Ocorreu um erro neste gadget

Refletindo o Evangelho do Dia - O Que Nos Contamina Não é o Que Entra Pela Boca...




Muito bom dia, meus amigos!!

Prontos para mais um dia de reflexão?

Nossa passagem de hoje está em Mt 15,1-2.10-14. Precisa dizer que você tem que lê-la antes prosseguir?

Particularmente falando, eu A DO RO essa passagem de hoje! Ela vem abrir nossa cabeça contra certas tradições, certos rituais que, na maioria das vezes, não mudam em nada a vida das pessoas que as praticam...

Imagino que hoje irei ter alguns leitores com o "bico torcido" com o que escreverei aqui, mas é o que o Espírito Santo me conduz a fazer. Portanto, será o que farei, pois não devemos ter respeito humano quando o Senhor nos pede determinadas coisas...

Jesus vem nos chamar a atenção em relação a duas coisas gravíssimas:
  1. Não é o que entra pela boca que torna o homem impuro;
  2. Se um cego guia outro cego, os dois cairão no buraco.
Comecemos pelo primeiro item, é claro...
Quantas pessoas você conhece que, durante a quaresma, deixam de comer carne "vermelha", de beber certas bebidas ou de ingerir qualquer outro tipo de coisa? Eu cresci inserido nesse ritual. Pelo fato de minha família ter sua origem rural e humilde, todas as tradições eram muito bem seguidas.

Porém, de que adianta deixar de colocar tais coisas nas bocas, se nossos atos não se alteram? O que seria melhor: deixar de ingerir tais coisas ou mortificar, sacrificar nosso ser em busca de nos tornarmos pessoas mais misericordiosas e sensíveis às necessidades dos outros?

Jesus nos afirma que o perigo está no que sai da boca. Então, seria muito melhor que o sacrifício de tais pessoas fosse o de não amaldiçoar, não gritar, controlar a falta de paciência, não ficar gritando com as pessoas, exercitar palavras e gestos de carinhos diariamente, fazer o bem ao próximo, etc...

Concordam?

Seguindo nossa análise dos dois pontos apontados por Jesus, no segundo ele vem nos alertar em relação a pessoas que possuem uma visão deturpada do que Deus espera de nós e ficam a conduzir outras pessoas para o mesmo erro!

Não estou falando aqui que sou dono da verdade. Eu sempre tive muito medo de estar fazendo coisas que não agradam a Deus, mesmo querendo agradá-Lo. Por isso sempre fui muito crítico aos meus atos e atencioso a todas as ações cometidas por Jesus.

Uma dessas ações que sempre me chamou a atenção está relatada em João 2, 15, quando Jesus se enche de zelo e expulsa os vendedores do Templo, pois o mesmo havia se transformado em local de comércio e não de oração. Em outra passagem, em Marcos 7, 6-15, que é uma outra versão do Evangelho de hoje, Jesus nos abre explicitamente os olhos a respeito das tradições. Muitas delas são praticadas e ferem a vontade de Deus para nós. É necessário que tenhamos muuuito cuidado e que sejamos realmente críticos a respeito de nossos atos, caso contrário, seremos os cegos que guiam cegos, aos quais Jesus se refere.

Não vou estender o comentário e não vou dar exemplos aqui Vou deixar que você exercite sua visão crítica. A única coisa que espero é que você leia essa última passagem citada e reflita sobre seus atos, não se esquecendo de que é muito mais agradável a Deus sacrifícios referentes à nossa conduta do que em relação ao que deixarei de colocar na boca. Se nossos atos não são mudados, acabamos fazendo algo como uma espécie de dieta ou regime e não é isso que Jesus espera de nós, não é verdade?

Espero realmente que reflitam. O Senhor tem me incomodado muito a respeito de não vivermos uma espiritualidade individualista e egoísta. Nossa oração tem que ser refletida sempre em nossas ações e na maneira com que nos importamos e tratamos as outras pessoas!

Grande abraço espiritual,


Márcio Gomes Pacheco

1 Comentário(s). Clique aqui!:

Cinthya Cardoso disse...

Parabéns Márcio.... Essa reflexão me reamente ENTENDER e refletir muito sobre isso. Realmente na quaresma muitos de nós deixamos de comer algo, mas nossos atos não mudam.
Isso é muito importante."O Que Nos Contamina Não é o Que Entra Pela Boca... mas o que sai dela".

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN