Ocorreu um erro neste gadget

Volta, Israel!

 

Muito bom dia!

Inicio a nossa reflexão convidando-nos a voltar, assim como fez Pe. Léo no último capítulo de seu livro "Curados Para Vencer a Batalha", cujo título é o mesmo deste post. E nada melhor que uma sexta-feira deste tempo litúrgico tão reflexivo, a Quaresma,  para recebermos este convite: "VOLTA, ISRAEL!"(Os 14, 2-10), que pode ser ainda mais íntimo e direto, se substituirmos a palavra Israel pelo nosso nome. "Volta, Heitor!", "Volta, (seu nome)!". O Senhor, disposto a selar conosco uma aliança eterna, nos convida a voltar. 

Voltar? Sim! Se dEle viemos, a Ele pertencemos, logo, a Ele devemos retornar!

Não faz sentido tomarmos outros referenciais. Não nos cabe outra escolha senão caminhar junto dEle, retornar e viver de acordo com o que anunciamos e tanto vimos/ouvimos.

Permitir que o amor se manifeste em nosso meio é o modo pelo qual nos colocaremos à disposição do Senhor, é o que permitirá que o Espírito Santo aja de modo infinito em nós. Não agindo de modo falso e manipulador (tendo o FALSO amor como moeda de troca pelo respeito e reconhecimento público), mas sendo sinceros conosco e com o próprio Jesus que se coloca diante de nossas preocupações. 

Atender ao chamado do Senhor é permitir que nossos irmãos que ainda não puderam atender a este chamado sintam-se amados ao extremo por este Deus que espera de braços abertos. É ter voz ativa na sociedade, não permitindo que injustiças aconteçam e permaneçam impunes. É ter consciência plena e constante dos direitos e deveres de todos, para que haja o respeito mútuo, e assim o amor possa se manifestar. 

Atender ao chamado do Senhor não é viver numa "redoma", na qual só exitem meus problemas e eu. Atender ao chamado é reconhecer que o amor aos irmãos é manifestado de modo singelo, diariamente, sem nenhuma "fórmula mágica". Amar depende unicamente de um desejo único e intenso de reconhecer a presença de Deus na pessoa do irmão.

Peçamos, nesta sexta-feira, que o Senhor, por Seu Amor infinito, manifeste-se em nós, em nossas atitudes mais corriqueiras, em tudo que envolve o convívio com os irmãos. Que sejamos inundados pelo desejo de amar infinitamente aos que nos cercam, mas de modo infinitamente menor ao nosso amor a Deus.

Grande abraço!

Heitor A. Pereira

1 Comentário(s). Clique aqui!:

Marcio Pacheco disse...

Ótima a reflexão!

É necessário sempre que amor é atitude! Se eu sou do Senhor, o Espírito Santo se manifesta, principalmente, através de boas ações de amor!

Um abraço a todos!

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN