Ocorreu um erro neste gadget

Refletindo o Evangelho do Dia - Quantas Vezes Perdoar?


Muitíssimo bom dia, meus amigos!

Há pouco tempo atrás saí para fazer minha caminhada com minha cachorra. Escutava algumas músicas religiosas, rezava o terço contemplando os mistérios luminosos e pedia muuuito ao Senhor que me desse muita unção para escrever sobre a reflexão de hoje...

Estou "ruminando" esse Evangelho sobre o perdão desde anteontem, quando fiz a minha última reflexão e sei muito bem o quão importante é o tema de hoje...

Sabem o porquê?

Tenho algumas razões para isso:
  1. A sabedoria do mundo nos ensina que não podemos nos humilhar, que devemos dar o troco sempre que nos sentimos injustiçados, que "vingança é um prato que se come cru" e mais um monte de coisas erradas a respeito de perdoar ou não;
  2. Considero a falta de perdão como um doença espiritual gravíssima que muitas vezes é refletida em nosso ser material, em nosso corpo, trazendo problemas de saúde gravíssimos;
  3. Precisamos decidir de vez de que lado nós realmente estamos e agirmos conforme nossa decisão;
Bem... comecemos do início, né?

Olha só... parece ironia, mas nosso amigo Pedrão parece insistir em aparecer somente nos Evangelhos em que eu faço a reflexão...rs

Imagino que quando Pedro chegou para perguntar a Jesus quantas vezes deveríamos perdoar, ele deu uma boa estufada no peito, sentindo-se o Super Pedrão. Provavelmente Jesus sabia que tinha alguma pessoa muito chata pisando na bola com ele.

Como ele era um dos pioneiros na arte de seguir Jesus, queria mostrar que estava aprendendo a lição sobre oferecer a outra face quando levasse um tapa bem direitinho. Já havia perdoado a mesma pessoa uma, duas, três, quatro, cinco, seis e, provavelmente, as sete vezes às quais ele se referiu...

"Jesus vai ficar bem orgulhoso de mim", provavelmente pensava ele. Porém, para sua enorme surpresa, a resposta não foi a esperada. Jesus acabara de dizer que quantas vezes alguém nos incomodar, tantas vezes devemos usar do dom do perdão... infinitamente!

Completamente o contrário do que a gente aprende nas novelas, né? A Favorita tem mostrado isso e garantido grande audiência. Novela mexicana, então, sempre tem alguém querendo vingança... Ouvi alguém pensando em Malhação? Isso sem falar das "inocentes" novelas feitas para o público infantil, que ensinam que devemos nos vingar sempre que alguém nos magoar (há alguns meses vi um pedaço de uma cena da Chiquititas argentina, e o que vi não foi muito edificante... crianças escandalosas, traiçoeiras e muito vingativas!).

Talvez você não tenha ainda conhecimento, mas o maior prejudicado nessa história toda de falta de perdão é a própria pessoa que alimenta tais sentimentos negativos!

O psicólogo norte-americano Robert Enright, da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, diz que "sem o perdão, a humanidade pára, estanca, petrifica-se". E olha que tais palavras são de origem de alguém do meio acadêmico e científico. Inúmeros são os relatos de pessoas que, após abrirem o coração para o dom do perdão, se livram de problemas de saúde, que exames médicos não conseguiam encontrar origem. Já ouviram falar do padre Robert De Grandis, um dos maiores divulgadores da Renovação Carismática ao redor do mundo? Ele tem alguns livros que tratam bem sobre esse tema.

Alguns estudos têm confirmado que pessoas que perdoam, "apresentam redução do nível de estresse, viam-se menos irados e mais confiantes de que, no futuro, eles perdoariam mais e mais facilmente. Além disso, o estudo mostrou que o perdão pode promover uma melhora na saúde física, pois esse grupo de pessoas apresentou uma diminuição significante em sintomas como dores no peito, na coluna, náuseas, dores de cabeça, insônia e perda de apetite".

Quantas vezes nós mesmos temos injetado veneno em nosso interior alimentando sentimentos negativos? Muitas vezes nem mesmo prestamos atenção no que dizemos, quando oramos a seguinte parte do Pai Nosso:

"Perdoai os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido".

Ou seja, você diz ao Senhor: "Pai, faz comigo do mesmo jeitinho que tenho feito com aquelas pessoas que me tiram do sério... com aquelas pessoas que me enchem o saco... Sim, Pai, da mesma maneira que as trato é o jeito que quero ser tratado por você"...

Olhe pra dentro de você, para seus atos. Você teria coragem de trocar a parte tradicional do Pai Nosso por essa "tradução" apresentada? Se "sim", meus parabéns! Você certamente está no caminho correto apontado por Jesus de perdoar quantas vezes preciso for.

Agora... se a realidade não é bem assim, talvez você tenha encontrado a resposta pelo constante stress, cara fechada, mau humor, amargura e tantas outras coisas que vivem dentro de você e você até hoje não tinha se dado conta de onde vinha a origem delas...

Acorda pra vida! Deixe-se ser liberto! O maior prejudicado de alimentar rancor e você mesmo!

Que o Espírito Santo possa penetrar profundamente no seu ser nesse dia de hoje e te conduzir, ensinando como sempre perdoar.


Grande abraço fraternal,


Márcio Gomes Pacheco

0 Comentário(s). Clique aqui!:

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN