Ocorreu um erro neste gadget

Buscai em Primeiro Lugar o Reino de Deus




Muito bom dia, minha gente querida!

Como eu disse no início de nossa reflexão sobre o Sermão da Montanha, esse discurso de Jesus é algo que todo cristão devia ler e enraizar em seu coração. Cada parte é mais linda e essencial em nossas vidas...

Nossa reflexão de hoje, que está em (Mt6,24-34), será muito mais um testemunho de vida que uma "homilia". Essa passagem do evangelho foi e é minha "bússola" espiritual, principalmente nos momentos em que passei pelas maiores dificuldades financeiras e espirituais da minha vida. Foram muitas vezes em que eu me via à beira da depressão por causa desses revezes...

Filho de pais separados, durante 10 anos de minha vida tive que fazer o papel de meu pai, na despesa doméstica. O dinheiro que ganhávamos geralmente não dava para as despesas mensais e passei por grandes apertos. Houve meses que deixei de ir à faculdade por falta de dinheiro para pagar ônibus e, quando o tinha, faltava para xeróx, livros e lanches. Houve época que não tinha nem uma bicicleta pra andar e, para aqueles que não sabem ou não imaginam, também já passei fome nessa vida.

Porém, um dia encontrei com essa passagem e tudo começou a tomar novos rumos. Jesus dizia claramente que devíamos "buscar o reino de Deus em primeior lugar", pois "tudo mais me seria dado em acréscimo" (Mt 6, 36). Foi então que fiz o seguinte propósito com Deus: eu cuidaria das coisas dEle e Ele das minhas.

Minha prioridade, então, passou a ser o serviço de evangelização. Mergulhei no estudo bíblico, fazia todos os encontros que estavam dentro de minha possibilidade e anunciava o evangelho a todos. Logo eu era coordenador do maior grupo de jovens que Inhumas já teve. Sempre colocava em minhas orações o pedido de Deus tomar conta da minha vida profissional...

Paralelamente a isso, as coisas começaram a tomar rumos diferentes em minha vida profissional. Eu era professor pro-labore do Estado. Estudava de manhã e trabalhava à tarde e à noite, cinco aulas por turno. De repente surge uma oportunidade de trabalhar numa das maiores e mais bem conceituadas escolas de idiomas do Brasil. Fiz o teste e fui aprovado para dar aula até o nível 3 (o curso tinha 13 níveis). Porém, com o crescimento das turmas e o aprofundamento do meu conhecimento, turmas com níveis superiores foram sendo confiadas a mim e cheguei a dar aula até o nível 11, nessa escola. Um detalhe é que passei a trabalhar a metade do que trabalhava no ensino público, para ganhar o dobro.

Tempos depois surge a oportunidade de fazer exame para dar aulas no Centro de Línguas da UFG. Deus abençoou mais uma vez minha empreitada e alí eu reformulei completamente minha visão como professor de língua estrangeira. Porém, como os horários não encaixavam, tive que abandonar a escola de idiomas.

Chega ano de formatura. Tinha que ajudar na despesa em Inhumas e arcar com minha despesa em Goiânia. Já estava morando em Goiânia. A despesa tinha aumentado muito, mas não tinha outro jeito.

No segundo semestre, surge a oportunidade de fazer concurso para o Banco do Brasil e só fiz minha inscrição por muita insistência da minha sogra. Eu não queria fazer inscrição, pois sabia que não teria tempo de estudar para o exame. Eu era o último da fila, no último dia de inscrição... lamentando os R$ 25,00 que iria gastar para me inscrever.

Quando peguei meu local de prova, fiquei feliz ao ver que seria numa escola religiosa de Goiânia. Chegando lá, estava acontecendo uma tarde de louvor e aproveitei daquela situação para orar, entregar nas mãos de Jesus e pedir que o Espírito Santo guiasse minha mão na marcação das respostas.

Ao sair da prova, pensei ter saído muito mal. Tinha deixado muitas questões em branco, pois a errada anulava duas certas.

No dia da divulgação do resultado nem tive interesse em saber sobre o meu. A curiosidade de um amigo veio me dar a boa nova de que eu tinha passado e muito bem colocado.

Deus me deu a oportunidade de tomar posse na maior agência de varejo do país, onde aprendi muito e hoje, depois de uma época de peregrinação entre cidades, sou gerente de serviços na minha cidade.

Tudo o que tenho e que sou, tudo o que acumulei de conhecimento e de graça após aquela aliança, declaro a autoria de Deus em minha vida. Quantas maravilhas e verdadeiros milagres ele faz constantemente em minha história. Isso me faz sempre dizer que me sinto a pessoa mais amada por Ele desse mundo. Eu sei que não é verdade isso, pois Ele ama a todos de forma igual, mas me sinto como o evangelista João, que se auto-declarava "o discípulo mais amado de Jesus".

O convite que te faço e o desafio que Jesus te faz hoje: buscar em primeiro lugar o reino dos céus, de todo o teu coração. Tenho certeza de que inúmeras maravilhas irão acontecer. Sou prova viva disso!

É por isso que não posso calar minha boca diante de tantas bênçãos, tanta graça que Ele tem realizado em minha vida!

Que o dia de vocês seja maravilhasmente abençoado, na presença de Deus.

Grande abraço fraternal,


1 Comentário(s). Clique aqui!:

Grupo de Oração Ovelhas do Senhor disse...

Márcio paz e bem amigo,olha realmente entregar nossas vidas a evangelizaçao exige coragem,mas como vc bem sabe nos traz frutos e nos faz sermos frutos tambem,lindo testemunho,abraços

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN