Ocorreu um erro neste gadget

O Administrador Infiel


 

Muito bom dia, meus amigos!

Tenho vários motivos para louvar a Deus pelo dia de hoje, principalmente por ser a sexta-feira o dia do retorno à casa. Dia em que matarei saudade da minha esposa querida, de meus familiares, meus amigos... Sem contar que passei a semana inteira muito ansioso, me preparando espiritualmente para a celebração do aniversário do grupo de oração e da confraternização. Só quem mora longe para saber a alegria de voltar para casa...

Louvado seja o Senhor pela sexta-feira!

Puxa vida... na roleta russa do evangelho do dia, hoje caiu em minha mão uma das passagens que considero de maior dificuldade de interpretação. Que possamos, todos nós, compartilharmos nossos pontos de vista e tecermos juntos uma reflexão madura...

Lembro-me bem que, na primeira vez que entrei em contato com essa palavra, me causou um certo espanto ao interpretar a ação do administrador infiel, abaixando o valor das dívidas das pessoas que deviam ao seu patrão... de certa maneira eu fiquei escandalizado com aquilo. Parecia que Jesus elogiava aquela pessoa que, de certa forma, estava "passando a perna" em seu patrão...

Porém, olhando de uma outra faceta, podemos mudar completamente essa interpretação...

Não era incomum pessoas que eram detentoras de grandes propriedades confiarem a alguns empregados de confiança a administração de parte de seus bens. O que dá a entender é que no caso da parábola de hoje, o proprietário, que vivia longe daquela propriedade sua, ficou sabendo da desonestidade em que seu bem era administrado e chamou seu encarregado para prestar contas.

Acontece que aquela pessoa vivia esbanjando a riqueza alheia. Imagino que ele jogava sempre um percentual a mais no valor real da dívida, para ganhar uma espécie de comissão...

Quando este se vê apertado contra a parede, reflete sobre o que iria fazer. Seu orgulho não lhe permitiria mendigar, pois tal ato era considerado castigo de Deus, a Palavra dizia claramente que era melhor morrer que mendigar (Eclo 40,28s). O mesmo orgulho não lhe permitiria trabalhar em serviço braçal. Então ele pensa em cobrar o preço que realmente era devido, pois daria uma imagem de estar beneficiando as pessoas, que lhe acolheriam em suas casas, quando na verdade estaria cobrando o valor justo.

Aquele homem havia levado um susto enorme e aproveitou aquele momento para refletir sobre sua vida. Realmente, de todo mal Deus é capaz de tirar um bem maior. Depende de nossa atitude!
 
Assim também nós, devemos tirar proveito das coisas ruins, dos sustos que nós acabamos recebendo no decorrer de nossas vidas. Na maioria das vezes, só sabemos ficar reclamando da vida e, em algumas vezes, até mesmo culpamos o Senhor pelos frutos que colhemos de nossas próprias ações! Vale lembrar que se o Senhor permite que percamos alguma coisa, certamente é porque Ele tem algo muito maior reservado para nós e acabamos não querendo tomar posse de tal presente por simples questão de apego material.
 
Você tem vivido reveses, momentos difíceis em sua vida? Você já parou para refletir o que você pode tirar de proveito do que a escola da vida está querendo te ensinar?

Mais uma vez eu quero insistir: DE TODO MAL DEUS TIRA UM BEM MAIOR, se você assim permitir que Ele direcione sua vida.

E para você? Qual é o seu ponto de vista a respeito?

Que o Espírito Santo nos leve a refletir sobre nossas condutas... estamos agindo com justiça ou estamos sempre procurando tirar proveito das coisas?

Deus abençoe nossa sexta-feira e nosso final de semana!

Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco

7 Comentário(s). Clique aqui!:

Anaíle Flores disse...

Bom dia a todos, especialmente para o meu esposo lindo... hehe
Bem, quero expressar a minha interpretação... Eu também nunca tinha visto essa passagem por este outro ângulo que vc mostrou aqui hoje, mas ainda continuo enxergando muita esperteza no coração do administrador... Porque, na verdade, ele não se arrependeu inteiramente de ter "passado a perna" nas pessoas e se aproveitado da riqueza do patrão. Na minha humilde opinião, ele abaixou a dívida dos devedores por interesse, para receber ajuda quando fosse "demitido". Então, concordo que ele tenha tomado uma atitude de justiça, e deve ter sido elogiado por isso, no entanto, melhor seria se a partir daquele momento tivesse verdadeiramente se arrependido de ter tirado proveito da situação de administrador da riqueza alheia.
Deus quer de nós é a sinceridade do coração, o arrependimento verdadeiro... Que possamos refletir também sobre isso hoje... Abraço a todos!

Danilo disse...

Muito bom dia pessoal...
A paz de Jesus a todos...

Muito interessante o seu ponto de vista, Márcio, e tb, muito bem colocada a sua observação Anaíle.. Concordo plenamente...

Porém, o que mais chamou a minha atenção foi a última parte do versículo 8, quando Jesus diz: "Com efeito, os filhos deste mundo são mais espertos em seus negócios do que os filhos da luz". Me parece que, quando Jesus faz essa afirmação, ele mostra que a conduta do administrador não foi tão correta e diz que os filhos da luz não agem assim.. Ou seja, os que não são do mundo, mas são de Deus, não agem com esse tipo de esperteza, querendo passar os outros pra trás...

Porém, podemos perceber tb que Jesus faz um alerta para todos nós, pois como estamos no mundo, devemos estar atentos à esperteza dos que são do mundo e sermos espertos tb com as coisas de Deus. Espertos no sentido de aproveitar todas as oportunidades possíveis pra anunciar a palavra.. Espertos para enchergar a vontade de Deus em um determinado momento... Espertos para aproveitar os momentos de dificuldades do próximo e ser instrumento de Deus em suas vidas... Enfim, devemos ter a esperteza que vem do Espírito Santo, aquela que vem acompanhada da ousadia e de muita sabedoria...

Que o Senhor faça de nós verdadeiros jovens espertos para a construção do Reino de Deus, aqui na Terra...

Abção a todos...

Anônimo disse...

Bom dia amados! Paz e fogo a todos!
Todos os comentario estão otimos, mas quero tirar algo da reflexão que meu amigo Marcio fez. Algo que vivo em minha vida constamente: " De todo mal Deus tira um bem maior, depende de nossa atitude." Deus sempre me deu esta visão, desde que me entendo por cristã. E se sou o que sou agora é porque de todo mal Deus me dá a graça de tirar um bem maior.
Um grande abraço a todos!
Eloneide....

Renato disse...

É muito importante resaltar que Jesus não está de forma alguma admirando o administrador infiel ele está nos mostrando a astucia do encardido atravez da esperteza. ou seja nos mostrando que nós temos sim que sermos espertos mas não ao ponto de passar alguem pra traz. Eu lhes faço uma pergunta: Se você fosse uma daquelas pessoas que o adiministrador chamou para abaixar o valor da divida, você teria coragem de deixar que sua divida fosse abaixada sendo assim você também cumplici da mentira e você teria coragem de contratar este administrador para cuidar de seus bens? Jesus concerteza quer nos dizer não faça nada disso porem sejam espertos na oração e peça o espirito santo que vem em nosso auxilio. pois não sabemos o que pedir nem como pedir.

Marcio Pacheco disse...

Olá, pessoal!

Que bom contar com a participação de todos vocês... com certeza esse é intuito de deixarmos a seção de comentários aberta...

Reparem o quanto ficou mais madura a reflexão, mais rica!

Deus abençoe todos vcs, cada vez mais!

Monike disse...

Boa tarde, meus amigos!
Paz de Jesus a todos!!

Realmente, esta passagem é bastante complicada... Fico impressionada com a sabedoria de Jesus... Acredito que Sua intenção foi muito além do que podemos imaginar...

Ao meu ponto de vista, Jesus elogia o administrador pela atitude sensata , teve uma postura correta no momento certo... É preciso enxergarmos nas entrelinhas. Com olhos espirituais percebo que Jesus nos convida a tomarmos uma atitude prudente diante das Tuas vontades, não esperando ser tarde demais... É evidente que todas as mensagens de Jesus se resumem na vivência do Teu amor...

Concordo plenamente com o Márcio, quando ele diz que de todo mal Deus tira um bem maior... É como provar o amor. O amor só é amor se já sofreu alguma dor... Tenho certeza que todos se entregaram totalmente a Deus quando precisaram da Sua misericórdia, ou se apaixonaram ainda mais por Ele... Comigo foi assim...

Também concordo com o meu bem, a respeito do último versículo... Com esta afirmação, Jesus mostra que quem viver conforme as leis humanas talvez será mais feliz aqui na terra, porém, não terá as portas abertas para o Céu... É como aquele ditado: "Tudo posso, mas nem tudo me convém."

Aos olhos humanos, aquele administrador foi esperto, mas aos olhos de Deus, não... Mas, ainda sim, acredito que a partir da atitude do administrador podemos tirar a mensagem que citei acima...

Que Deus nos dê sempre a graça de entendermos verdadeiramente Sua mensagem, para que façamos somente a Sua vontade!

Abraços!

Barbara Miqueline disse...

Bom dia meus amigos!!

Eu entendo que como já disseram, Deus tira proveito das atitudes que tomamos para nos proporcionar um bem maior.

Entendo que mesmo que pensando em si mesmo, o administrador praticou uma boa ação, beneficiou e realmente ajudou aqueles que necessitavam. E se olharmos por esse ângulo, ele fez uma boa ação.
Deus tirou proveito daquilo de bom que ele fez. Afinal, aquele homem não ajudou os outros pedindo algo em troca, só pensou que em um futuro poderia ser retribuído pelo que fez.

Paz e bem a todos.

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN