Ocorreu um erro neste gadget

16/08 - As Verdadeiras Riquezas

 
 
 
 
Muito bom dia, amados irmãos!

Devemos ser cautelosos na interpretação deste trecho do Evangelho, para que não sejamos conduzidos àquela falsa ideia de que apenas os pobres (materialmente falando) entrariam no reino do Céu. Podemos, de um modo bem direto, relacioná-lo a três verdades que por muitas vezes são esquecidas:

1ª - Ser rico ou pobre não depende unicamente de posses ou bens materiais, pois a verdadeira riqueza se manifesta no coração humilde, no coração que acolhe e exala o que há de melhor. que vem diretamente do Senhor e é o amor, unicamente.

2ª - Deus é, e sempre será, amor e infinita misericórdia, logo, posses (ou a ausência delas) não determina o quanto o Pai ama ou deixa de amar alguém. 

3ª - "Entrar" no reino, contemplar a Graça de Deus, não depende das riquezas que alguém tem em mãos, mas do modo com o qual esta pessoa utiliza o que tem, não se deixando dominar pelas riquezas.

O Senhor não impõe limites às nossas posses, mesmo porque são frutos do nosso trabalho (desconsiderando aqui toda e qualquer ação ilícita). O problema modo de administrar aquilo que, com suor e luta, conseguimos. Somos nós os administradores, e não os "administrados". Vivemos num mundo capitalista ao extremo, onde o que importa é o que tenho em mãos, aquilo que tem preço, e não importa o que tenho de melhor, o que posso oferecer como ser humano, como filho amado de Deus.

Será salvo aquele que souber que o ser humano não tem preço, mas tem valor, e altíssimo valor. Não há nada que possa nos comprar, não há nada mais valioso em nossas mãos do que nós mesmos. É isso que o Senhor tem para nós neste dia. Deus pode, sim, salvar um "rico", não é fácil, mas nada é impossível a Deus. A salvação não é "sorteio". Será salvo quem merecer, quem for digno.

A humildade deve brotar em nossos corações para que, com sinceridade, nos deixemos levar pela Graça. Somente quem se abandonar, quem deixar que o Senhor faça uma "revolução" em sua vida terá, sim, a vida eterna como herança. Seremos vistos como a "sobra" da sociedade, como aqueles que são loucos, como os últimos, mas o Senhor deixa claro que:

"30Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros. "

Que o Senhor nos cubra de bênçãos nesta semana, para que possamos reconhecer que a humildade é uma virtude necessária a todo cristão.

Abraço!

Heitor A. Pereira

1 Comentário(s). Clique aqui!:

Anaíle Flores disse...

Heitor, excelente reflexão! Eu acho essa questão de riqueza x pobreza uma das mais difíceis de se comentar, porque existem muitas pessoas que são ricas e são generosas, caridosas, de coração bom, portanto, não se pode falar que essa pessoa não vai ganhar o céu só pelo fato de ser rico (em posses materiais). Gostei muito do seu modo de explicar a passagem de hoje. Que Deus continue te abençoando imensamente...

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN