Ocorreu um erro neste gadget

Intercessão




Faça seu pedido de oração! Clique aqui e partilhe conosco.

Nossa equipe irá interceder por você.


Nossa Senhora, rogai por nós!
Leia Mais

Semeador 10 Anos

Leia Mais

Vida e Missão

Evangelizar é um chamado para todo aquele que recebeu o sacramento do batismo. No mês em que se comemora o dia mundial do missionário, em 22 de outubro, faço uma reflexão sobre essa opção de vida de entrega e enriquecimento interior.
Pelo batismo passamos a fazer parte da grande família que é a Igreja e à medida que vamos caminhando dentro da Igreja nos conscientizamos de que Deus nos chama a um comprometimento maior com a missão de evangelizar. Ser missionário independe de ser um padre, um religioso ou religiosa, embora esse chamado possa também se manifestar de forma mais específica. Mas acima de tudo ser missionário é dever de cada batizado. Todos podemos ser evangelizadores e eu acredito ser essa a maior novidade do Espírito Santo para esse novo tempo. Com os movimentos pastorais e as novas comunidades cada vez mais os leigos vão tomando consciência do seu papel e da sua importância na Igreja.
Juntos contribuímos para que a grande missão evangelizadora da Igreja aconteça, somos parte desse corpo. Ser missionário é estar aberto a ação transformadora de Deus e do seu amor que a cada dia vai confirmando o chamado que recebemos pelo batismo e nos firmando no compromisso com a evangelização.
O Missionário é um discípulo e deve estar sempre atento aos apelos de Deus e às suas inspirações, pois é Ele, o próprio Deus, quem mostra o caminho e revela qual a parte que cabe a cada um nessa grande messe que é a do Senhor. Estar na messe do Senhor é ter a disposição humilde de fazer o trabalho da formiguinha, com fidelidade ao cumprimento daquilo que Deus confia, da parte que Deus reserva para cada um, acreditando que se cada um estiver no seu lugar, ainda que pareça pouco, o todo acontece.
Quando entrei para a Canção Nova, em 2000, estava bem engajada na minha paróquia. Havia me comprometido com a evangelização, mas com o tempo fui percebendo que Deus me chamava a deixar tudo para ser missionária em uma comunidade.
Hoje faz 10 anos que pertenço à comunidade Canção Nova. Com o tempo também fui percebendo que o próprio Deus me conduzia a viver a missão além fronteiras (Ad gentes). Ele mesmo foi colocando no meu coração disposição para assumir a evangelização dessa forma. Dos 10 anos na Canção Nova, dois passei na missão da França e hoje pertenço à missão Canção Nova de Portugal. Foi e tem sido um tempo de muito crescimento como missionária tendo em vista todo o processo que implica em acolher uma cultura diferente, adequar a costumes de um determinado povo, aprender a língua de um determinado País etc.
Com esse pequeno testemunho digo que como missionária fui entendendo que é Deus quem chama e é Ele que nos conduz à medida que nos colocamos à disposição para servir. É um caminho contínuo na busca de ouvir a Deus e compreender que é preciso ser íntima Dele, pois só assim é possível corresponder como Ele espera que eu viva a missão de evangelizar.

* Débora Lira é missionária da comunidade Canção Nova e atualmente está a
serviço da evangelização na Casa de missão em Portugal. Acesse: http://cancaonova.pt/


Assessoria de imprensa da Comunidade Canção Nova
Ex-Libris Comunicação Integrada (11) 3266-6088
Fernanda Mira fernanda@libris.com.br ramal 209 / (11) 8229-2660
Célia Moreno celiabmoreno@libris.com.br ramal 208 / (11) 8932-8880
Leia Mais

Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil




 *Professor Felipe Aquino

Em 12 de outubro de 1717, chegava o governador da Província de São Paulo, Conde de Assumar, em Guaratinguetá (SP). A Câmara da Vila notificou então os pescadores que apresentassem todo peixe que pudessem ao governador. Entre muitos, foram ao porto de Itaguaçu os pescadores Domingos Martins Garcia, João Alves e Felipe Pedroso, mas não conseguiram pescar nada. Depois, João Alves, lançando a rede de arrasto nesse porto, tirou o corpo da Senhora, sem cabeça, e, lançando outra vez mais abaixo a rede, pegou a cabeça da imagem. Continuando a pescaria, pegaram muitos peixes e logo perceberam o milagre.

 Os pescadores levaram aquela imagem de 38 cm de altura e cor bronzeada para suas casas e alguns sinais milagrosos começaram a acontecer. Atento àqueles fatos, o Pe. José Alves Vilela, pároco de Guaratinguetá, decidiu construir uma capela para o crescente número de devotos da Virgem. Entre os grandes milagres, conta-se o do escravo, ocorrido em 1790: suas correntes se soltaram das mãos quando ele implorava a proteção de Nossa Senhora Aparecida, diante da Imagem. Depois, essa capela foi substituída por outra maior no morro dos Coqueiros, em 1745, morro que tomou o nome de “Aparecida”.

 Em 1846, foi iniciada a construção de uma igreja maior, que deu origem à nova e grande basílica, abençoada no ano de 1980, pelo Papa João Paulo II. Em 1884, a princesa Isabel doou uma coroa a Nossa Senhora Aparecida para pagar uma promessa feita a ela, em que pedira, em 1868, um herdeiro para o trono. Sete anos após ter feito o pedido, a princesa Isabel deu à luz a D. Pedro de Alcântara. A coroação aconteceu em 1904.

 D. Pedro I, o primeiro Imperador do Brasil, confirmando antiga provisão de Sua Majestade, o rei de Portugal do ano de 1646, declarou a Virgem da Conceição Padroeira do Brasil. Em 1930, o Brasil foi solenemente consagrado a Nossa Senhora Aparecida pelo Cardeal D. Sebastião Leme, na presença do Presidente da República Washington Luiz. No mesmo ano, o Papa Pio XI proclamou Nossa Senhora Aparecida Padroeira principal de todo o Brasil. A Basílica foi concluída em sua parte principal em 1980: tem 23.000 m² e área coberta de 18.000 m². A lotação normal é de 45 mil pessoas, podendo chegar a 70 mil pessoas. É a grande casa da Mãe do povo brasileiro: simples, pobres, ricos, coxos, aleijados, doutores e analfabetos vão ali para pedir Sua bênção e Sua proteção. É comovente ir a Aparecida e participar de uma Santa Missa, com o povo lotando a enorme basílica. A Casa Santa é desse povo de Deus. É ali que Ela nos abençoa. Não deixe de ir até lá.

*Prof. Felipe Aquino é professor de física, autor de mais de 60 livros, e apresenta dois programas semanais na TV Canção Nova: "Escola da Fé" e "Trocando Idéias" (www.cancaonova.com)
Leia Mais

A riqueza imensurável do “ser” criança



* Shirleya Nunes de Santana

É impressionante como o conviver com crianças nos leva muitas vezes a lembrar de quão belo é ser criança e de como elas se aventuram nas coisas e situações da vida com todo entusiasmo, sem medo de errar. Amam, choram, caem, sorriem, são amigas, brigam e fazem as pazes rapidamente, pois o ser criança implica em ser “livre” para demonstrar esses e tantos outros sentimentos e ações. Criança é criança e ponto!
  
Aqui no Instituto Canção Nova, a área da Fundação João Paulo II voltada à educação infantil, a valorização dessa fase é primordial e faz toda a diferença na formação do futuro adolescente, do jovem, do homem ou mulher. E essa preocupação nos ajuda a tocar em tudo o que ela exige. É uma fase de cuidados e descobertas, para cada criança e para cada educador. Quem trabalha com crianças lida com o “novo” e com o “desprender-se” todos os dias. Entender sentimentos e ações é simples. O desafio é amar e demonstrar esse amor. E muitas vezes nós, educadores, premidos pelas responsabilidades do dia a dia, nos distanciamos dessa pureza e decisão de amar.
  
A atividade educacional vai além do cotidiano escolar, estendendo-se a atividades nos finais de semana e inserindo o educador diretamente na vida e família de cada aluno. É uma missão envolvente, de grandes descobertas e de riqueza incalculável. Passam os anos, as turmas se renovam, mas o espírito de dedicação e de mútuo aprendizado é sempre o mesmo. O educador sempre ganha com as crianças a oportunidade de resgatar em si mesmo a “criança” que com o tempo acaba adormecida, impedindo o adulto de ser verdadeiro como os pequenos.
   
Houve uma mulher em nossa sociedade que foi e é referência para o Brasil e o mundo no que diz respeito à busca do entender e respeitar a criança como um todo. E sempre sem olhar onde, como e a quem serviu. Bastava ser uma criança e lá estavam ela e aqueles que com ela acreditavam na ajuda real, afetiva e concreta aos pequeninos. Zilda Arns Neumann, arrancada de nosso convívio durante um terremoto no Haiti, é o nome dessa mulher. Como médica, ensinou a educadores e pais o respeito e o amor pelas crianças, vistas como “um todo” em formação. Isso fez e faz a diferença.
  
Comemoramos o “Dia da Criança”, mas precisamos comemorar diariamente o dom da vida de uma criança, que se traduz na sua liberdade e simplicidade. As crianças carregam a mais bela forma de amar e o ato de construí-las é um dos mais nobres gestos de amor. Portanto, quando formos comemorar ou pensar na criança, olhemos mais que brinquedos ou travessuras, olhemos o belo presente que é ter uma criança perto de nós. Amor, atenção, educação, saúde e respeito são bons presentes para esses pequenos que se tornarão grandes homens e grandes mulheres, a exemplo da nossa querida Zilda Arns.
   

* Shirleya Nunes de Santana é diretora do Instituto Canção Nova - Unidade 2 da Rede de Desenvolvimento Social da Canção Nova.
Leia Mais

Em defesa da vida



Ano após ano um assunto polêmico volta a ser debatido pela sociedade brasileira: o aborto. Nessas eleições, cujo primeiro turno ocorre neste fim de semana, o assunto também esteve no centro das discussões. A questão é apresentada nos debates entre candidatos, nas páginas dos jornais, sites, blogs e é defendida  por movimentos favoráveis ou contrários à descriminalização do aborto.
Ocorre que há muitas formas de se responder à questão: você é contra ou favorável à prática do aborto? O candidato nem sempre responde segundo suas convicções, mas movido pela pressão das políticas internacionais de redução da taxa de natalidade, pelo interesse comercial dos grandes laboratórios ávidos por lucros e até por ideologias partidárias pouco transparentes.
É necessário prestar atenção sobre o que verdadeiramente os candidatos, em todas as esferas, pensam a respeito do assunto. Segundo a última pesquisa realizada pela CNT/Sensus, em janeiro de 2010, 73,5% dos brasileiros disseram ser contra a legalização do aborto e 22,7%, a favor. Isso revela claramente a posição da maioria dos brasileiros em relação a essa questão.
Ao longo da história da humanidade vários povos como os gregos, celtas, fueginos (indígenas sul-americanos), eliminaram as pessoas deficientes, mal-formadas ou muito doentes. É nessa ideologia, que inclusive foi usada para justificar as práticas biológicas do nazismo e os extermínios de doentes mentais e crianças indesejadas, que se insere o aborto. Aliás, a maioria das nações que adotou oficialmente o aborto, também aprovou posteriormente essas demais práticas. Um exemplo é a Holanda, lá já se pratica a eutanásia de bebês.
Na verdade a prática do aborto não é uma mal apenas para o feto. Na mulher, produz um choque no sistema nervoso e provoca um impacto em sua personalidade. Além deste problema psicológico, cada mulher que se submeteu a um aborto terá de encarar a morte de seu filho que não nasceu como uma realidade social, emocional, intelectual e espiritual. Quanto maior a negação, a rejeição, maior será a dificuldade de enfrentar a realidade da experiência abortiva.
A questão enche de interrogações a mente da sociedade brasileira. Entre outras coisas, diz-se que a Igreja Católica, instituição que sempre se posicionou de forma contrária à interrupção da gravidez, não tem autoridade para impugnar o aborto. Todavia, não é unicamente a Igreja que pensa assim. Este posicionamento encontra respaldo na própria ciência que já esgotou suas dúvidas.
           Hoje, pode-se afirmar com mais firmeza que desde a concepção já existe uma vida. Então, por que não atacar, ao invés do inocente no ventre, as causas da gravidez precoce de meninas, da vida promíscua de pessoas carentes de afeto familiar e amor autêntico? Por que não combater a desinformação da sociedade sobre a gravidade de práticas cruéis e bárbaras como o aborto?
          Não há nada mais sagrado que o direito à vida e, como tal, deve ser defendido principalmente pelas maiores autoridades da Nação.
 
* Ronaldo da Silva é missionário da Comunidade Canção Nova, jornalista e apresenta diariamente o programa Tarde Especial na rádio Canção Nova de Brasília (89,1). Twitter: @ronaldocn; Blog: blog.cancaonova.com/radiodf
 
Mais informações:Assessoria de imprensa da comunidade Canção Nova Ex-Libris Comunicação Integrada (11) 3266-6088 
Célia Moreno  celiabmoreno@libris.com.br ramal 208/ (11) 8932-8880
Leia Mais

Reflexão do Evangelho com Pe. Mateus Maria



Comentário do Evangelho do XXIII Domingo do Tempo Comum Ano C.

Jesus neste Evangelho coloca condições para aqueles que desejam seguí-lo, desapegar do pai, da mãe, dos irmãos e de sí mesmo, e tomar a sua cruz. Diante destas condições, nós nos perguntamnos, mas se Jesus quer que todos vivam com Ele no céu, porque coloca condições?

Na verdade, a maior condição para tornarmos seus discípulos é a de não ser discípulo, me explico melhor..... se desja continuar a meditação, assista o vídeo....

Abraços!!!

Pe. Mateus Maria
Leia Mais
Evangelho (Lucas 4,16-30) Segunda-Feira, 30 de Agosto de 201022ª Semana Comum A- A+ — O Senhor esteja convosco.— Ele está no meio de nós.— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.— Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 16veio Jesus à cidade de Nazaré, onde se tinha criado.Conforme seu costume, entrou na sinagoga no sábado, e levantou-se para fazera leitura. 17Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, Jesusachou a passagem em que está escrito: 18“O Espírito do Senhor está sobremim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa Nova aospobres; enviou-me para proclamar a libertação aos cativos e aos cegos arecuperação da vista; para libertar os oprimidos 19e para proclamar um anoda graça do Senhor”.20Depois fechou o livro, entregou-o ao ajudante e sentou-se. Todos os queestavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele. 21Então começou adizer-lhes: “Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes deouvir”. 22Todos davam testemunho a seu respeito, admirados com as palavrascheias de encanto que saíam da sua boca. E diziam: “Não é este o filho deJosé?”23Jesus, porém, disse: “Sem dúvida, vós me repetireis o provérbio: Médico,cura-te a ti mesmo. Faze também aqui, em tua terra, tudo o que ouvimos dizerque fizeste em Cafarnaum”. 24E acrescentou: “Em verdade eu vos digo quenenhum profeta é bem recebido em sua pátria. 25De fato, eu vos digo: notempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses ehouve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. 26Noentanto, a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva que vivia emSarepta, na Sidônia.27E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo,nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio”. 28Quando ouviram estaspalavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos. 29Levantaram-se e oexpulsaram da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual a cidadeestava construída, com a intenção de lançá-lo no precipício. 30Jesus, porém,passando pelo meio deles, continuou o seu caminho. - Palavra da Salvação.- Glória a vós, Senhor.


Bom dia!!!Que a Paz de Jesus e o amor de Maria invadam nossos corações nesta última segunda do mês de agosto. Peçamos ao Senhor a sua presença viva e verdadeira junto de nós hoje pra que na unção reflitamos sobre suas palavras para o seu povo. Hoje o evangelho nos mostra sobre a graça de estar à luz do Espírito Santode Deus. Estar cheios e conduzidos pela instrução divina que vem em nossoauxílio. Assim como Jesus leu no livro do profeta Isaías, que a unção doEspírito estava sobre ele e que o conduzia a levar a boa nova a todas as pessoas, também a nós o Senhor vem isso nos ensinar. Só seremos criaturas novas e cheias de graça se nos dispusermos a recebermos o Espírito do alto. E assim como no evangelho diz que o profetanão realiza milagres em sua terra natal, assim somos nós. O que de fato temos que fazer pra que possamos levar todos os nossos a Deus, sem que nós convençamos que o caminho certo é o da luz do alto, do Pai amado? Queridos, deixar o Espírito Santo agir em nós pra que ele convença o povode Deus que o caminho certo a ser tomado é o que Jesus nos indica não éuma maneira fácil de viver, mas é a única garantia de que seremos os profetas que Deus nos chama a sermos. Só poderemos ser profetas junto dos nossos, se pusermos nosso coração a disposição de Deus Pai, se despirmos nossa vida de toda velhice do mundo colocada em nós. Temos que ter a consciência de quem faz em nós é Deus.Não somos capazes, mas nos fazemos capazes a partir do momento que aceitamos estar com o Espírito Santo de Deus em nossa vida e podermos anunciar as graças, as bençãos e libertações preparadas pelo Senhor e esperada pelo seu povo. Vamos juntos no amor de Deus pedir que o Espírito Santo venha em graça plena sobre nós nesse dia de segunda e faça de nós perfeitos profetas nas boas novas do Reino dos Céus... amém. Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo.Amém.

Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 13,44-46

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus à multidão: 44“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo. 45O Reino dos Céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas. 46Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 22,34-40

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 34os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus. Então eles se reuniram em grupo, 35e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo: 36“Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?”
37Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento!’ 38Esse é o maior e o primeiro mandamento. 39O segundo é semelhante a esse: ‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’. 40Toda a Lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 22,1-14

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus voltou a falar em parábolas aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo, 2dizendo: “O Reino dos Céus é como a história do rei que preparou a festa de casamento do seu filho. 3E mandou os seus empregados chamar os convidados para a festa, mas estes não quiseram vir.
4O rei mandou outros empregados, dizendo: ‘Dizei aos convidados: já preparei o banquete, os bois e os animais cevados já foram abatidos e tudo está pronto. Vinde para a festa!’ 5Mas os convidados não deram a menor atenção: um foi para o seu campo, outro para os seus negócios, 6outros agarraram os empregados, bateram neles e os mataram.
7O rei ficou indignado e mandou suas tropas, para matar aqueles assassinos e incendiar a cidade deles. 8Em seguida, o rei disse aos empregados: ‘A festa de casamento está pronta, mas os convidados não foram dignos dela. 9Portanto, ide às encruzilhadas dos caminhos e convidai para a festa todos os que encon trar des’.
10Então os empregados saíram pelos caminhos e reuniram todos os que encontraram, maus e bons. E a sala da festa ficou cheia de convidados. 11Quando o rei entrou para ver os convidados observou ali um homem que não estava usando traje de festa 12e perguntou-lhe: ‘Amigo, como entraste aqui sem o traje de festa?’ Mas o homem nada respondeu.
13Então o rei disse aos que serviam: ‘Amarrai os pés e as mãos desse homem e jogai-o fora, na escuridão! Ali haverá choro e ranger de dentes’. 14Porque muitos são chamados, e poucos são escolhidos”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Muitos Chamados, Poucos Escolhidos

Muito bom dia, meus amigos!
                                
Cá estamos nós para mais uma reflexão da Palavra de Deus para nós hoje.
                           
Você já deve ter acabado de ler nossa passagem de hoje. Complicada, né? O pior é que ela reflete muuuuito bem o que nossa sociedade tem experiementado e vivido.
                                   
A palavra nos fala de um rei que prepara a festa de casamento do príncipe e pede que seus empregados - leia-se servos - se dirijam à cidade para chamar seus convidados. Estes, porém, nem dão atenção ao convite e continuam normalmente sua vida sem se importarem com o grande momento de alegria que o rei queria partilhar com eles. O pior é que o rei, incomodado com a falta de resposta, envia novos servos e estes são maltratados até a morte. O rei enfurecido, então, lança sua ira sobre aqueles que fizeram pouco caso de todo banquete que havia preparado e manda que sua guarda  mate os assassinos e queimem sua cidade. Em seguida o rei pede que outros servos saiam a convidar todos os que encontrarem pelo caminho e assim estes o fazem. Porém, algo um tanto intrigante acontece: uma pessoa é encontrada sem trajes adequados e é expulso do local.
                                               
É necessário refletirmos com bastante atenção e cuidado que nossa passagem de hoje merece. Ela é muuuito delicada...
                                          
Está muito na cara que o rei é o Pai Celestial e o príncipe é Jesus. O casamento não é nada mais nada menos que a união de Jesus com sua igreja (alguém tem alguma outra interpretação sobre isso?) e os convidados são aqueles que se dizem "amigos do Rei", ou amigos de Deus.
                                                    
Porém, o que se percebe em relação aos que se dizem "íntimos" de Deus é que estes não dão a mínima atenção à alegria de vossa realeza! Um banquete maravilhoso, digno de reis, é preparado e os tidos como amigos agem com desprezo e continuam com sua vida corriqueira. O pior é que alguns se sentem incomodados pelos servos do Rei e chegam a assassiná-los!
                                             
Meus amigos, meus amigos. Essa passagem de hoje me deixa muito incomodado. Será que nós, que nos auto-denominamos "amigos" do Rei, não estamos virando a cara e fazendo pouco caso do banquete que Ele diariamente prepara para nós?
                                
Será que nossos atos não estão incondizentes com nossas palavras? Será que não estamos, a exemplo dos "amigos" da leitura, traindo aquele que deseja festejar suas alegrias conosco?
                              
Pois bem, pra piorar ainda mais a situação, depois da traição de seus amigos mais íntimos, o Rei manda que convidem todos os que encontrarem pelas ruas e assim é feito. Porém, não adianta ser apenas convidado... é necessário se apresentar no banquete com trajes próprios para o momento. E o traje ideal para o banquete celeste é um coração contrito, arrependido e, declaradamente, em guerra contra tudo aquilo que desagrada o rei. Um coração amoroso, misericordioso e que muito se importe com a alegria dos outros.
                                               
Como você tem se preparado para o banquete? Aliás, que resposta você está dando ao convite semanal que o Senhor faz a você para o banquete do casamento que é celebrado em todas as missas, quando Jesus celebra seu casamento com sua noiva Igreja no altar, na comunhão? Você é um daqueles que fica na porta da capela, esperando a festa, o banquete do Rei acabarem para você entrar e começar a reunião do grupo?
                                          
Cuidado, meu amigo, muito cuidado e aproveito para pedir este mesmo cuidado a mim mesmo. Porque, a exemplo daqueles que não deram a mínima para o banquete real e aquele que estava sem trajes apropriados, podemos ser excluídos das celebrações reais por causa desse nosso pouco caso às coisas do Senhor.
                                                   
Que o Espírito Santo nos ilumine e nos faça refletir seriamente sobre tudo isso.
                                             
Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 20,1-16a

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: 1“O Reino dos Céus é como a história do patrão que saiu de madrugada para contratar trabalhadores para a sua vinha. 2Combinou com os trabalhadores uma moeda de prata por dia, e os mandou para a vinha. 3Às nove horas da manhã, o patrão saiu de novo, viu outros que estavam na praça, desocupados, 4e lhes disse: ‘Ide também vós para a minha vinha! E eu vos pagarei o que for justo’.
5E eles foram. O patrão saiu de novo ao meio-dia e às três horas da tarde, e fez a mesma coisa. 6Saindo outra vez pelas cinco horas da tarde, encontrou outros que estavam na praça, e lhes disse: ‘Por que estais aí o dia inteiro desocupados?’ 7Eles responderam: ‘Porque ninguém nos contratou’. O patrão lhes disse: ‘Ide vós também para a minha vinha’. 8Quando chegou a tarde, o patrão disse ao administrador: ‘Chama os trabalhadores e paga-lhes uma diária a todos, começando pelos últimos até os primeiros!’
9Vieram os que tinham sido contratados às cinco da tarde e cada um recebeu uma moeda de prata. 10Em seguida vieram os que foram contratados primeiro, e pensavam que iam receber mais. Porém, cada um deles recebeu uma moeda de prata. 11Ao receberem o pagamento, começaram a resmungar contra o patrão: 12‘Estes últimos trabalharam uma hora só, e tu os igualaste a nós, que suportamos o cansaço e o calor o dia inteiro’.
13Então o patrão disse a um deles: ‘Amigo, eu não fui injusto contigo. Não combinamos uma moeda de prata? 14Toma o que é teu e volta para casa! Eu quero dar a este que foi contratado por último o mesmo que dei a ti. 15Por acaso não tenho o direito de fazer o que quero com aquilo que me pertence? Ou estás com inveja, porque estou sendo bom?’ 16aAssim, os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,1-7

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 23Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus. 24E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”. 25Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”.
27Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. Que haveremos de receber?” 28Jesus respondeu: “Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. 30Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelizar





No inicio deste evangelho, notamos que Jesus conhece seus discipulos profundamente, não só o nome, mas sabe suas origens e conhece seus costumes. Por isso podemos dizer que Ele nos conhece antes mesmo de nascermos, que nosso nome está gravado em suas mãos...




Muito bom dia, amados!

No inicio deste evangelho, notamos que Jesus conhece seus discípulos profundamente, não só o nome, mas sabe suas origens e conhece seus costumes. Por isso podemos dizer que Ele nos conhece antes mesmo de nascermos, que nosso nome está gravado em suas mãos, pois nos ama e permuta reinos por nós e nos chama pelo nome, sois Meus (Is 43).  
Assim Ele quer restaurar Israel. E para isso conta com nossa ajuda, pois nos chama pelo nome e nos confere o poder de curar os enfermos, consolar os aflitos e restaurar e resgatar as ovelhas perdidas.
  
Note que, mais uma vez, Ele nos exorta a não irmos ou não frequentarmos lugares impróprios à nossa fé, pois quando instrui seus discípulos lhes ordena a não entrarem no meio dos gentios e na Samaria. Se olharmos no rodapé de nossa bíblia, vamos ver que eram lugares de conflito, hostilidade e de origem semi-pagã.
  
Mais uma vez, Jesus se preocupa e se mostra como o Bom Pastor, pois nos envia em missão, nos confere o poder necessário e nos aponta onde não devemos ir. É bom sempre lembrarmos que o poder vem de Deus e que somos apenas o canal para que o poder Dele chegue até as ovelhas. Esta missão passa pela "minha decisão", "eu" tenho que dizer o "meu sim" , por o pé na estrada e ser obediente.
    
Há muitas ovelhas perdidas precisando ser resgatadas. Portanto, amados, se Ele foi enviado com verdade para os ludibriados, com caminho para os desviados, como remédio para os doentes, como resgate para os cativos e como alimento para os que morriam de fome, eu e você como discípulos e missionários d'Ele no mundo de hoje, não podemos e nem devemos ser outra coisa senão aquilo que Ele é para nós.
  
Ele é enviado às ovelhas perdidas da casa de Israel, para que elas não se percam para sempre e tenham vida em abundância. Esta é a nossa tarefa hoje: Anunciar a Boa-Nova, e fazer isto primeiramente com as ovelhas de nossa casa. Mostre o poder de Deus para os seus e ai estará preparado para avançar para " águas mais profundas".
  
Que Deus seja visto em sua vida através de suas atitudes.    
Vá! Resgate, restaure, salve e cure! Diga a todos que o Reino de Deus está próximo. 
Paz e bem a todos!

 



Renato e Eloneide
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 19,16-22

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 16alguém aproximou-se de Jesus e disse: "Mestre, que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?" 17Jesus respondeu: "Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é o Bom. Se queres entrar na
vida, observa os mandamentos". 18O homem perguntou: "Quais mandamentos?"
Jesus respondeu: "Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho, 19honra teu pai e tua mãe, e ama teu próximo como a ti mesmo".
20O jovem disse a Jesus: "Tenho observado todas essas coisas. Que ainda me falta?" 21Jesus respondeu: "Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me". 22Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Caridade




Bom dia, amados irmãos em Cristo.

Que a paz de Nosso Senhor possa penetrar nossos corações e que juntos louvemos a Deus Todo Poderoso pelo Dom da Vida que de graça recebemos...

O evangelho de hoje vem encorajar-nos a respeito da caridade, do desapego das coisas materiais e ainda de nosso compromisso e obrigações diante da palavra de Nosso Deus.

O que esperamos se andamos conforme a lei de Deus? Graças não é? E é nesse sentido que Jesus já falava nesse evangelho. O que é bom pra nós? As graças do alto experimentadas por nós são boas. E isso se deve à nossa conduta, nossa maneira de agir, conforme Cristo instruiu no evangelho.

Devemos observar que isso é nossa obrigação como Cristãos, e é por isso temos que vigiar nossa conduta diante daquilo que é proposto por Jesus Cristo.

Por isso queridos irmãos o Rei poderoso vem nos pedir comprometimento para com a obra do Reino.
Precisamos estar comprometidos. Ser cristãos de atitudes cristãs. O que importa amados é que busquemos sempre estarmos em postura digna daquele que procura observar os mandamentos e leis divinas. Sabemos que somos imperfeitos, que caimos muito, pecamos, mas Deus é misericórdia, e nossa busca deve ser constante.

Outro aspecto que Jesus nos diz nesse trecho do evangelho é sobre a caridade, juntamente com o desapego às coisas materiais. Quantos de nós temos o zelo em excesso por coisas que nem mais usamos dentro de nosso lar? Quantas vezes nós pensamos muito antes de descartar algo nosso pra poder ajudar um outro irmão?

Somos chamados a observar isso também em nosso dia-a-dia. Estar desapegados dessas coisas significa ter domínio sobre o mundo, ter vontade de unirmos a Deus em Espírito e Verdade. É estarmos na providência do Senhor.

Aprendamos, pois, a abrir mão de muito daquilo que nos impede de estarmos unidos ao Sagrado Coração de Jesus e vivamos buscando o modelo do Coração Imaculado de Maria, procurando o modelo de santidade dessa Mãe...



Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do dia - Mateus 12,38-42

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38alguns mestres da Lei e fariseus disseram a Jesus: “Mestre, queremos ver um sinal realizado por ti”. 39Jesus respondeu-lhes: “Uma geração má e adúltera busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas.
40Com efeito, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim também o Filho do Homem estará três dias e três noites no seio da terra. 41No dia do juízo, os habitantes de Nínive se levantarão contra essa geração e a condenarão, porque se converteram diante da pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas. 42No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra essa geração, e a condenará, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Crer e Esperar



Bom dia, amados irmãos!

Que o Senhor possa preencher nossos corações neste dia com o seu amor e misericórdia e que possamos sentir a presença do Espírito Santo em nossas vidas ao longo desta semana.

O evangelho de hoje nos fala de algo muito comum ainda nos dias de hoje, pois somos muitas vezes como estes mestres da Lei e fariseus buscando sinais para crermos na ação e na presença de Jesus em nossas vidas.

Somos muitas vezes como nos diz o Senhor no evangelho de hoje, uma geração má e adúltera. Quantas vezes nós ainda questionamos a Deus sobre o que nos acontece, pedimos a Ele um sinal de que Ele nos ama, que está conosco? Mesmo depois de tudo que conhecemos, de tudo que já vivemos e experimentamos através da presença misericordiosa de Nosso Senhor ainda duvidamos. Falta-nos fé, esta que nos faz crer que nada do que nos acontece está longe dos olhos do Senhor, que Ele tudo vê, que Ele sabe de todas as angústias que vivemos, de todo sofrimento, de todo medo, de toda insegurança, de todos os sonhos que temos, e que Ele nos ama e deseja somente o nosso bem, e tem preparado algo muito melhor do que podemos imaginar. Crer e esperar somente, nAquele em quem tudo podemos!

Sabemos de fato que o Senhor só tem o melhor a nos dar, então peçamos ao próprio Senhor a graça de confiarmos Nele, de lhe sermos fiéis, como discípulos verdadeiros e que sabemos onde estamos depositando a confiança. Possamos nós acolher em nossos corações esta fé, este amor, esta certeza de que no tempo oportuno Deus honra todos aqueles que Nele esperam, que não se curvam diante das tristezas, das dificuldades e aparentes situações contraditórias deste mundo. Louvemos e agradeçamos amados ao Senhor que nos capacita para vivermos como discípulos fiéis e tem o melhor preparado para nós, basta que nos entreguemos, confiemos e vivamos os planos que Ele tem para nós.

“Senhor, te louvamos nesta manhã por tudo que tem nos ensinado, te louvamos pelo dom da vida, pelo alimento que temos todos os dias em nossas mesas, pelo amor, pela esperança, pela fé que o Senhor reaviva em nós agora; cremos e esperamos somente em Ti, mesmo diante de todas as opções que o mundo nos oferece e por isso também te rendemos graças, pois nos tem fortalecido para vivermos conforme a Tua vontade. Te pedimos a graça de sermos a cada dia mais fiéis ainda, mais fortes, mais firmes e corajosos para viver o Teu plano de amor. Obrigada Senhor pois não desististes de nós, e nos ensina que devemos apenas crer, e o mais o Senhor fará por nós e em nós. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado!"
Klênia e Marcos.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 10,1-7

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos maus e de curar todo tipo de doença e enfermidade. 2Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; 3Filipe e Bartolo meu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus. 5Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: “Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! 6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! 7Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 9,32-38

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 32apresentaram a Jesus um homem mudo, que estava possuído pelo demônio. 33Quando o demônio foi expulso, o mudo começou a falar. As multidões ficaram admiradas e diziam: “Nunca se viu coisa igual em Israel”. 34Os fariseus, porém, diziam: “É pelo chefe dos demônios que ele expulsa os demônios”.
35Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade. 36Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: 37“A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!”

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Sermos Instrumentos do Senhor



Muito bom dia, meus amigos!

Que alegria estar aqui novamente comendo da Palavra de Deus. Ela é alimento da alma e nos dá sustente para o combate diário, nos dá sustento e fortalece nossa fé. Abre-nos os olhos e arranca as "traves" que muitas vezes não conseguimos enxergar em um cotidiano comum.

Hoje a nossa passagem se encontra em Mt 9,32-38.

Meus amigos, hoje nos deparamos com a imagem linda de Jesus misericordioso. Mateus nos mostra o cuidado que Ele tinha com cada um daquelas "ovelinhas" perdidas ao dizer que o Mestre "percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo o tipo de doença e enfermidade" (Mt 9, 35).

Quanto zelo! Quanto amor e dedicação são mostrados hoje para nós. Ao contrário dos médicos, que esperam em seus consultórios, Jesus ia até onde estava o necessitado, o doente, física e espiritualmente falando.

Porém, nessa mesma passagem, Jesus reconhece que era necessário que mais pessoas se envolvessem naquele trabalho de resgate espiritual. Em seu corpo físico, Ele não conseguia alcançar todas as pessoas, como gostaria, e comenta, mais uma vez que "A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos" (Mt 9, 37) e solicita que Deus envie mais pessoas para combater o bom combate do resgate espiritual.

Meu irmão, Jesus quer contar com você! Jesus quer fazer com que seus braços, sejam os braços Dele; que sua boca, seja a boca Dele; que seus olhos, enxerguem o próximo e o ame da mesma maneira em que Ele amou, quando esteve fisicamente entre nós.

Não é à toa que você se viu atraído por esse artigo e começou a lê-lo. Jesus espera uma resposta de vida através de seus atos. Ele tem agido aos poucos em sua vida, preparanto você com formação espiritual da mesmíssima maneira com que Ele preparou Pedro, Tiago, João e todos os outros amigos que O acompanhavam... você já parou para pensar nisso?

Porém, o que nos difere daqueles santos? A atitude, meus irmãos... a atitude!!!

Deixemos Jesus. o Bom Pastor, cuidar de suas ovelhinhas através de nós!

Que o Senhor derrame sobre nós o seu Espírito Santo e que tenhamos todos um dia muito abençoado!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 6,1-6.16-18

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus.
2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa.
3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que, a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará recompensa.
5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar em pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade, vos digo: eles já receberam a sua recompensa.
6Ao contrário, quando tu orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.
16Quando jejuardes, não fi queis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade, vos digo: Eles já receberam a sua recompensa.
17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Fazer o Bem


  



Muito bom dia, meus amigos!

Quantas vezes temos presenciado jogos de interesses ao nosso redor. Cuidado com os lobos vestidos em peles de cordeiro: eles gostam de promover a auto-imagem através de boas ações e caridades, que trazem em si vários jogos de interesses particulares...

O evangelho de hoje nos ajuda a identificarmos esses lobos em peles de cordeiro. Quem realmente tem interesse em praticar o bem, não toca a trombeta diante de si quando está envolvido em alguma ação de promoção social. Na realidade, geralmente preferem o anonimato ou, quando muito, dá os créditos a alguma instituição conhecida sem fins lucrativos.

Assim presenciamos as campanhas de grupos de oração, de outras vertentes da igreja e de ONGs sérias, espalhadas por aí.

Em contrapartida, também não foram poucas as vezes em que fomos testemunhas de politicagens, de planejamentos sujos que buscam aproveitar da miséria, da falta de condições mínimas de sobrevivência das pessoas, para tirarem proveito de tudo! No mínimo para ganharem dinheiro sujo através de obras superfaturadas ou, promoverem um nome visando as próximas eleições.

O evangelho é bem claro! Não podemos nem devemos tocar a trombeta à frente de nossas boas ações, muito menos nossa mão direita deve saber o que nossa esquerda faz. Isso significa que nosso interesse em ajudar o próximo deve ser pura em sua concepção. Somente assim estaremos cumprindo o mandamento que Jesus nos apresentou como resumo de nove deles presentes no decálogo: Amar o próximo como a si mesmo!

É necessário sempre buscarmos viver a lei de ouro: o que queremos que seja feito a  nós mesmos, isso é o que devemos fazer às outras pessoas!

Será que temos realmente vivido isso?

Reflitamos isso no decorrer de nosso dia e, muito mais que isso, que essa reflexão seja refletida em nossos atos.


Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 5,43-48

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43“Vós ouvis tes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44Eu, porém, vos digo: ‘Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem!’ 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre os justos e injustos.
46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? 47E se saudais somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Ele Faz a Chuva Cair Sobre Todos!




Muito bom dia, meus amigos!


É sempre uma alegria muito grande para mim poder estar aqui, partilhando, refletindo, a palavra do Senhor para nós, alimento de nossa alma.

Essa passagem de hoje sempre foi como uma bússola em minha vida. A mensagem que ela nos trás é de profunda sabedoria!

Desde que começamos a nos entender como gente, infelizmente vamos aprendendo o significados de algumas coisas que não deveriam ser escritas no nosso dicionário. Uma delas é a palavra vingança.

Aprendemos a "devolver o troco", a "pagar na mesma moeda" e a tantas outras coisas absurdas, que só nos machucam e faz de nós pessoas frias, ásperas, insensíveis. Pessoas vazias, enfiadas em si mesmas, como se um buraco negro as sugasse constantemente em seu individualismo.

É fácil nós amarmos as pessoas que nos tratam bem, não é verdade? Entretanto, ser cristão é, antes de qualquer coisa, ser diferente e ter vocação de nadar contra a correnteza.

Estamos como que no meio de uma enxurrada de mensagens negativas que nos são repassadas através das novelas, através de seriados, através de alguns filmes campeões de bilheteria. O desafio que Jesus nos propõe a cada dia é o verdadeiro ato de amar.

É muito fácil amarmos as pessoas que só nos fazem bem. E, mesmo assim, posso ser audacioso em afirmar que mesmo com as pessoas que nos tratam bem, acabamos sendo um tanto incompetentes na arte de amar.

Não é nada fácil amarmos quem já nos ama, ainda mais quem nos trata mal! Mas é esse o desafio: tratemos bem todas as pessoas, independente do que nos façam!

O exemplo que Cristo nos dá é o que o nosso próprio Deus nos dá: Ele derrama suas bênçãos sobre todas as pessoas, fiéis ou não, religiosas ou não, bondosas ou não! Ele faz nascer o sol sobre todos, fazer cair chuvas de bênçãos!

Por quê? Primeiramente porque Ele não rejeita nenhum de seus filhos e, especialmente, porque Ele é amor!

Convido você a refletir sobre isso. E esse convite é para mim também. Existe alguém que é digno de ser o sujeito do Carlos Drummond de Andrade que fala que "havia uma pedra no meio do caminho"?

Todos nós temos! Pode ser no trabalho, pode ser na própria família ou na roda de amizades e é com essa pessoa que somos desafiados a orar por ela, a amá-la, a fazer o bem.

Aceita o desafio? Eu aceito.

Deus nos abençoe cada vez mais,


Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 5,38-42

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 38“Ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’ 39Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! 40Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto! 41Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele! 42Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Pagar o Bem Com o Bem...



Bom dia, irmãos em Cristo! Que o Senhor nesta semana nos dê sabedoria e muita paz!!!

O evangelho de hoje nos fala sobre algo muito importante e muitas vezes difícil de vivermos. Estamos acostumados a ver no mundo de hoje as pessoas continuarem agindo como de costume no Antigo Testamento: pagar na mesma moeda, isto é, se são maltratadas e humilhadas sempre revidam. E viver assim na verdade não é nada difícil, já que pagar o mal com o mal é algo que fazemos muitas vezes, devido ao nosso orgulho ferido e a incapacidade de perdoar.

Contudo amados, o que o Senhor nos pede é que não resistamos ao mal. E isto significa que devemos sempre e sob quaisquer condições perdoar aqueles que nos ofendem, nos maltratam, nos humilham e até os que desejam o nosso mal.

Esta não é uma tarefa fácil de vivermos, e só conseguimos isto quando estamos verdadeiramente sob a ação do Espírito Santo,sendo conduzidos por Ele e humilhados em Sua presença. Devemos nos quebrantar diante do Senhor e pedir a Ele a graça do amor, pois o amor supera tudo e é capaz de nos fazer perdoar até mesmo as pessoas com as quais temos mais dificuldades.

Muitas vezes seremos testados, desafiados até, diante de inúmeras situações que nos serão apresentadas pela vida, e devemos sempre nos lembrar que para caminhar junto com o Senhor é preciso humildade, confiança e perseverança.

Que possamos confiar na misericórdia e amor do Senhor por nós, para que possamos também manifestá-los em nossas vidas com os nossos irmãos.

'Senhor Jesus, queremos lhe agradecer pelas Tuas bençãos e amor sem medidas que são derramados sobre nós. Queremos também te pedir neste momento que venha ao nosso encontro, que olhe para nós e nos ajude a enxergar aos nossos irmãos com os Teus olhos, de misericórdia e amor, para que possamos sempre perdoar e assim também sermos perdoados e vivermos em plenitude os Seus propósitos em nossas vidas.'



Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 5,17-19

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 17“Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento.
18Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei, sem que tudo se cumpra. 19Portanto, quem desobedecer a um só destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Mateus 5,13-16

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 13“Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.
14Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. 15Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. 16Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Sobre Dar Testemunho

O evangelho de hoje (Mateus 5,13-16) Jesus fala sobre nosso chamado a sermos missionários. O Senhor nos fala claramente que nós devemos ser pessoas diferentes neste mundo. Jesus nos fala o seguinte:
14Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. 15Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. 16Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus”.

O Senhor nos convida a fazer a vontade dele, de ser luz para as pessoas que estejam nas trevas. De apresentar a luz da vida (Jesus) o sentido e a resposta para a existência do Ser Humano para todos aqueles que ainda não o conhecem. Jesus nos mostra que ser a luz do mundo, ser o sal da terra, que levar Jesus às outras pessoas deve ser feito principalmente por meio de nossas atitudes – nossas boas obras. É preciso dar exemplo de vida, testemunho daquilo que acreditamos. Mais importante do que ter discursos e conhecimento sobre religião, sobre moral, sobre relacionamentos humanos é preciso mostrar com a vida que Deus é bom e que Jesus nos ama, que Ele quer curar nosso interior e nos mostrar os caminhos diários para a felicidade e para a santidade.
Mohandas Karamchand Gandhi, mais conhecido como Mahatma Gandhi foi um pacifista indiano (dentre muitas coisas) que libertou a Índia da colonização opressora da Inglaterra. Ele foi um homem espetacular. Gandhi conseguiu fazer coisas consideradas impossíveis e reunir multidões em torno de uma causa (algo dificílimo em um país cheio de costumes e tradições diferentes como a Índia) a partir de seu próprio exemplo de vida. Antes de falar algo, Gandhi mostrava com a vida e a experiência diária o que ele propunha... No entanto, apesar de não ser cristão (era hinduísta) Gandhi sempre citava o Sermão da Montanha. Uma certa vez questionado sobre o cristianismo ele disse o seguinte:
"Não conheço ninguém que tenha feito mais para a humanidade do que Jesus. De fato, não há nada de errado no cristianismo. O problema são vocês, cristãos. Vocês nem começaram a viver segundo os seus próprios ensinamentos."

Este é um alerta para o fato de muitas vezes não darmos testemunho da nossa fé... A começar de mim, eu e você que está lendo esta mensagem precisamos lutar para não sermos pessoas que vivem apenas com palavras e idéias nunca postas em prática: o cristianismo não é uma mera filosofia! O cristianismo é um encontro pessoal com Jesus Cristo e que nos leva a viver de uma forma diferente. Precisamos viver as propostas de Jesus, Ele mesmo nos diz:
Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.

Para tanto é preciso reconhecer nossas fraquezas e pedir auxilio do Espírito Santo para conseguir viver o que Jesus nos propõe.
Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo!
Rafael Simões
Leia Mais

Bem Aventurados




Evangelho (Mateus 5,1-12)
Segunda-Feira, 7 de Junho de 2010
10ª Semana Comum

__ O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo: 1Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los:
3"Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim.
12Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus. Do mesmo modo perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.



Bom dia, amados irmãos em Cristo Jesus.

Que a paz e a sabedoria de Deus possam habitar nosso ser nesta segunda-feira abençoada. Que Deus possa fazer a morada dele em nosso ser...

Como é bom estarmos juntos refletindo sobre o evangelho. O Senhor hoje vem nos ensinar o quanto devemos ser felizes por confiarmos de modo admirável nele, pois, os bem aventurados que são mencionados no evangelho são todos os que se abandonam nas mãos do Pai, descançando na presença dEle.

Por isso queridos, bem aventurados somos nós que buscamos as graças do Espírito Santo, buscamos estar na presença do alto, buscamos os frutos do Espírito e deixamos Deus falar por nós.

Se praticarmos as bem aventuranças seremos consolados, seremos saciados pela justiça do alto, seremos agraciados pelas coisas do alto.

Irmãos, pratiquemos as ações dos bem aventurados. Se o mundo nos perseguir, nos maltratar, lembremos de que a nossa vida a Deus está entregue e que a nossa glória não vem desse mundo, mas do Reino dos Céus.
Servir à Deus requer de nós o desprendimento e a certeza de que seremos sim muitas vezes humilhados, maltratados, caluniados, contudo a nossa alegria consiste justamente em saber que por isso é que passamos por estas tribulações, porque amamos à Deus, buscamos ouvi-lO, segui-lO sempre e nos submetemos à sua vontade, que é sempre a melhor para nós. E, se 'merecemos' algo é por que Ele nos ama de forma especial e cuida de nós, como seus filhos amados!

Por isso alegremos em Deus que providencia pra todos nós bem aventurados, as mais ricas bençãos, vindas do Pai...

Klenia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 12,35-37

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

35Naquele tempo, Jesus ensinava no Templo, dizendo: "Como é que os mestres da Lei dizem que o Messias é Filho de Davi? 36O próprio Davi, movido pelo Espírito Santo, falou: 'Disse o Senhor ao meu Senhor: senta-te à minha direita, até que eu ponha teus inimigos debaixo dos teus pés'. 37Portanto, o próprio Davi chama o Messias de Senhor. Como é que ele pode então ser seu filho?" E uma grande multidão o escutava com prazer.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Filho de Davi




Muito bom dia, meus queridos irmãos!


A expressão “Jesus, filho de Davi” é oriunda da tradição judaica, em homenagem ao grande rei e líder Davi. Ele foi um homem que soube cultivar a amizade de Deus. Apesar de suas fraquezas, possuía uma fé muito forte na bela natureza que fora criada por Deus e teve sempre seu coração voltado para Ele. Por isso o Senhor se refere a Davi como “o homem segundo o meu coração” (At 13, 22)

Sabemos que Jesus ensinava no templo coisas simples, que Lhe eram reveladas por Deus, através do Espírito Santo. Jesus ensinava o que era correto, o que era bom, o que vinha do Pai. Os doutores da lei enganavam o povo com falsos ensinamentos, com o que era terrestre, deixando-os confusos.

Pois bem, é muito sério o que Jesus quer nos mostrar com tudo isso. É preciso nos preocuparmos com os caminhos que estamos seguindo! Como Davi, devemos ter sempre nossos corações voltados para Deus. Quantas vezes nos enganamos com aparências, com soluções prometidas por terceiros, com coisas terrestres. Ora, esse é o desejo de Jesus: que não nos percamos Dele e das coisas que são de fato, Dele, para que fiquemos firmes no Seu caminho e fortaleçamos a nossa fé. Precisamos conhecê-Lo através das Escrituras. Assim, teremos mais chances de sermos fiéis aos Seus passos e aos passos daqueles que O seguiram.

Jesus foi enviado por Deus para nos salvar e revelar os pensamentos Dele, para que assim pudéssemos compreender o Seu imenso amor por nós. Veio para anunciar a nós o Deus de promessas que são verdadeiramente cumpridas, sem mentiras. Aquele que estaria com os ouvidos sempre sensíveis para ouvir nosso clamor. O Deus que é puro AMOR!

Quantas vezes nos sentimos em meio a uma terrível tempestade que nos deixam fracos e sem direção, fazendo com que busquemos soluções em lugares errados, como em cartomantes, pais de santo... confiando nossa sorte em trevos de quatro folhas, ferraduras de cavalo, esquecendo que, o que Deus promete Ele cumpre, ou seja, tudo é possível àquele que crê e espera no Senhor. Por isso devemos elevar nossas mãos aos Céus e suplicar por socorro. Lembremos: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida.” (João 14, 6) Jesus anuncia e esclarece todas as dúvidas que existem em nossos corações pelo Evangelho e pelo Espírito Santo! Ele é o caminho que nos leva ao Pai!

O amor de Deus está em todos os lugares, e o mais lindo é que o sacrifício de Seu Filho por nós foi a maior representação do Seu amor. É necessário apenas que acolhamos Jesus como nosso único Salvador. Sabemos que temos a liberdade de escolher qual caminho seguir, mas devemos refletir acerca de tais. Os resultados de nossas escolhas dependem exclusivamente do que refletimos e analisamos antes de escolher. Pensem nisso!

Que o amor de Deus nos inunde a cada dia!

Monike Stival Martins
Leia Mais

Evangelho do Dia - Marcos 12,38-44

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38Jesus dizia, no seu ensinamento, à multidão: "Tomai cuidado com os doutores da Lei! Eles gostam de andar com roupas vistosas, de ser cumprimentados nas praças públicas; 39gostam das primeiras cadeiras nas sinagogas e dos melhores lugares nos banquetes. 40Eles devoram as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Por isso eles receberão a pior condenação".
41Jesus estava sentado no Templo, diante do cofre das esmolas, e observava como a multidão depositava suas moedas no cofre. Muitos ricos depositavam grandes quantias.
42Então chegou uma pobre viúva que deu duas pequenas moedas, que não valiam quase nada. 43Jesus chamou os discípulos e disse: "Em verdade vos digo, esta pobre viúva deu mais do que todos os outros que ofereceram esmolas. 44Todos deram do que tinham de sobra, enquanto ela, na sua pobreza, ofereceu tudo aquilo que possuía para viver".

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 9,11b-17

— O Senhor esteja conosco!
— Ele está no meio de nós!
— Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 11bJesus acolheu as multidões, falava-lhes sobre o Reino de Deus e curava todos os que precisavam.
12A tarde vinha chegando. Os doze apóstolos aproximaram-se de Jesus e disseram: "Despede a multidão, para que possa ir aos povoados e campos vizinhos procurar hospedagem e comida, pois estamos num lugar deserto".
13Mas Jesus disse: "Dai-lhes vós mesmos de comer". Eles responderam: "Só temos cinco pães e dois peixes. A não ser que fôssemos comprar comida para toda essa gente".
14Estavam ali mais ou menos cinco mil homens. Mas Jesus disse aos discípulos: "Mandai o povo sentar-se em grupos de cinquenta".
15Os discípulos assim fizeram, e todos se sentaram. 16Então Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, elevou os olhos para o céu, abençoou-os, partiu-os e os deu aos discípulos para distribuí-los à multidão. 17Todos comeram e ficaram satisfeitos. E ainda foram recolhidos doze cestos dos pedaços que sobraram.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

CORPUS CHRISTI



Muito bom dia, meus amigos!

Que alegria estarmos aqui, novamente, para refletirmos sobre uma das maiores bênçãos de Deus para nós, seus filhos amados: a entrega do corpo e sangue do Senhor, como nosso alimento espiritual.

Muito me entristece quando, tocando no coral da missa ou participando zelosamente dela, percebo pessoas que não dão a real importância à cerimônia e ao acontecimento que se realiza diante de nossos próprios olhos: a transubstanciação do pão e do vinho no corpo e no sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Infelizmente ainda são muitas as pessoas que se dirigem à fila da comunhão como se fossem gado se dirigindo ao abatedouro, com seus rostos tristes e, diria até, fúnebres. Outras pessoas preferem ficar olhando, atentamente, para saber quem é que compareceu à missa naquele dia ou, simplesmente, ficam observando que roupas as pessoas estão usando.

Enquanto isso, Jesus permanece ansioso no altar esperando se encontrar com cada um de nós, para nos amar e se doar por completo. Cura de nossas feridas mais profundas, remédio para nossas doenças espirituais, tonificante para nossas lutas diárias, que muitas vezes fazemos pouco caso.

Ao longo da história, grande foi o número de pessoas que passaram por dúvidas imensas, principalmente a respeito se aquele pedacinho de pão e o pouco de vinho seriam, verdadeiramente, o corpo e o sangue de um Deus apaixonado, que se fez um de nós para se derramar de amor.

Para refletirmos um pouco mais acerca dessa festa, que hoje celebramos, deixarei como reflexão alguns links e pequenas descrições de milagres eucarísticos que temos notícia de terem acontecido ao longo da história. Destaque para o Milagre de Lanciano, responsável pela criação desse feriado e comprovado, cientificamente, que o pão e o vinho se transformaram em carne e sangue.

O milagre eucarístico de Lanciano: um padre, enfraquecido na fé, duvida da presença real de Jesus na eucaristia e vê, na sua frente, a Hóstia se materializar em carne e sangue humanos;

Outros milagres.



Grande abraço fraternal,



Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Evangelho do Dia - Lucas 1,39-56

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.
42Com um grande grito exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre!” 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”.
46Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o temem.
51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

O Senhor Faz Maravilhas em Nós!




Muito bom dia, meus amigos!

Que alegria estarmos todos reunidos aqui, novamente, para refletirmos a palavra de Deus para nós, alimento de nossa alma.

Gostaria que iniciássemos nossa reflexão com o seguinte exercício de imaginação: Pense naquela pessoa que é a mais importante na sua vida (pode pensar em mais de uma, se for difícil achar a mais importante); agora pense no melhor presente que você poderia imaginar em dar para essa pessoa durante sua vida inteira. Pensou?, bem... suponhamos que você conseguiu com muuuito esforço comprar o tal presente e está prestes a embrulhar para entregar...

Responda com toda sinceridade: você teria coragem de embrulhar seu presente, que você se esforçou tanto para comprar, com folhas de jornal usado ou qualquer outro produto que não é embrulhado assim com tanta cerimônia, como se fosse um "presentinho qualquer"?

É lógico que não, né?

Pois bem, meus amigos, e você acha que Deus entregaria o melhor presente que Ele poderia dar à humanidade em qualquer embrulhinho, sem valor? Você acha que Ele confiaria os primeiros passos, a educação de Jesus à uma mulher despreparada, cheia de vícios e que não desse testemunho de vida?

Maria é o exemplo de humildade, de pureza, de servidão que o Senhor precisava para ser a mãe de seu filho. Era o presente ideal para "encapar" a maior promessa de amor e salvação para seus filhos e são justamente essas qualidades que Maria continua testemunhando na educação de seus filhos espirituais.

Ao descobrir que seria a mãe do salvador, do Messias, do Cristo prometido, se seu coração não fosse humilde o bastante, o orgulho e a vaidade poderiam ter subido à cabeça e fazer com que Maria se tornasse uma "dondoca", cheia de "não-me-toques" e caprichos. Porém, o que Maria mostra em seguida foi que estava realmente preparada para cumprir tal missão: ela se põe a caminho da casa de sua prima Isabel, que também estava grávida, e fica a serviço dessa até que João Batista tivesse nascido.

Meus irmãos, a boa nova de hoje é que, a exemplo de Maria, o Senhor quer agir na sua humildade, na simplicidade de seu coração, para mudar a história da vida das outras pessoas, da mesma maneira que o "sim" de Maria fez maravilhas na vida daqueles que têm escutado seu eco, ao longo de toda a história do cristianismo.

O que você tem feito para edificar o reino de Deus? Será que você tem buscado ser manso e humilde de coração, como Jesus o foi, como Maria o foi e como todas as outras pessoas que agradaram a Deus no decorrer de toda a bíblia foram? Ou será que você está apenas correndo atrás de seus caprichos pessoais, regrados de egoísmo, de vaidade e de tantas outras coisas que só destroem.

O chamado do Senhor para você hoje é você se deixar ser um embrulho lindo do amor do Senhor para a vida das outras pessoas! Todos nós somos templos do Espírito Santo, porém Ele só se manifesta na vida daqueles que conseguem amar.

Que o Senhor faça, sempre, maravilhas em nossas vidas, nos deixando como lindos embrulhos do presente de amor e salvação que Ele tem para o mundo inteiro!

Grande abraço fraternal,



 Márcio Gomes Pacheco
Leia Mais

Buscar as coisas do Alto!




Evangelho (Marcos 10,17-27)
Segunda-Feira, 24 de Maio de 2010
8ª Semana Comum

A- A+


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17quando Jesus saiu a caminhar, veio alguém correndo, ajoelhou-se diante dele, e perguntou: “Bom Mestre, que devo fazer para ganhar a vida eterna?” 18Jesus disse: “Por que me chamas de bom? Só Deus é bom, e mais ninguém. 19Tu conheces os mandamentos: não matarás; não cometerás adultério; não roubarás; não levantarás falso testemunho; não prejudicarás ninguém; honra teu pai e tua mãe!”
20Ele respondeu: “Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude”. 21Jesus olhou para ele com amor, e disse: “Só uma coisa te falta: vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me!” 22Mas quando ele ouviu isso, ficou abatido e foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico. 23Jesus então olhou ao redor e disse aos discípulos: “Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus!” 24Os discípulos se admiravam com estas palavras, mas ele disse de novo: “Meus filhos, como é difícil entrar no Reino de Deus! 25É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus!” 26Eles ficaram muito espantados ao ouvirem isso, e perguntavam uns aos outros: “Então, quem pode ser salvo?” 27Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus tudo é possível”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Muito bom dia amados do Pai. Que o Poder santificador do Espírito Santo
possa nos dar a graça de vivermos conforme a vontade de Deus. Agradeçamos
ao Senhor pelo dom da vida nesta segunda feira.

O Senhor hoje quer nos ensinar a estarmos totalmente desapegados do mundo
que nos cerca a todo instante, e aprendermos a confiar somente nas coisas
do alto. É o mesmo que buscarmos o Reino dos céus e suas coisas em
primeiro lugar.

Quando aquele jovem perguntou pra Jesus o que devia fazer pra ganhar a
vida eterna, significava que o mundo já não o satisfazia. Ele queria mais,
ele queria a felicidade, a alegria verdadeira, que somente o Senhor podia
dar.

Mas, por outro lado, quando Jesus diz pra ele que era pra vender toda a
sua riqueza e dar aos pobres pra ganhar o Reino dos Céus, ele se
entristece. Porque disso?

Queridos, por mais que saibamos ser necessário buscar o Reino de Deus em
primeiro lugar, e que tudo mais virá em acrescimo, nós, fracos e
imperfeitos, nos apegamos ao mundo, ao que ele nos proporciona. Aquele
jovem rico se abateu porque o dinheiro lhe dava segurança, estabilidade.
Ele não precisava se preocupar com o que comeria, com o que vestiria, porque
o seu dinheiro lhe trazia esse conforto.

A partir do momento que Jesus pronuncia a ele que teria que vender tudo
pra estar com ele, sua fraqueza foi revelada, porque ele não se via
dependente de Deus. É isso que o Senhor nos ensina hoje, a vivermos
dependentes dele e não do dinheiro.

O Senhor fala que é difícil um rico entrar no Reino do alto, justamente
por essa questão: é difícil desapegarmos do material que nos traz
segurança. Mas, o Cristo nos ensina que mesmo com dinheiro, com vida
estável, somos capazes de confiar em Deus, colocando ele no centro de tudo
que possuímos, pois, tudo que temos é conforme a Graça de nosso Senhor.

Queridos, Jesus pede-nos que confiemos. Se trabalhamos, somos honestos,
justos com nossos negócios, não nos preocupemos então, pois, se até aos
pássaros, aos demais animais Deus dá o sustento, sem nunca faltar o
necessário, imagine a nós que somos feitos imagem e semelhança do Deus
Altíssimo, poderoso e cheio de amor a nos oferecer.

Bom é nosso Deus!!!! Que Cheio de misericórdia olha por nós e nos abençoa
sem distinção, sem medir a quem. Fiquemos pois, na paz, na graça e
recebamos a benção do Senhor que quer fazer parte da nossa vida como o
Centro dela.... façamos o Senhor participar da nossa vivência, não só
pelas metades, mas por inteiro. Que possamos confiar a ele nosso
dia-a-dia....
Louvado seja Nosso Deus.... para sempre seja louvado. Amém.



Klênia e Marcos
Leia Mais

Evangelho do dia - João 15,26–16,4a

— O Senhor esteja convosco.
Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15,26“Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.
27E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. 16,1Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. 2Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. 3Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4aEu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
Leia Mais

Espirito Santo, o Defensor


Bom dia amados e amadas do Pai... que a graça, a paz e a sabedoria do Espírito Santo de Deus estejam conosco neste dia, para que simplesmente consigamos acomodar nosso ser para as palavras do Todo Poderoso, Deus Altíssimo.

Como é bom estarmos reunidos para juntos refletirmos sobre as palavras do alto, que são luz para os nossos caminhos.

Jesus hoje vem nos alertar sobre algo muito importante nos nossos dias.Diz respeito ao nosso relacionamento para com as outras pessoas que convivemos dia-a-dia. Para que possamos ter a maturidade e o discernimento corrento na nossa conduta de vida ele nos reserva as graças do Espírito Santo dele. Bem, então verifiquemos isso no evangelho.

O Senhor já nos dizia sobre o Espírito Santo que viria sobre nós como o Paráclito, que quer dizer, o consolador, aquele que nos ampara, aquele que nos sustenta nas horas que nos sentimos fracos e desamparados: “Quando vier o defensor que eu vos mandarei da parte do Pai...”

Cristo já preparava os seus discípulos para dias de batalha, por isso mesmo ele garantia a eles que quem iria os defender seria o Espírito Santo da verdade, da graça, da benção, porque frágeis eram os homens.

Trazendo pra nossa realidade de vida, notamos quão grande amor Jesus se dispõe a nós, todos os dias. Queridos, olhe pra sua vida. Quantos de nós temos que “matar um leão por dia” pra sobreviver? Quantos de nós vivemos em constante guerra? Quantos de nós não somos derrotados nas lutas diárias por ter o Espírito Santo que nos defende?

Veja que Glória!!! Que Maravilha!!! Somos mais que vencedores em Cristo Rei!!! Porque possuímos o Espírito Santo que é o Paráclito, que nos consola, que nos faz dignos de viver...

O Senhor também, preparava seus discípulos para que estes não tivessem sua fé abalada. Mas que permanecessem firmes no propósito de glorificar ao Pai em constância e em conformidade com aquilo que os faria sempre felizes: estar juntinhos de Deus.

Meus irmãos, diante das palavras de Jesus: “agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim.” Reflitamos algo muito sério e importante para os nossos dias: quantas vezes nos deparamos com pessoas a nossa volta, que sem a luz de Cristo, agem de forma que nos ofendem, de forma que nos machuca, de forma com que quase nos mata interiormente?

Queridos, é certo que Deus Pai prometeu o Espírito Santo dele. Mas também é certo de que tribulações teremos, como o próprio Jesus nos alertou através do que ele falou para os discípulos.

Por isso mesmo, revistamos do Espírito Santo e não deixemos as flechadas do mal que são lançadas sobre nós, na pessoa de muitos que convivem conosco diariamente, seja no trabalho, na família, na rua, na sociedade, acabar com nossa paz. Foi nesse sentido que Jesus já alertava aos seus.

Assim, repetimos: somos mais que vencedores, porque não lutamos com as armas desse mundo, mas guerreamos com o poder do Espírito Santo: o amor, a paz, a candura, a humildade, a graça, o respeito, a benção... são inúmeras as grandes obras que o Espírito Santo faz quando abrimos nosso Ser.

Não deixemos abalar por aqueles que nos perseguem, mas sigamos firmes no propósito de ver o Pai, de conhecer a Cristo e suas grandes promessas de maravilhas... que nosso dia seja abençoado, em nome de Jesus.... Vinde Espírito Santo sobre nós...


Klênia e Marcos.
Leia Mais

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN