. Eis aqui a essência de ser Cristão.

Que Deus nos cumule de bênçãos hoje e sempre!

Paz e bem!


Renato e Eloneide
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 21,28-32

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos chefes dos sacerdotes e aos anciãos do povo: 28“Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Dirigindo-se ao primeiro, ele disse: ‘Filho, vai trabalhar hoje na vinha!’ 29O Filho respondeu: ‘Não quero’. Mas depois mudou de opinião e foi. 30O pai dirigiu-se ao outro filho e disse a mesma coisa. Este respondeu: ‘Sim, senhor, eu vou’. Mas não foi. 31Qual dos dois fez a vontade do pai?”
Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: “O primeiro”. Então Jesus lhes disse: “Em verdade vos digo, que os publicanos e as prostitutas vos precedem no Reino de Deus. 32Porque João veio até vós num caminho de justiça, e vós não acreditastes nele. Ao contrário, os publicanos e as prostitutas creram nele. Vós, porém, mesmo vendo isso, não vos arrependestes para crer nele”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Atitudes Valem Mais Que Palavras




Bom dia! A paz de Jesus a todos!

Hoje a palavra de Deus vem nos mostrar a importância de nossos atos. Atitudes valem mais do que palavras, valem mais do que apenas mostrar o que se sabe. A palavra de hoje vem ainda mostrar que Deus olha o coração, a verdadeira intenção da pessoa, e mostrar mais uma vez sua infinita misericórdia.

Do que adianta mostrar com palavras, conhecimentos, e até mesmo orações, se nossas atitudes não condizem com o que apresentamos? Do que adianta irmos todo Domingo à Missa, mostrar que temos conhecimento da palavra de Deus, mas quando um irmão precisa de mim, eu não estou pronto a ajudar? Do que adianta conhecer todos os livros da Bíblia, mas se na minha casa eu discuto com meus pais e irmãos e não tenho um bom convívio com eles?

Devemos olhar nossos atos em nosso dia a dia. Não adianta erguermos nossas mãos na Igreja, dizer palavras bonitas, se meus atos são de maldade, egoísmo. Assim como tenho respeito dentro da igreja, tenho que ter respeito dentro de casa, e em todos os lugares. Não sejamos hipócritas!

Deus vê o coração, e as atitudes mostram verdadeiramente o que há no coração. Então é hora de começarmos por em prática tudo o que é ensinado na Missa, tudo o que Deus nos toca, tudo que Ele pede ao nosso coração. Assim, deixando de estar em uma vida só de aparências, e além de mostrar com a vida, com as atitudes que Deus vive em todos nós e está sempre conosco, devemos também ser instrumentos Dele na mudança de outras pessoas.

Que Deus nos dê sabedoria, nos abençoe, para que possamos com nossos atos mostrar e viver Sua vontade.



Fernando Reis Gomes
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 21,23-27

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 23Jesus voltou ao Templo. Enquanto ensinava, os sumos sacerdotes e os anciãos do povo aproximaram-se dele e perguntaram: “Com que autoridade fazes estas coisas? Quem te deu tal autoridade?”
24Jesus respondeu-lhes: “Também eu vos farei uma pergunta. Se vós me responderdes, também eu vos direi com que autoridade faço estas coisas. 25Donde vinha o batismo de João? Do céu ou dos homens?”
Eles refletiam entre si: “Se dissermos: ‘Do céu’, ele nos dirá: ‘Por que não acreditastes nele?’ 26Se dissermos: ‘Dos homens’, temos medo do povo, pois todos têm João Batista na conta de profeta”.
27Eles então responderam a Jesus: “Não sabemos”. Ao que Jesus também respondeu: “Eu também não vos direi com que autoridade faço estas coisas”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Autoridade que Vem do Alto




Bom dia, queridos irmãos!

Peçamos ao Senhor a graça de estarmos abertos ao Seu amor, e que possamos ouvi-lO, sobre o que é a Sua vontade para nossas vidas.

Jesus hoje vem nos ensinar sobre a autoridade divina. Não aquela que os homens conhecem, mas a que é dada por Deus, nosso Pai.

Os príncipes dos sacerdotes e anciãos dirigiram-se a Jesus, querendo testá-lo, tentaram pegá-lo "desprevinido". Porém, o Senhor munido do Espírito Santo, simplesmente mostrou autoridade dos céus, respondendo sobre a própria autoridade recebida do alto.

A autoridade que Jesus demonstrou é o mais puro exemplo da conquista do respeito sobre as pessoas. Jesus não mostrou poder impondo, mas exerceu autoridade doando-se. Jesus deu-nos o exemplo de um líder sensato, que sabia ser guiado pelo Espírito Santo de Deus, exercendo a sábia autoridade vindo do Reino.

Peçamos ao Senhor a sabedoria que vem do alto, em todas as situações de nossa vida, assim como Ele também nos deixa esta bela lição.


Que a paz e o amor de Jesus estejam em nossos corações!


Klênia e Marcos.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 3,10-18

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 10as multidões perguntavam a João: “Que devemos fazer?”
11João respondia: “Quem tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo!”
12Foram também para o batismo cobradores de impostos, e perguntaram a João: “Mestre, que devemos fazer?”
13João respondeu: “Não cobreis mais do que foi estabelecido”.
14Havia também soldados que perguntavam: “E nós, que devemos fazer?”
João respondia: “Não tomeis à força dinheiro de ninguém, nem façais falsas acusações; ficai satisfeitos com o vosso salário!”
15O povo estava na expectativa e todos perguntavam no seu íntimo se João não seria o Messias. 16Por isso, João declarou a todos: “Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo. 17Ele virá com a pá na mão: vai limpar sua eira e recolher o trigo no celeiro; mas a palha ele a queimará no fogo que não se apaga”.
18E ainda de muitos outros modos, João anunciava ao povo a Boa Nova.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Amar ao Próximo Como a Si Mesmo...




Bom dia queridos amigos!

Como é bom estarmos mais uma vez juntos, nesse domingo para partilharmos dos ensinamentos de nosso Pai.

No evangelho de hoje, Jesus nos fala da importância da caridade. Nenhum ser humano pode se dizer filho de Deus e, muito menos cristão, sem que antes tenha aprendido a importância da prática da caridade. Devemos nos inspirar nas ações de Cristo que despiu-se de toda sua realeza e viveu a ajudar os mais  necessitados. Jesus, dispos, por Amor, a viver na Terra, numa renúncia e dedicação plena, para mostrar-nos as leis morais e ensinar o amor ao próximo. Sigamos também o exemplo de São Francisco de Assis, renunciando a uma vida rica, privilegiada, afastando-se até da convivência familiar, para viver, com liberdade, o amor aos seus irmãos em Deus.

Jesus espera que tenhamos a grandeza de amar nossos irmãos, desejando –o bem, sendo o ombro amigo nos momentos tumultuados, orientando –os sempre para que possam fazer as melhores escolhas para sua vida. Assim como você quer que sua vida seja prospera e feliz, deseje o mesmo sentido de vida para o seu próximo. Assim como você se esforça para tirar boas notas, ajude seu próximo para que ele também tire boas notas. Assim como você gosta de ser bem recebido em ambientes novos, receba bem um estranho no meio em que você está. O que você gostaria que as pessoas fizessem a você, faça-o a elas.


Peçamos sempre em nossas orações para que o Espírito Santo de Deus, nos de a sabedoria para que a nossa inteligência não nos leve a permanecermos no orgulho e no egoísmo. Não permitindo que vivamos apenas em função dos nossos próprios objetivos. Precisamos aprender olhar cada pessoa com olhos de simpatia, vontade de gostar dela. Com esta atitude estaremos facilitando o desenvolvimento do amor em nós, ainda que o outro não nos corresponda da mesma maneira.Jesus nos ensinou: "Amai aos inimigos". Se devemos amar até a quem nos faz mal deliberadamente, quanto mais devemos amar aos que convivem conosco, aos que nos encontramos no dia-a-dia! Amar ao próximo, desenvolvendo o amor em nós, deve ser a nossa meta, se queremos ser, a cada dia, pessoas melhores, mais felizes.


João Batista nos fala: "Quem tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo!" "Não cobreis mais do que foi estabelecido”. “Não tomeis à força dinheiro de ninguém, nem façais falsas acusações; ficai satisfeitos com o vosso salário!”. Logo, a virtude da caridade deve ser o ponto de partida de todas as outras virtudes. Agir com caridade é respeitar o próximo em todos os sentidos: é doação, é ser justo nas ações e atitudes, é ser solidário ,é a capacidade de sentirmos a dor do outro e respeitá-lo.


Queridos amigos, peçamos sempre em nossas orações que o nosso egoísmo seja substituído pela necessidade de amar o próximo , que nossa alma seja um santuário sempre iluminado pelas vontades divinas. Que possamos todos os dias dizer o sim a Deus através das ações de caridade, pois a pessoa realiza a si mesma na medida em que ama.


Que a caridade de Jesus esteja presente na vida de cada um de vocês.


Sueleide Assis
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 1,39-47

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

39Naqueles dias Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou em seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor,47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Ser Portador do Espírito, Como Maria




Bom dia, queridos amigos!

O evangelho de hoje vem nos falar da presença do Espírito Santo nas pessoas. O quanto nós podemos estar cheios dele. A importância deste em nossas vidas.

A Palavra nos fala do dia em que Maria, a mãe de Jesus, foi até a cidade de Judá, na casa de sua prima Isabel. Quando saudou esta, o filho que estava em seu ventre mexeu e ambos ficaram cheios do Espírito Santo.

Isso aconteceu porque Maria, de fato, aceitou Deus em sua vida, o que era perfeitamente perceptível à Isabel, uma vez que ela mesma afirmara “Bem aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!”

Quando nós abrimos nossa boca, será que fazemos nosso irmão tremer com presença do Espírito Santo que existe em nós? Será que falamos com brandura? Nossa palavra tem servido de acalento para quem de nós necessita?

Caso isso não esteja acontecendo é porque só conseguimos doar o que temos em abundância. Talvez não tenhamos espírito suficiente nem para preencher nossa alma. Talvez ainda não dissemos nosso sim a Deus e não deixamos Jesus renascer em nossos corações. Talvez não permitimos que o Pai cumprisse suas promessas em nossas vidas, porque todos nós temos que ser o templo vivo do Espírito Santo.

Só assim nós poderemos resplandecer a presença de Deus em nossas vidas e na vida de nossos familiares, amigos, colegas de serviço ou escola. Só assim poderemos fazer que as pessoas “tremam” no Espírito Santo.


Maria Tereza Bosco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 11,16-19

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus às multidões: 16“Com quem vou comparar esta geração? São como crianças sentadas nas praças, que gritam para os colegas, dizendo:17‘Tocamos flauta e vós não dançastes. Entoamos lamentações e vós não batestes no peito!’ 18Veio João, que nem come e nem bebe, e dizem: ‘Ele está com um demônio’.19Veio o Filho do Homem, que come e bebe e dizem: ‘É um comilão e beberrão, amigo de cobradores de impostos e de pecadores’. Mas a sabedoria foi reconhecida com base em suas obras.”


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

A Sabedoria é Reconhecida Através das Obras


Bom dia, queridos irmãos!

Uma ótima sexta-feira a todos vocês.

No Evangelho de hoje Jesus está lamentando a forma como está a geração em que vivemos. Lamenta toda a frieza com que as pessoas no decorrer do tempo reagiam diante das manifestações de Deus no mundo. As pessoas desta geração não estão satisfeitas com nada, estão sempre reclamando e criticando; e nós sabemos que isso é verdade.

Jesus naquela época percebeu isso, e a falta de maturidade que existia naquele tempo, existe também hoje. Mas podemos dizer que é um contraste, pois há imaturidade nas pessoas de hoje que são maduras; isso na verdade se chama hipocrisia. Nós queremos ser muito sábios, dando palpites em tudo, mas só Deus é sábio. E o pouco de sabedoria que temos, é graças a Ele.

Deus não quer que sejamos dessa forma: reclamando de tudo, comparados a crianças insastifeitas, como é sitado no Evangelho. Precisamos ser pessoas maduras, e não podemos esquecer também que está próximo o Natal, e devemos nos preparar ao invés de reclamar aquele presente que por algum motivo não pudemos obter; o Natal tem significado de plena importância, sejamos pois maduros como Jesus pede.

"Mas a sabedoria foi reconhecida com base em suas obras."

Jesus mostrou-se muito sábio com todas as suas obras. E nós? Que obras temos feito? É bom que comecemos a pensar nisso. Deus sempre está falando sobre o quanto as obras são importantes. Ele diz que a fé sem obras é morta, até mesmo o amor, sem obras é só um sentimento. E agora ressalta que nossa sabedoria será reconhecida através das obras.Isso não é fácil. Mas para Deus nada é impossível.

Que nós possamos ser diferentes depois de refletirmos sobre isso. Sabendo ser mais maduro, reclamar menos e tentar compreender o objetivo de Deus em nossas vidas. Que o Espírito Santo possa conduzir cada um de nós.

Um forte abraço!

Cinthya Cardoso de Araújo

Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 11,11-15

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 11“Em verdade eu vos digo, de todos os homens que já nasceram, nenhum é maior do que João Batista. No entanto, o menor no Reino dos Céus é maior do que ele. 12Desde os dias de João Batista até agora, o Reino dos Céus sofre violência, e são os violentos que o conquistam. 13Com efeito, todos os Profetas e a Lei profetizaram até João. 14E se quereis aceitar, ele é o Elias que há de vir. 15Quem tem ouvidos, ouça”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Quem Tem Ouvidos, Ouça.





Muito bom dia, meus irmãos!

Que a paz de nosso Senhor Jesus Cristo seja derramada no coração de cada um de vocês nessa quinta-feira tão abençoada.

Jesus foi concebido pela Virgem Maria, se fez homem e aos 30 anos de idade foi batizado no Rio Jordão pelo último profeta do Novo Testamento, João Batista, que foi um grande pregador, tendo como discurso principal a vinda do filho de Deus. Jesus veio à terra como o Cordeiro de Deus, para nos salvar do pecado e da injustiça, por isso precisou de um representante da humanidade que anunciasse a Sua vinda, que foi João Batista, filho de Zacarias e Isabel, prima de Maria, que eram descendentes de Aarão.

No batismo de Jesus se concede a remissão dos pecados, da mesma maneira quando foi crucificado, o que significa que Jesus veio pelo batismo e pela cruz. No Antigo Testamento, Deus permitiu que a remissão dos pecados se desse pela imposição das mãos sobre a cabeça na oferta no tabernáculo. Por isso, entende-se que o batismo de Jesus no rio Jordão foi uma transferência dos nossos pecados. Que interessante e misterioso isso, não é mesmo?!

Agora, quero ater-me a um versículo: "Quem tem ouvidos, ouça." Percebemos em reflexões anteriores que, a distância de Jesus entre as pessoas, ou melhor, das pessoas com Jesus, se dá pelo cansaço, pela indisposição, maus diversos, como depressão, dívidas, problemas familiares e vários outros. Vimos, também, que tudo isso é proveniente da falta de amor, que é o valor primordial de Deus.

Sinceramente, não fico estarrecida quando leio algo como: Falta Deus no mundo! Bem sabemos que falta amor no mundo, e se falta amor, falta Deus, porque Deus é amor!

Jesus deixa muito claro, quando afirma de forma bastante direta e objetiva, nos aconselhando a colocar nossos ouvidos em prática, clamando o Espírito Santo para nos dar "sensibilidade auditiva", para que não deixemos Sua Palavra passar despercebida. O grande homem e a grande mulher é aquele e aquela que tem seus ouvidos voltados à vontade de Deus, se entregando inteiramente aos pés de Jesus e assumindo verdadeiramente a condição de filho(a) de Deus.

Para que possamos afirmar: Eu sou de Jesus!, é preciso que sejamos fortes e corajosos para enfrentarmos as coisas do mundo que tendem a nos levar ao pecado. Devemos nos opor, também, às maldades e insensibilidades terrestres. E, para sermos fortes e corajosos em Jesus, é necessário estarmos íntimos d'Ele. Sendo assim, nossa fé precisa estar legal. Nossa intimidade com o Espírito Santo precisa estar caminhando positivamente.

Portanto, meus irmãos e minhas irmãs, primeiramente tenhamos força e coragem de reservar um tempinho do nosso dia para aquele bate-papo amigável com Jesus e com o Espírito Santo, só depois coloquemos nossos ouvidos a escutar, e assim, praticar a vontade daquele que tanto nos ama e quer bem, JESUS CRISTO, fazendo do Reino do Céu, o reino do nosso coração, semeando AMOR em abundância! Amém!

Que Deus abençoe a cada um!.


Monike Stival Martins
Leia Mais

Ser Violento no Bom Combate





Muito bom dia, meus amigos!

A passagem de hoje é como uma convocação para sermos, de fato, bravos soldados, guerreiros, em batalha...

Se você é daqueles que senta no banco e fica apenas assistindo as coisas acontecerem, como aquele viciado em televisão que, ao chegar em casa depois de um dia de trabalho, se esquece de tudo e de todos para acompanhar as imagens na tela, a mensagem de hoje é direta para você.

"O Reino dos Céus sofre violência, e são os violentos que o conquistam."
Mt 11,12b

Olhem bem o duplo sentido nesse afirmação: ao mesmo tempo em que o Reino dos Céus sofre violência, é combatido violentamente, somente aqueles que são "violentos", decididos, cheios de atitude e que não ficam olhando as coisas acontecerem como meros espectadores realmente conseguem garantir seus lugares no reino celeste.

Isso quer dizer que se você é adepto da velha filosofia do "deixa a vida me levar", um futuro não muito promissor te espera. E certamente não será nos novos céus e nova terra prometidos na bíblia. Isso significa que você tem que parar de esperar as coisas acontecerem, parar de ser passivo e começar a ser sujeito, isso mesmo, "agente da passiva" de ações eficazes para o bom combate da edificação do Reino de Deus em nosso meio.

Isso significa que você tem que tomar atitudes diárias! Significa que você deve assumir a radicalidade do evangelho, a exemplo dos grandes profetas da Bíblia, como é o caso de João Batista hoje. E o paradoxo de Jesus sobre ele é claro: devemos ser grandes e fortes em nossas atitudes, porém, sem deixarmos de ser pequenos, mansos e humildes de coração em relação aos nossos irmãos.

Seu dia a dia tem sido apenas em favor do seu umbigo? É hora de mudar isso! Na realidade, já passou da hora de acordarmos para a vida eterna que Jesus promete àqueles que o enxergam naqueles que têm fome, que não têm roupa direito para vestir, que não têm teto, que são excluídos da sociedade.

E devemos ir bem além do que dar apenas as coisas materiais. É necessário sermos alimento espiritual. É necessário, a exemplo de Jesus, que nossa carne e nosso sangue sejam convertidos em edificação interior dessas pessoas, para que elas realmente assumam a condição de filhos e filhas muito amados de Deus!

Sejamos violentos em nossas atitudes. Violentos no sentido de determinados, que não desistem na primeira barreira, pois somente essas pessoas conseguem conquistar o céu!

Se é o céu a sua meta, se até hoje você não foi o próprio sujeito de seus atos no bom combate de Deus, que a partir de hoje você tome atitude de sermos profeta do Senhor!

Que os Espírito Santo nos guie a cada dia, a cada momento, para que sejamos cada vez mais combatentes eficazes do bom combate!

Grande abraço fraternal,



Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN