Ocorreu um erro neste gadget

Refletindo o Evangelho do Dia - Apego Material




Ainda me lembro de uma experiência que tive há uns 10 anos atrás, quando participava de um encontro vocacional pela Paróquia Sagrada Família... pra quem ainda não sabia, sim, já pensei em ser padre antes de encontrar o grande amor da minha vida.

Eu tinha uma bíblia TEB que havia comprado em minha primeira visita à Canção Nova e, particularmente falando, era louco por aquele meu objeto de estudo. Sendo bem sincero, eu era meio que "fanático" por aquela comunidade e aquela Bíblia me fazia sentir mais próximo, como se fosse um dos membros, pois ela era usada pelo então Padre Jonas.

No segundo dia daquele encontro vocacional, no sábado à noite, fizemos o estudo dessa mesma passagem do Evangelho de hoje e refletimos sobre apego material. Em nossa reflexão, pusemo-nos a pensar em coisas materiais que éramos apegados. Lembrei que aquela Bíblia em um Tal (aquele cordão de pescoço franciscano com cruz em forma de T) eram meus xodós. Já haviam passado a ser parte de mim.

Depois de um momento profundo de oração, senti Jesus falar em meu coração para fazer um exercício de desapego material, o que foi confirmado pela pessoa que dirigia o momento, que pediu que todos nós fizéssemos tal exercício. Então, decidi doar as duas coisas que eram mais significativas e importantes para mim.

Foi muito difícil, mas hoje eu sei o quanto foi importante aquilo, pois abriu meu coração para ações muito mais concretas de solidariedade.

Na passagem de hoje, Jesus vem nos abrir os olhos sobre a dificuldade de um rico entrar no céu. Podemos ter certeza de que essa afirmação é feita baseada, principalmente, sobre essa questão de apego material. Porém, esse é um tipo de problema que não acontece exclusivamente com pessoas ricas.

Quantas pessoas brigam com irmãos por causa de roupas! Por causa de CDs, DVDs, sapatos e tantas outras coisas.

Na realidade, pessoas assim ainda não conseguiram entender o verdadeiro sentido da vida. Não conseguiram entender e, certamente, nunca experimentaram que quem mais sai ganhando é quem se entrega e entrega suas coisas a favor da edificação do Reino de Deus.

Como é a realidade desse tópico em sua vida? Você é daqueles que "rodam a baiana" por causa de seus objetos pessoais?

Reflita um pouco e peça a luz do Espírito Santo sobre sua vida, sobre essa questão.

Grande abraço virtual,


Márcio Gomes Pacheco

2 Comentário(s). Clique aqui!:

Cinthya Cardoso disse...

Márcio, concordo contigo...
Eu mesma, sou muito apegada à objetos, mas depois dessa reflexão, e tb depois da minha crisma ontem(que foi justamente sobre esse tema), percebi que não vale à pena. Um exemplo é na passagem de Marcos, quando Jesus pede pra seus discípulos irem pregar e não levarem bens materiais. Esse é um exemplo pra nós. Devemos nos entregar a Deus inteiramene, sem estarmos ligados ao mundo.

Grande abraço à todos...

Klêni@ disse...

Isto é tão interessante, e você colocou de forma tão rica a sua própria experiência, pois muitas vezes também nos apegamos tanto por ex. a Bíblias, objetos 'sagrados' a ponte de não percebermos que isto também põe em risco a nossa vida de oração, a nossa entrega verdadeira a Deus!

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN