Ocorreu um erro neste gadget

Jesus é o Senhor do Tempo!




O evangelho de hoje (João 10, 22-30) Jesus é questionado novamente sobre Ele ser ou não o Messias enviado por Deus. É interessante a clareza das palavras de Jesus:

“Já vo-lo disse, mas vós não acreditais. As obras que eu faço em nome do meu Pai dão testemunho de mim; 26vós, porém, não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas."

Jesus reafirma sua condição de Messias enviado por Deus. E mostra que apesar de revelar-se como filho de Deus e de dar ao povo as credenciais da sua divindade por meio das obras (curas, libertações e milagres) que realizou, isso por si não foi suficiente para muitos. Como Jesus disse:

"não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas".

Há nesta frase um princípio difícil de entender a primeira vista: a presciência de Deus. Em outras palavras, Deus sabe de tudo: passado, presente e futuro. Por isso Jesus diz "não acreditais, porque não sois minhas ovelhas"; de forma que dá-se a entender que Jesus já sabia que aqueles homens não seriam salvos, outro entendimento possível é o de que estes homens que não acreditam já estavam destinados a não crer porque não haviam sido escolhidos!


Esta é uma questão profunda que motiva aqueles que combatem a fé católica - estes não conseguem compreender como é possível a presciência de Deus e o livre-arbítrio dos homens - e também que diferencia a teologia católica da teologia de algumas igrejas protestantes - que por sua vez, acreditam que Deus destinou alguns homens à salvação e condenou outros à perdição, havendo deste modo uma "predestinação".

Difícil, não é?

Mas Deus não nos deixa no escuro. Ele colocou na história da Igreja homens de fé, comprometidos com a busca da verdade e que utilizando da inteligência - movidos pelo Espírito Santo - tentam esclarecer questões como esta. Temos vários: Santo Agostinho (354-430 dc), Boécio (480-524 dc), Santo Anselmo (1033-1109), Santo Tomás de Aquino (1225-1275 dc), Ockham (1288-1388 dc) entre outros.

Primeiramente, vamos deixar claro de que apesar de ser muito difícil de se entender, apresciência divina não é incompatível com o livre-arbítrio humano (nós decidimos nossos caminhos). Segundo Medeiros, Santo Anselmo diz que os termos "ontem", "hoje" e "amanhã" não podem ser aplicados a Deus, pois, só existem no tempo e Deus existe fora de qualquer tempo, em tempo nenhum porque para Deus tudo é presente. O tempo somente existe para o universo e para a criação - também para nós seres humanos - mas Deus é eterno.

Se assumirmos isto, entendemos que independentemente da decisão que tomamos nós temos completa liberdade de tomá-las. Qualquer que seja esta decisão, no entanto, já é do conhecimento de Deus em seu presente eterno. Tentando simplificar: Deus sabe de tudo, porque para Deus não existe sequência de tempo, assim as decisões que tomamos agora (o tempo presente, atual) e suas consequências futuras são conhecidas de Deus. Nem por isso, o fato de Deus saber o que acontecerá significa que Ele controle nossas decisões, ou seja, nossa vontade (livre-arbítrio) pode mudar o futuro e mesmo que o futuro mude Deus já o conhece porque nosso futuro já é presente para Deus!

Não se preocupe se você não conseguiu entender, até mesmo os filósofos que citei expressaram a dificuldade de explicar e se colocaram humildemente diante de questões como esta.

Para finalizar, ficamos com o princípio eterno que Jesus nos apresenta:

"29Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebatá-las da mão do Pai. 30Eu e o Pai somos um”.

Jesus é com certeza o filho de Deus. E reafirma que Deus é maior do que todos e que nada nem ninguém poderá vencê-lo! Deus é invencível! E ainda hoje vemos como as palavras de Jesus continuam a incomodar as pessoas, suas palavras são exigentes e combatem todo o mal! E mais, seu chamado para segui-lo é profundo e intenso, exige mudança, exige esforço, e tantas vezes é difícil até de se entender...

Que nós possamos ouvir a voz de Jesus, pois nós somos suas ovelhas e não nos perderemos pois temos Jesus como pastor e vamos receber dele a VIDA ETERNA!

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo!


Rafael Simões

0 Comentário(s). Clique aqui!:

Postagens mais visitadas

Ouça a Rádio Canção Nova



Seguidores

 

Sobre A Boa Semente!

A Boa Semente foi fundada em 2007. É uma criação do Grupo de Oração Semeador, da Renovação Carismática Católica da cidade de Inhumas GO. É um instrumento de evangelização sem fins lucrativos.

Sua principal missão é semear a Boa Semente através de reflexões diárias do evangelho. Você também pode fazer parte dessa família, entre em contato conosco e saiba como!

Os artigos são de responsabilidade de seus respectivos autores.

Deus te abençoe sempre!

Visite Meu Canto Secreto e descubra mais sobre o autor desse instrumento de evangelização. Mais uma criação Vocenanet.com VCN